Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

28
Mar19

Voltei ao zumba e mesmo não sendo só zumba sobrevivi.

Maria

Dizer "o tempo passa e nem damos conta" não é apenas um cliché.

Na verdade ele corre e estamos tão embrulhadas com o dia-a-dia que parece que nem damos conta. Já não fazia exercício físico em aula há mais de um ano e por este post reparo que sim, há bem mais de um ano.

Foram as lesões. Depois os problemas de saúde. Depois os desaconselhamentos médicos. Depois a professora, minha amiga, que bazou. Depois a vontade zero e por fim deixei tudo. Nem zumba, nem aulas específicas de treino. Nada. Até que algumas vezes consegui seguir planos em casa mas acabou tudo por ir água abaixo. No início do mês de Março voltei a programar exercícios diários com aplicações. Fiz no primeiro dia e em todos os outros ignorei completamente a notificação de "mexe essa bunda e vai treinar". Esta é a verdade nua e crua.

Convidaram-me para ontem voltar. Ao mesmo sítio. Com outra professora. 

Confesso, prontamente disse "vou tentar", mas à medida que o dia se aproximava, já estava a arranjar mil e duas desculpas a mim mesma. Ontem durante o dia, achei-me estúpida. Ando cansada, as coisas não andam a correr muito bem em todo o lado e cheia de trabalho. O meu psicológico também anda desnorteado. Problemas. Saúde dos meus. Medos. Desconcentração. E achei que não haveria lugar melhor para ir desanuviar. Afinal de contas. Preciso muito. Mesmo. E nem vou falar que seja pelo bem que o exercício faz a estes quilos que acumulei. Mas precisava de uma hora sem pensar no mundo cá fora.

Ontem voltei. Disseram-me que a aula seria de zumba. E foi, mas também foi de localizada e uma amostra de Pilates.

Nos primeiros dez minutos já me apetecia desistir. O coração a querer saltar do peito e eu a querer mandar-me para o chão. Parece que nunca tinha feito aquilo na vida. O meu corpo não acompanhava a minha cabeça e muito menos os movimentos tão rápidos e ofegantes da professora. Mas a aula foi passando e tentei conseguir conjugar a minha respiração com a vontade de correr ali para fora. Não foi fácil. Nada. Os movimentos não saíram como eu queria. Doeu a puxar as pernas. A fazer abdominais. A fazer flexões e a prancha. Se doeu. Doeu querer acompanhar coreografias novas e rápidas quase sem pausas e em modo aceleração máxima. E Pilates. Que dizer? Se aquilo foi uma amostra não vai ser fácil querer arrastar-me para uma aula. Esticar braços, esticar pernas, esticar pontas do pés. Balançar para aqui balançar para ali. Sempre esticada. Só com uma perna, só com a outra tentar equilibrar e eu a aterrar quase de cabeça. Não vai ser fácil. Mas gostei de voltar. Mesmo. Tentei concentrar-me em estar só ali. Coisa que não tem sido fácil. Mas ali foi. E melhor, soube bem!

26
Jun17

Faceweek*

Maria

Aqui ficam alguns looks que usei nos últimos dias:

 

[O meu primeiro Red lipstick day]

 

A minha relação com o exercício físico já teve melhores dias, no entanto há uma coisa que tento manter, as aulas de zumba.

 Trabalhos feitos de amor:

fcp

 Adoro o meu "sunset caseiro". Uma paz, neste em particular, à temperatura de 28ºC pelas nove da noite...

sunset

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

16
Mar17

Faceweek*

Maria

IMG_20170316_155237.jpg

A semana passada começou cheia de stresses e coisas que tal no trabalho. E eu com herpes. Tudo a ajudar. Mas foi sol de pouca dura, o herpes, depois conto tudo e a dica. O tempo aqueceu e isso é o mais importante. Consegui apanhar uma fotografia no Douro com aquele céu azul e aquele brilho e paz que nos traz. Os looks foram todos muito descontraídos e os bombons foi o que ofereci à minha Mãe no dia da Mulher juntamente com uma bomboneira. No sábado a piolha "sobrinha" mai'nova passou o dia comigo. Quando acontece o dia já vale a pena, os miúdos trazem-nos muito do que precisamos. Nas ultimas fotografias podem ver aqui a Maria que se meteu em trabalhos com algumas camisolas que uso nos treinos. Neste caso a de zumba, que ficou com uns recortes novos.

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

15
Mar16

Faceweek*

Maria

1531.jpg

FotorCreated.jpg

1534.jpg

Alguns looks usados nos últimos tempos. Do mais variado possível. Outfits do dia a dia, confortáveis. Um deles já aqui tinha falado, o do vestido com a carteira que me foi oferecida pela mãe no dia da Mulher. O macacão é o tal que comprei em saldos juntamente com as camisolas da segunda e terceira fotografia.

