Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

16
Fev20

Lamentável.

Maria

1024.jpeg.jpg

 

Eu sei que há pessoas a assobiar para o ar e a deixar passar esta atitude em branco. Eu que tenho como uma das paixões futebol não consigo. Porque além da minha paixão por futebol, sou uma apaixonada pela vida e pelas pessoas. Pessoas. Seres humanos. Independentemente da raça , cor de pele, nacionalidade, estatuto social o que quer que seja. Se há coisa que eu não sou é racista e custa-me imenso acreditar que em pleno 2020 há mentes estupidas e retrógradas a sê-lo e pior que isso a fazer de um evento desportivo palco para a sua estupidez, cobardice e desrespeito pelo ser humano, pelo outro. Aquilo é só futebol. FUTEBOL! A cor da pele é só a cor da PELE.  É só pele.

Que não se assobie pro ar e nem se olhe para o lado com situações destas. Fazê-lo é compactuar com estes actos. 

Diria-o fosse qual fosse o clube. Fosse qual fosse o jogador. Seja quem for a pessoa.

Não ao racismo. E espero que o "grito" do Marega em não ter que suportar semelhantes actos, seja apoiado. E que a quem de direito, faça valer os direitos que todos os seres humanos têm de serem respeitados.

14
Jan18

Maria, que tens tu a dizer sobre a mais polémica campanha do momento?

Maria

Sobre a polémica campanha da H&M com  a camisola "Coolest Monkey in the jungle" vestida por um miudo negro.

A minha dúvida está em, está tudo revoltado pela frase? Por a camisola estar a ser vestida por um miudo negro? Se fosse por um branco a reação seria a mesma? Tudo isto  está em quem fez as camisolas, a campanha ou nos olhos racistas de quem a vê?!

Eu acho tudo isto muito exagerado e sou muito mais da opinião de não ver o "racismo" de quem a lançou ser maior que o racismo de quem a lê.

Mas isto é a minha opinião e cada um tem a sua.

O mundo (quer) avança.  Os anos passam. As pessoas indignam-se afirmando que não são racistas. É-se racista.

11
Nov15

Constatação *124*

Maria

Tu nunca és racista até te porem à prova. E de repente quem muda de cor és tu!

 

Continua-se a ter actos racistas mesmo quando acabam de dizer por palavras que não o são. Continuo a dizer o mesmo: Todos somos tão diferentes e todos somos tão iguais. A diferença está apenas naquele milímetro de pele que te cobre o corpo. As outras diferenças criam-se aos teus olhos, na tua mentalidade, na tua cabeça e no teu coração. #somostodosfarinhadomesmosaco. É aprender de uma vez por todas. Isso sim.

30
Abr14

"Somos todos macacos" #somostodosfarinhadomesmosaco

Maria

Desse movimento dos #somostodosmacacos que já toda a gente viu tenho uma coisa a dizer. Sou uma macaca, o tanas e nem gosto de bananas. O gesto que o Daniel Alves fez, a maneira como reagiu à atitude pouco humana de um ser parvo que lhe atirou uma banana em pleno jogo foi surpreendente e conseguiu sair ainda mais por cima de um infeliz acto de estupidez. E a coisa podia ter ficado por ali. Foi uma boa resposta, à altura. Eu aplaudo-o de pé. Mas o mundo está mais à frente, as redes sociais são potenciadores fósforos sempre em busca de um quentinho para propagar. O Neymar abriu as portas postando uma fotografia com a banana e a campanha está a correr mundo. Eu sou por essa campanha, não necessariamente pela parte da banana ou do supostamente sermos todos macacos. Não só sou contra esse acto de atirarem coisas para dentro do campo, como contra os cânticos racistas nas bancadas. Mas, infelizmente, quantas atitudes irracionais já não assistiram nas bancadas de um campo de futebol? Tenho em mim que até o infeliz que atirou a banana ao Daniel já tenha postado a sua fotografia com a fruta de sorriso nos lábios com a legenda “Diga Não ao Racismo”. O mundo é isto, o mundo do racismo/preconceito é isto. Tem-se actos racistas mesmo quando acabamos de dizer por palavras que não o somos.

Posto isto. Sou toda eu contra o Racismo, contra as diferenças, contra o preconceito. Nós não somos todos macacos, os macacos são os macacos e nós somos os humanos, todos somos humanos.

Todos somos tão diferentes e todos somos tão iguais. A diferença está apenas naquele milímetro de pele que te cobre o corpo. As outras diferenças criam-se aos teus olhos, na tua mentalidade, na tua cabeça e no teu coração. #somostodosfarinhadomesmosaco. É aprender de uma vez por todas. Isso sim.

26
Fev14

Um mundo tão cheio de moralismos e com tanta falta de moral.

Maria

A Rita Pereira está a ser enxovalhada em praça pública aka redes sociais devido à sua última produção fotográfica para a Micaela Oliveira em terras de Moçambique. Sim, enquanto há as fotos nas savanas e perto dos animais há também fotos junto do povo moçambicano e de toda aquela pobreza que todos conhecemos. Há uma diferença entre as pessoas que xingam a Rita pela falta de respeito perante uma produção caríssima e um povo pobre e aquelas que insultam porque sim mas eram incapazes de dar as mãos, abraçar ou deitar com uma pessoa de outra cor, para já não falar pobre. Just because you know ninguém é racista até prova em contrário e se fossemos a comprovar teríamos muito a dizer com toda a certeza.

Não estou aqui com falsos moralismos, não gosto é certo, de algumas fotografias por evidenciarem tanto a desigualdade pela falta de noção da grande diferença que existe naqueles dois mundos. Mas nós olhamos para eles e notamos miséria. Eles ao olharem para a Rita não fazem a diferença se ela usa um vestido que custa 20€ ou 1000€. Não fazem a diferença do que é uma pulseira de bijuteria ou uma pulseira de marca xpto. Não fazem a diferença se ela calça umas sandálias Seaside ou umas Jimmy Choo. Não fazem a diferença se os brincos são parfois ou uns Bulgari. Aquela criança no colo da Rita não chora porque é pobre e vive na miséria, chora como todas as crianças choram e com certeza também não é a fazer birra porque naquele dia quer pizza ut e não Mac, ou porque não quer o peluche vermelho  mas o branco da Chicco. Aquelas crianças de sorriso no rosto, que cantam e dançam quando bem lhes apetece não o fazem pelos bens que têm mas se fossem a chorar pela miséria que vivem já tinham morrido todas.

Mas que dizer de quem vai trabalhar para estes países a ganhar balúrdios juntamente com os de lá a ganharem uma miséria? Que dizer de quem lá vai passar férias mas não sai do resort porque é muita pobreza? Que dizer de quem trabalha nestes países e tem empregada doméstica a quem dá o mesmo que dá por cá a um arrumador de carros? Que dizer de quem vai a estes países e é incapaz de se chegar a esta gente? Que dizer de quem sempre se queixa e vai a um pais destes e dá de caras com um sorriso de uma criança com a bacia às costas, ou com um pedaço de um urso de peluche na mão?

Não estou a criticar quem critica. Eu própria acho muito boa a produção na savana e tenho um pé atrás com a produção no povo (mas não vou enxovalhar a moça a dizer que ela não vale um chaveto, que é má pessoa, que não tem noção das diferenças ou que é isto ou aquilo). Mas também sei que no meio de tanta crítica negativa existe muito telhado de vidro com vontade de apedrejar os outros.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub