Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

26
Jul19

Vamos tirar (quarenta e)uma fotografia?!

Maria

[imagem aqui]

Sinto-me bombardeada quase todos os dias por aplicações e afins sobre fotografias. Sobre redes sociais. Sobre a mais badalada - Instagram.

Que seca.

Tudo bonitinho. Filtro para aqui e para acolá.

Nada a ver com o meu instagram. Primeira devo ter sido das ultimas pessoas a abrir um instagram, resisti bastante mas depois lá abri, mas é exclusivamente para partilhar como já fazia no facebook, sem grandes elaborações. Fácil de ver. As minhas fotografias são as mais simples, sem filtros xpto utilizando apenas de quando em vez os básicos já pré-definidos, mas não mais além disso. Só uma iluminação aqui ou um contraste maior ali. Aplicações para escolher todas as fotos que publico? Mudar todas as fotos para o mesmo filtro só porque fica mais bonitinho? Ter uma aplicação para melhoramentos de cor, outra de sombras, outra que estica ou elimina não sei o quê. E depois no final o que resta?

Pode não ser bonitinho o meu instagram que não é. Mas também não vivo daquilo. Ainda não arranjei quem patrocinasse os meus snaks, mas já tenho quem me patrocina os pequenos almoços na empresa e é o que temos e é bem bom. Posto isto. Está cada vez mais seca isto do tudo perfeitinho tudo direitinho tudo mexido tudo rectificado.

Não quero com isto criticar quem pense trezentas e cinquenta e sete vezes como publicar uma fotografia com todas as alterações que tem que se lhe fazer, mas depois penso que aquilo é uma seca só de pensar que por exemplo estão de férias mas em vez de aproveitar a piscina perdem tempo a tirar oitenta e sete fotografias com o melhor ângulo só para apanhar a piscina. Depois enquadrar a paisagem, depois o melhor ângulo do sumo a apanhar as panquecas e um pouco do copo da companhia e no meio disto tudo muitas vezes quem apanha por tabela são mesmo as companhias. Ah por isso percebe-se porque tiro tão poucas fotografias ao fim-de-semana. Aquela coisa de aproveitar o momento ainda é o que me move, mais do que fazer os outros ver o momento que eu podia ter aproveitado mas fui desperdiçando em pedaços.

Uma que me acontece muito é no comer, mas só me lemro do final quase sempre que podia ter partilhado, mas já foi e o prato estava vazio. E depois também qual é o interesse de partilhar uma sandes de moelas? Uma bifana? Um arroz malandro? Um pão branco pela manhã com queijo?

Yeah mas a minha vida é assim, meio para o básica em fotos. Quem quer perfeitinho corre atrás dessa perfeição que não existe. Quando existe é trabalho. E a piada não é a mesma.

Continua a ser um bom trabalho. A gostar de ver. E a apaixonar-me por tantas fotografias com filtros, mas depois sem a lente aquilo que lá há é diferente. E não é deixarem de gostar disso e deixarem-se influenciar por isso. Mas é o deixarem de gostar do normal e do real que aborrece.

Aqui há uns tempos vi uma fotografia que falava sobre essa diferença, salvo erro do Manzarra em que a primeira era de um grupo de amigos a tirar uma fotografia todos certinhos e direitinhos e a outra fotografia era deles na boa como provavelmente estavam antes de alguém dizer "vamos tirar uma fotografia"?! Porque essa simples frase muda tudo. O sorriso, a pose, a expressão, o sentimento, a postura, a originalidade e a surpresa.

Quantas pessoas arriscam a tirar uma fotografia e a postar sem ver "defeitos" que tenha?

Longe vão os tempos dos rolos fotográficos...

(e eu fico sempre sem jeito de como tirar fotos, nunca sei onde pôr as mãos e quase sempre vão parar ao mesmo sítio, já pedir a alguém para me tirar fotografias está ainda a séculos de ser algo que me faça sentir à vontade)

De qualquer maneira, é notório. É por estas e por outras que, como vocês sabem, não sou e nunca serei uma Fashion Blogger.

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D