Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

23
Jun21

A vida é um lugar estranho e bom. Mesmo com dias de merda.

Maria

A Douro

 

É impossível não partilhar isto. Não escrever sobre isto. Não dizer duas ou três coisas que preciso.

Ainda que, não saiba o que dizer. Como o dizer. Ou se quero sentir o que vou sentir ao escrever. Mas partilhar em palavras aquilo que sinto sempre foi a minha melhor versão.

Perdi há duas semanas, uma das melhores pessoas da minha vida.

Do meu crescimento. Do meu sangue. Daquelas que partilhavam o mesmo lema de sorrir, todos os dias "no matter what". Daqueles que me ensinou que a criança dentro de nós é preciso mantê-la para bem da nossa [in]sanidade. Daqueles que me faziam sorrir quase todos os dias, ainda que há distância com as parvoíces que me enviava e que era constante no seu estado de boa disposição. Sempre pronto a ajudar. Sentido de família. Cheio de vida e onde estivesse não deixava ninguém indiferente. Com uma facilidade em fazer amigos em qualquer lado. Sempre na tanga a dar-nos aquela dificuldade em perceber se era "agora" que estava a falar a sério. A ver o copo sempre a transbordar.

[ Dá saudade. Dos encontros que já tínhamos meio definidos para juntar os estarolas. Dá saudade a cada fotografia. Dá saudade a cada canto da vossa casa. Dá saudade ao olhar para os miúdos. Para os teus pais. Dá aquele aperto, daquela mistura de saudade e de ainda estarMOS a tentar acreditar que aconteceu.

Há uma semana vi-te a ultima vez na despedida e por entre as lágrimas só me apeteceu dizer-te "vá deixa-te de tangas levanta-te daí". Porque tu eras assim. Os encontros de família não vão ser mais os mesmos. De todo.

Porque há dias de merda. e o dia em que partiste foi definitivamente um dia de merda. Sem tentar perceber o que pode explicar o inexplicável é tentar aceitar. 

Cada um sente a perda de alguém de diferentes formas. Nem todos nos tocam da mesma maneira e isso nunca se impõe. É simplesmente  sentido e verdadeiro o que cada um é na nossa vida.

O fugaz e inesperado, o que surge sem aviso prévio é ainda mais difícil. Os dias passam a dor não tem diminuído e o facto de muitas vezes não se conseguir exteriorizar coisas é ainda mais difícil. Dizemos sempre que o tempo ajuda. Mas o tempo aumenta a dor, as perguntas e o difícil que é não há nada a fazer. 

Entre o luto, os silêncios, as noites, as lágrimas, as recordações faz eco a tua gargalhada, a tua sempre grande e efusiva gargalhada. "Oh prima Oh prima" fica-me para sempre cá dentro. Muito mais nestes dias de merda que as tuas mensagens já não entram para me fazer soltar aquela gargalhada enquanto dizia "só tu!" ]

Há dias em que a Vida nos prova que é uma grande filha da puta. Que é injusta. Que leva os melhores de entre nós demasiado cedo.

 dia 9 foi um desses dias.

E eu só quero que estejas em paz ❤

 

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito 》

11
Dez20

O amor é um lugar estranho. E fofido!

Maria

IMG_20201211_092734_345.jpg

às vezes temos mesmo que parar e puxar pela razão e olhar

ver o sentido

perceber que se calhar o caminho não é aquele

na verdade, pode não existir ali um só, um nós

e percebemos que não éramos um, éramos dois, cheios de caminhos para percorrer e metas para atingir diferentes, logo sozinhos...

perceber que o caminho não será junto é difícil

mas olhar sem o coração às vezes é mesmo preciso para não toldar a realidade aos nossos olhos

será sempre difícil, mas [um dia] vais conseguir olhar para trás e perceber

sem mágoa

que é o que tinha de ser!

e está tudo certo [ ♥ ]

18
Nov20

Um bocadinho abaixo do Polo Norte

Maria

20201118_132527~2.jpg

 

Hoje voltei ali só para sentir-me dentro do "postal". Desta natureza sublime. Desta paisagem desafogada. Deste silêncio gritante. Deste contacto com o nada tão cheio de tudo. Parei e olhei só para respirar fundo duas vezes e seguir. Seguir em frente. Sempre. E partilhar com vocês um pouquinho deste Douro. Perdido um bocadinho abaixo do Polo Norte.
E LINDO sem qualquer filtro 💙

[passaram-se quinze dias para voltar a fazer o caminho, sair e ir ao trabalho, este caminho e voltar para a nossa bolha. foi tão bom. oh mundo, por favor, volta ao normal]

...e vocês, de que sentem mais falta?

07
Out20

O Amor é um lugar estranho.

Maria

Hoje apetece-me falar de Amor.

Amor

 

Precisamos de acreditar sempre que a vida vale a pena. Precisamos diariamente de sentir que isto faz sentido. Que precisamos mais que sobreviver, viver. Intensamente. Não como o mundo acabasse amanhã, mas sim, com a convicção de que o hoje não volta. Precisamos tanto de amor como do ar que respiramos. Para nos sentir vivos. Para nos acalmar a alma quando precisa, mas nos elucidar nos passos, para nos garantir a caminhada.

Precisamos do amor que nos faz ser mais. 

Precisamos mais de falar de amor. Sentir. Nas entranhas da pele a emoção que nos alegra a alma. Que nos faz sorrir porque é verdadeiro. Abalroados com o brilho nos olhos. De não ter medo de dizer que sim. Que sentimos. Que estamos apaixonados. De sermos verdadeiros com o outro, mas muito mais com nós mesmos. Merecemos

Merecemos fechar pontos abertos. Merecemos olhar em frente e não ter a constante vontade de ir ver como fizemos rascunhos. Às vezes a vida vem e não tem nada a ver com o que tinhas planeado. Não olhes para isso como não sendo bom, como se não pudesse ser o lado certo. Como se não valesse, à partida, a pena. Vai. Faz. Sente. Confia. Tem fé. Mas acima de tudo, tem coragem. Não cedas - ao tremor das pernas, à incoerência dos pensamentos e ao teu Eu interno que ainda se amedronta com a tentativa de ser feliz.

Sim, às vezes, ser feliz também dá medo. Já sentiste isso? Quando achas que pode correr mal, porque na verdade sentes que está muito bom?

Merecemos.

Merecemos deste Amor que que nos transborda a alma. Que nos rouba o corpo. Deste que nos faz sentir como se tudo fosse a primeira vez. Mágico. Surpreendente. Feliz.

Deste Amor que nos faz aprender todos os dias como a vida é - também - isto!

[ ♥ ]

24
Set20

Pessoas que te mostram a luz ao fundo do túnel?

Maria

IMG_20200924_153135_534.jpg

 

Há sempre alguém que vai fazer com que vejas para lá do que está à tua frente. Daquilo que os teus olhos enxergam mas que o coração não está a chegar lá.

Há pessoas que te vão mostrar o quão bonita és naquele dia em que acordas com a juba a ter vida própria, em que nem o teu melhor creme tapa a marca que apareceu e em que nada encontras para vestir que te faça sentir bem.

Há pessoas que te vão fazer rir, naquele preciso momento em que os ciscos nos olhos só esperam um sinal para desabarem.

Há pessoas que te vão mostrar que mesmo nos dias sem sol ele está lá pronto para voltar a aparecer.

Há pessoas que te vão fazer olhar melhor para o que nem deste conta. Pessoas que saberás na hora que te apareceram no momento certo. 

Há pessoas que te vão acalmar as perguntas, mesmo que não te tragam as respostas já prontas.

Essas pessoas são para manter perto.

