Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

05
Jun19

Há coisas que me fazem espécie…e pessoas #19

Maria

IMG_20190605_133710_732.jpg

 

Irritam-me assim um bocadinho condutores que:

 

  • não dão o pisca ao virar a direcção tanto como aqueles que dão, quando já estão a efectuar essa mesma mudança de direcção.
  • condutores que andam no reme reme em sítios que não podemos ultrapassar e quando há uma aberta para ultrapassar eles aceleram, mas logo ali à frente volta aos 40, percebem?
  • aqueles condutores que vos micam através do retrovisor e começam todo um lançamento de charme à distancia via quatro rodas. A janela aberta, meio braço de fora e olhares. Baah. Coro de meia tigela.
  • Condutores que numa rua apertada onde quase não passam dois carros (nas aldeias há muitas!) param e ficam à espera que o outro se desenrasque nas manobras sem fazer uma única e contra nós gajas falo, que encontro muitas que nem sabem encostar o carro para dar passagem e ficam a olhar para uma pessoa a tentar lançar uns pozinhos para conseguir passar quase no cu da agulha.
  • Condutores que se colam à traseira do vosso carro, não numa de tentar ultrapassar assim que possível, mas numa de olha eu aqui coladinho - é só parvo!
  • Condutores que dão o pisca a assinalar que vão parar, abrandam mas depois andam mil setecentos e cinquenta metros em marcha lenta e pisca ligado (apertar-lhes o pescoço era pouco!).
  • condutores que se metem à estrada sem parar e vos forçam a uma travagem e que ficam a olhar só naquela de "eu sou o rei" - do quarto alugado ali na serrinha.
  • condutores que estacionam o carro, quase ao lado de outro já estacionado em sentido contrário. Principalmente numa estrada apertada e tens que andar ali a fazer manobras rés-bés campo de Ourique, quem vier que se amanhe!
  • na maioria camionistas que se acham os reis da cocada preta da estrada. É tudo, literalmente, à grande.
  • vão levar os filhos à escola e estacionam onde der, tipo em segunda ou terceira fila  e fazem parar o trânsito até que voltam ao carro com aquele sorriso amarelo a levantar a mão (é nestas alturas que me apetecia conduzir uma catrapiller escavadeira e passar tudo a ferro).
  •  

Mas agradeço todos os dias não ter que lidar com as filas e filas nas grandes cidades. Devem tirar anos de vida e isto da vida serem só dois dias é muito tempo.

12
Mar19

Dúvidas existenciais! #18

Maria

Há aqueles conhecidos das redes sociais que nunca se lembram que tu existes. E fazem por não existir. Nunca trocam mensagens contigo. Nunca gostam de nada que publicas. Nunca se lembram de ti para perguntar se ainda respiras ou se já foste desta para melhor e nem do dia do teu aniversário por mais que até o facebook faça o favor de ser o lembrete de quase toda a gente.

Mas...

Depois tu já existes para pedir para pôr like na página deles x ou y. Para pôr like naquela foto para ganhar um concurso. Mandam mensagens para divulgar esta ou aquela publicação.

O que se faz a gente desta?

Andor bioleta!

21
Nov18

Dos pedidos para me seguirem no Instagram.

Maria

Lembram-se da história que partilhei convosco de uns clientes, que por acaso eram alemães e que, não por acaso, tive vontade de os fazer rolar escadas abaixo?

E que disse, QUE EU ATÉ SOU BOA PESSOA MAS que enquanto me lembrasse deles a vontade ia ficar?

Pois, primeiro recebi o pedido de um. Agora recebo o pedido do outro para me seguir no instagram.

...

WTF?!

Há gente que não tem mesmo amor pela vida.

20
Nov18

Quando todos vêem o que ninguém quer ver!

Maria

Foto: A Terceira Dimensão

[Foto: A Terceira Dimensão]

Não era a estrada que devia estar cortada. Quer dizer neste ponto de partida também. Mas, na verdade as pedreiras é que nunca deveriam ter escavado até deixarem a estrada naquele estado. Uma ponte desgovernada.

Como é possível alguém dizer que já se estava à espera mas mesmo assim não fazerem nada?

Que Portugal continua a ser este , bonito para Inglês ver (e agora morar) mas tão lento e feio no fazer acontecer em vez de esperar para ver?

Como é possível haver licenças para este tipo de estruturas que escavam tudo até não poder mais conscientes que estas coisas podem mesmo acontecer mais dia menos dia?

Como é possível dizerem que a estrada devia estar cortada (e chegando ao ponto que chegou, devia), minimizando assim a segurança dos trabalhadores daquelas pedreiras na iminência de desabarem?

É possível porque tal aconteceu. Alguém deixou acontecer. E agora?

A culpa não é de ninguém. As consequências vão morrer lá longe onde ninguém as sofre. E mal de quem lá foi. Outros dirão mal de quem sofre pelos que foram. 

Verdade nua e crua, tretas.

Cambada de incompetentes que deixam andar.

Sejam eles empresários, engenheiros, forças policiais, autoridade das condições de trabalho ou autarquias. Porque se tu não usas capacete na obra estás sujeito à multa do ACT mas depois podes escavar uma pedreira até ao limite de uma estrada numa altura como o que se vê e no problem!

Agora é mandar para lá a protecção civil para fazerem o "trabalho" deles a correr riscos porque se deixou chegar a este ponto.

Dois mortos confirmados e desconhecem número de desaparecidos.

Está certo.

(estas coisas dão-me cá uma urticária!)

06
Nov18

Eu até sou boa pessoa...(3) mas também tenho vontade de mandar pessoas...

Maria

...

Pelas escadas abaixo!

Atentem.

Ontem cá no escritório recebemos a visita de dois clientes. Alemães por acaso. Já aqui frisei mais que uma vez, por cá oferecemos sempre café e sorrisos.

Aí foi, ofereceu-se café antes mesmo da reunião. Preferiram cerveja. Ok. Alemães...

Qual não foi o meu espanto quando, a meio da reunião, um se levanta, vai ele próprio ao frigorífico e traz mais duas cervejas para eles.

Não é a questão das cervejas. É a questão da educação. Levantar-se sem pedir e ir ao frigorífico buscar o que quer que seja?

Oh pá, aquilo ferveu lá dentro. Não gosto nada de pessoas mal educadas. E assim que ferveu a vontade de o mandar escadas abaixo foi maior. Só para ver se ele subia com outra educação e podíamos começar do zero.

E não se trata de serem clientes, ou serem alemães - nunca me aconteceu tal mesmo com alemães. Foram pessoas mal educadas que aqui estiveram, ponto.

E não quero entrar pela parte de terem vindo ao meu pc e mexer sem autorização que aí apeteceu mesmo manda-lo pela janela.

Mesmo assim a vontade de rolarem escadas abaixo ficou. E enquanto me lembrar deles, fica.

Mas acreditem, eu até sou boa pessoa. E gosto de educação, simples não?!

28
Ago16

Desafio 52 semanas | Semana 30/52

Maria

Semana 30: Fico impaciente com pessoas que...

 

São sempre as mesmas atrasadas - Não gosto de esperar constantemente pela mesma pessoa. Acaba por me irritar.

Só sabem falar e não sabem ouvir - Acho que pessoas com esta atitude dizem muito sobre elas. E sinceramente já não tenho muita paciência para pessoas que não sabem ouvir, mas cansam os outros de não pararem de falar. 

São demasiado cuscas - Dos exageros, porque quase todos temos uma veia cusca. Mas aquelas pessoas que fazem disso tipo emprego. Há primeira oportunidade tento pô-las no sítio.

Se acham superiores - Deve ser das coisas que mais me tira do sério, mais me faz ficar sem paciência. Pessoas que têm um discurso superior. Pessoas que, mais que quererem ser tratadas com superioridade, querem rebaixar a quem se acham superiores. Passam a ser as pessoas mais pobres para mim, de valores. 

Não respeitam as mulheres - E não estou a ser muito feminista, nem tem a ver com o machismo. Não, tem a ver com qualquer pessoa que não respeite uma mulher. Tem a ver com os homens que maltratam as mulheres física ou psicologicamente. Tem a ver com os homens ou mulheres que "rotulam" qualquer mulher. Tem a ver com mulheres que não respeitam mulheres. Com mulheres que fazem de tudo para lixar outras mulheres só porque sim. Falo de mulheres que não se sabem unir e tão só por isso não respeitam as mulheres logo não se respeitam a elas próprias. Falo de homens que acham que podem tudo e uma mulher não pode nada.

#52semanas

E desse lado, quem vos deixa impaciente?

03
Ago16

Desafio 52 semanas | Semana 28/52

Maria

Semana 28: Minhas maiores “neuras” e manias são...

 

Planos - Não sou muito de fazer planos. Não gosto de com muita antecedência planear certas coisas.

Marcas de biquíni - Tento ficar sempre com o mínimo possível. É por isso que depois até há biquínis giros com feitios xpto, mas não consigo comprar já a pensar que se ficar com marca não vai ficar bonito. 

Mexerem nas minhas coisas no trabalho - Sou bastante organizada, mesmo na minha desorganização. Tão por isso não gosto que mexam nas minhas coisas, porque baralham-me o sistema.

Tomadas eléctricas - Panca. Neura. Mania. Sei lá. Evito mexer. Evito ligar tomadas. E é tão chato. Mas é uma urticária interna que chega a dar-me suores. 

Unhas - Gosto de ter as unhas sempre impecáveis. Bem arranjadas e pintadas.

Mexer no cabelo - Sim é uma mania que tenho. Se estiver em alguma situação mais desconfortável nota-se o quanto mexo.

#52semanas

E desse lado, manias?

04
Jul16

Desafio 52 semanas | Semana 25/52

Maria

Semana 25: Tenho pavor de...

 

Perder os meus - Sou muito apegada a eles. Faço imenso por eles. Agradeço todos os dias o que fazem por mim. Sinto que somos mais todos juntos e tenho pavor do dia que assim não seja.

Cobras e bichos rastejantes - Sempre que vejo uma cobra (sem ser em zoológico ou coisa do género) ganho em mim uma urticária de todo o tamanho. Coço-me toda como se não houvesse amanhã.

Dentistas - Já aqui o disse...e pouco mais há a dizer sobre isto. Mas ainda é o dia que tudo me dá urticária ao ir ao dentista. E a dor de barriga está lá.

Gatos - Num contexto especial - Eu e um gato fechados num lugar comum. Cá fora não me metem impressão. Mas não gosto de estar no mesmo espaço que um gato. Ter um gato em casa para mim era impensável.

Pessoas ciumentas - Há uma linha que separa os ciumentos qb dos ciumentos obsessivos. Tenho pavor dos que ultrapassam limites. Pessoas demasiado ciumentas tornam-se "desconhecidos" independentemente do grau que os una, pessoas demasiado ciumentas transformam-se. Tenho urticária.

Nadar debaixo de água - É coisa que não me assiste. Daí a não me aventurar quase em nada que envolva água.

#52semanas

E vocês, qual o vosso pavor?

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D