1532.jpg

Eu e os gorros em dias de frio e chuva somos os melhores amigos. Os doces marcam estes últimos tempos. Eu nem era nada disso. A minha mousse preferida de after eight claro. O anel que aqui falei. Olhares noturnos. Uma manicure usada. Uma ida ao Mac que já não me lembrava e um passeio pelo centro do Porto, na foto Avenida dos Aliados.

1533.jpg

A ida à Pizza Hut porque é sempre um vício. Chocolates Guylian do melhor que há. Outra manicure usada, um verniz da Kiko que adoro. A procura de raios de sol neste inverno é uma constante para meu bem que sou toda eu muito mais sol que chuva. Um pedaço de girls night out. Houve festa na melhor rua de todas, a minha. E isso teve direito a muita comida e muito abuso em doces e petiscos. Valeu-me para terminar em beleza as aulas de Zumba que ontem aqui falei e que à cerca de um ano atrás experimentei.

Mais pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

14
Mar16

Bom dia!

Maria

segunda.jpg

Um ano depois! Foi um fim de semana no stop! Na sexta uma aula à noite que me atirou ao chão com dores musculares em tudo quanto era sítio, logo ali para começar bem o fim-de-semana. E logo este que era a festa na minha rua. Sem uma hora de sossego, de manhã obrigada a acordar seja com os foguetes, com os bombos, a música ou a fanfarra. Festa na aldeia é assim. E ter festa na rua todo o cenário é este. Dormir zero. Ou pouco vá. No sábado era o jantar das mulheres entre festa, preparativos, cabeleireira acho que antes do jantar já estava cansada. Mesmo assim na loucura saí de casa com uns saltos de doze centímetros para uma girls night out. Superou expectativas e correu tudo muitíssimo bem, sempre a dançar, não desci do salto só mesmo quando cheguei a casa por volta das cinco da matina. E cansadinha de todo admito. Mas não me deitei sem passar pela casa partida aka cozinha. #MariaTexuga é assim. Às nove acordei com os bombos e às dez ali mesmo na festa da minha rua tinha a primeira aula de apresentação de zumba. Confesso estava KO e levantar-me da cama foi quase só com grua e com a professora a chamar pelo meu nome pelo microfone. Tinha que ser e lá fui eu. Difícil aquela hora abrir os olhos, muito mais acertar passos, orientação, equilíbrio e lembrar das coreografias esquecendo "sei o que fizeste na noite anterior". Depois toda a famelga veio à festa, almoço de família em que em vez de descansares um pouco só ficas mais cansada. Às quinze houve nova aula, já mais acordada mas muito mais cansada. Mas valeu pelos sorrisos, pelas dores de pés, pelas palmas, pelas pessoas que se juntaram que aderiram e pelo grupo. Adorei. O resto do dia foi passado ali mesmo, entre família e festa. Hoje quando o alarme toca para acordar só queria mais uns cinco minutos de umas horas. Pareço uma zombie. Com dores em tudo quanto é lado e um sono do tamanho do mundo. Mas depois de acordar já com este "peso" tudo só pode melhorar. E esta segunda-feira vai passar rapidinho. E logo há mais, zumba! E depois cama que eu preciso de umas boas horas de sono. E descanso.

Boa semana!

24
Mar15

Faceweek*

Maria

0b3f10ec-7b1b-4fa1-bbf0-0b0fba4eddd6.jpg
Um look da semana integral. Casaco de pêlo e sol. O contraste dos dias. A pochete linda da Parfois que a melhor amiga ofereceu. Perspectivas de um Douro que surgem por entre a natureza. Manicure da semana, verniz da Kiko. E aquele momento em que para mim pára tudo. Ali directamente de minha casa. Aquele maravilhoso lusco-fusco.

No fim-de-semana houve festa lá na rua. Um reboliço ali mesmo à porta. Festa tradicional. Gente da terra. Ajuda para os meninos das escolas e não só. Cada um vende o que quer e o que tem. Produtos da casa. Tudo muito caseirinho. Materiais feitos à mão. Flores. Aqueles enchidos tão bons. Fruta. Muita música popular ali mesmo rés-bés paredes do meu quarto. O palco montado mesmo em frente ao meu portão. Mas não me deixei ficar e fui para a rua dançar. Logo eu. E no domingo acordar com os bombos? Maravilha mas dispensava. E eu a querer tomar o meu cafézinho na paz mas o Show começou cedo. E houve duas aulas de zumba no Domingo (acreditam que nunca tinha feito zumba?). E eu fui fazer as duas, uma às dez da manhã outra às quatro da tarde e isso explica porque ando com um andar trengo e com dores em todo lado. E aquilo encheu. Muita alegria na rua e lá em casa os dois dias cheia de família. Gosto tanto disto. E agora voltou aquele silêncio àquele lugar tão nosso que é muito bom. Vocês sabem onde, um pouco abaixo do Pólo Norte!

 23.03.jpg

Mais pelo Facebook.

*excepcionalmente à terça-feira

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D