Pessoas que te chegam positivas. Que te empurram para a frente. Pessoas que sabem abraçar. Que te dão a mão, também quando ninguém está a ver. Pessoas que sabem ouvir. Que te admiram. Que te convidam quando não estás na onda. Pessoas que te integram. Que te mostram o lado certo quando tudo está do avesso.

Pessoas que te mostram a luz ao fundo do túnel?

Gosto [ ♥ ]

14
Set20

O amor é um lugar incrivelmente estranho. E bom. E fodido!

Maria

IMG_20200914_144727_052.jpg

 

Continua a querer ficar se queres mesmo ficar. Vai se achares que o que faz sentido é ir.

Acredita acima de tudo em ti. No que o teu coração te diz. No que faz bater lá dentro mesmo quando cá fora tudo parece desalinhado. Acredita em Ti e no Amor. Ouve. Não os outros mas tu.

Um dia vai dar certo.

Vais perceber que tinha de ser assim. Vais deixar de questionar o caminho. Vais agradecer por teres chegado ali. Onde faz sentido.

Porque isto da vida é isso que interessa, o fazer-te sentido.

Acredita no Amor, mesmo se os astros andam desalinhados.

Porque é o que faz sentido. Sentir [ ♥ ]

09
Set20

Carta de amor #5

Maria

Desde que fui madrinha, o meu coração nunca mais foi o mesmo. Nem a minha vida. E nem vejo a minha vida já sem ti, isto porque estou contigo quase todos os dias e quando não estou quase sempre falo contigo ao telefone.

E isto é ajudar-te a crescer e acompanhar-te sempre que posso. Ser madrinha é isto, certo?

20200909_173422_0000.png

 

Sentir que também gostas de mim, que gostas de passar tempo comigo, que gostas muito de vir lá para casa, que queres ir à praia comigo, ou mesmo quando me perguntas "vens minha casa hoje?".

Continuo a dar-te colo sempre que pedes. A dar-te a mão para te ajudar a caminhar. A brincar sempre que posso e a ser a tua palhaça de serviço. Tão bom!

Não somos do mesmo sangue, mas isto é família.

Desejo que cresças feliz. Com esse sorriso bom que tens e que não percas esse sentido de nos fazer rir pela marota que és.

Posso não te dar o mundo, mas nunca te faltará amor. Obrigada por seres minha afilhada e por dares cor a esta minha caminhada!

Grata.

Parabéns minha pequena.

Amo-te muito ♥

06
Jul20

O amor é um lugar estranho. E fodido.

Maria

IMG_20200706_140143_219.jpg

 

É importante perceber os sinais. É importante ter o discernimento necessário para enxergar se está mesmo tudo bem, ou se os sentimentos toldam a realidade. É importante haver um nós. Mas sem deixar de haver um "Eu" e um "Tu".

Pior que não nos amarmos, é viver uma relação tóxica. E deixar ir.
Estamos sempre a tempo para o NÃO. "NÃO quero mais isso na minha vida" terá que ser imperativo antes de deixar ir. 🖤

[se estão numa relação tóxica saiam enquanto há tempo. se conhecem alguém que esteja ajudem a sair]

26
Mai20

O Amor é um lugar incrivelmente estranho. Mas bom!

Maria

IMG_20200526_102734_388.jpg

Às vezes já não é a pessoa que te faz falta. Se conseguires olhar com o coração em sentido vais perceber que, é aquele sentimento que te faz falta. São "as borboletas" na barriga, são o respirar fundo e sentir aquela paz, é o acreditar naquele sentimento que ali se construiu. É sentir falta de se sentir feliz só porque sim, de querer fazer aquilo mas com alguém do lado, é querer partilhar até as coisas mais parvas... e por falar em parvoíce, é sê-lo com aquela insanidade típica de dois seres em um só.

Às vezes já não é daquela pessoa que tu sentes falta, é do que ela te fez sentir, mas que tens que lembrar que o poderás voltar a sentir. Aquele sentimento mas com outro alguém  ♥

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub