Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

30
Jun22

O meu "pikeno"

Maria

Quem por aqui anda há mais tempo, já apanhou histórias do meu "pikeno". Sobrinho que desde sempre o tratei assim. Muitas são as conversas hilariantes que aqui partilhei com ele desde cedo. E esse humor dele foi sempre algo muito presente na sua personalidade. Tem um sorriso fácil, lindo, inteligente, amoroso, amigo e faz-me rir muito.

Eis que, estando ele um jovem, da minha altura, a calçar bem mais que eu e já com a voz a impôr-se, nestas ultimas férias pela primeira vez a conversa passou-se assim:

Eu: Vamos lá então. Pode ser que do outro lado esteja bom tempo, se não estiver temos sempre a Poncha a caminho.

Ele: "Oh pikena" mas só pensas em poncha?

Chamou-me "Oh pikena".

Caramba. Eu ri muito. Mas bateu cá dentro uma saudade!!

IMG_20220630_135013_744.jpg

 

Eles crescem e uma pessoa nem dá conta, certo?

31
Jul21

Feliz aniversário ♡

Maria

Lomogram_2013-08-23_06-17-48-.jpg

 

Tenho saudades daquele abraço que é só teu. De te pegar ao colo. De vibrar com cada gargalhada que dás e que enche as medidas. És tão nós. Tenho-te saudade de dar-te a mão para não caíres. De te melgar com tantos beijos e abraços, de correr contigo, de brincarmos juntos e de ser a palhaça de serviço. 

Como tu estás um crescido. Como a tua voz já mudou, como já deves estar mais alto que eu, porque na última vez que estivemos juntos já estavas quase. Como continuas a ser um menino de tão bom coração,  de bons princípios.  De ser muito amigo dos teus amigos.  De te preocupares com todos à tua volta. Como isso te faz ser tanto na nossa vida e tu nem te dás conta.

Seres um menino do bem é um orgulho e só desejo que esse seja sempre o teu caminho. Que sejas imensamente feliz, que a vida te sorria. Que não percas esse teu sentido de humor e Amor ❤

Mesmo a milhas de distância amo-te milhões.  Mais que ontem e menos que amanhã.  Parabéns meu pikeno. 🎂🎉

13 voltas ao sol 🍀

31 de Julho 

31
Jul19

Dias especiais ❤

Maria

Lomogram_2013-08-23_06-17-48-.jpg

 

Há onze anos que me és mais um pedaço também de mim, que te olho como sendo meu. Que te amo com todo o coração e mais algum, que te sinto saudade a cada dia. Que me orgulho do sorriso lindo que tens. Que me fazes apaixonar mais um bocadinho cada vez que me contas as tuas traquinices. Que me babo de orgulho a olhar para ti pelo menino amigo, educado, encantador, simpático e amoroso que te tornaste.

Estás um crescido. Eu uma tia babada. Queria dar-te o maior abraço até continuares a dizer "isso é um bocadinho chato" ou "já chega, não achas que estás a exagerar?". Continuo a acreditar que pode ser que um dia, os astros se cruzem e a gente comemore junto. Até lá, é como se estivesse aí do teu lado, cantei os Parabéns com o mesmo entusiasmo e os olhos ficaram cheios de ciscos. Tudo porque te quero o melhor do mundo.

Amo-te meu pequeno. Dez anos de ti. Como eu te Amo. Como te tenho saudade todos os dias.

Parabéns meu bem ♥ sê feliz meu {sempre} pequeno!

31
Jul18

Dias especiais ❤

Maria

Lomogram_2013-08-23_06-17-48-.jpg

 

Há dez anos que me és mais um pedaço também de mim, que te olho como sendo meu. Que te amo com todo o coração e mais algum, que te sinto saudade a cada dia. Que me orgulho do sorriso lindo que tens. Que me fazes apaixonar mais um bocadinho cada vez que me contas as tuas traquinices. Que me babo de orgulho a olhar para ti pelo menino amigo, educado, encantador, simpático e amoroso que te tornaste.

Estás um crescido. Eu uma tia babada. Queria dar-te o maior abraço até dizeres "isso é um bocadinho chato" ou "já chega, não achas que estás a exagerar?". Continuo a acreditar que pode ser que um dia, os astros se cruzem e a gente comemore junto. Até lá, é como se estivesse aí do teu lado, cantei os Parabéns com o mesmo entusiasmo e os olhos ficaram cheios de ciscos. Tudo porque te quero o melhor do mundo.

Amo-te meu pequeno. Dez anos de ti. Como eu te Amo. Como te tenho saudade todos os dias.

Parabéns meu bem ♥ sê feliz meu {sempre} pequeno!

22
Jun18

Ciscos nos olhos e quilómetros de distância. 4 anos depois.

Maria

Há quatro anos atrás.

17 Setembro de 2014.

Começaste uma nova etapa na tua vida. Lá longe.

Esta cena da distância das pessoas é do caraças. E por muito que nos dias que correm com as novas tecnologias dêem para suportar muita coisa, a verdade é que perdes tanto dos outros que te estão distantes. Nós somos uns seres que nunca nos satisfazemos com nada de jeito e não dá-mos graças áquilo que temos de bom na vida. Mesmo aquelas pequeninas coisas que até já são rotina e que nos fazem um dia acordar e dizer “porra, estou farta desta rotina”. Há mesmo quem não tenha essa rotina. Simples, fácil e feliz para muitos. Impossível para outros.

Hoje o meu pequeno vai para a escola. Está um crescido. Como o tempo passa. Hoje o pequeno vai para a escola e eu gostava de estar lá para ver, nem que fosse ao longe por entre os pingos da chuva e as grades da escola a ver como o mundo dele hoje muda. Hoje gostava de o ter visto a acordar e ouvi-lo dizer que estava com medo, estar lá, segurar-lhe na mão e conter as minhas lágrimas perante as dele. Gostava de ter tomado o pequeno-almoço com ele mesmo que à pressa. Gostava de o ter ajudado a pôr a mochila nova às costas e a apertar as sapatilhas do benfica que detesto. Hoje gostava de lhe dizer que ele vai conhecer novos amigos e que vai ter muitos, assim como no infantário. Que vai aprender muitas coisas boas e todos os dias vai trazer novas aventuras para contar. Gostava de lhe dizer que vai encontrar algumas Eduardas mas que também vai conhecer "Fernandos" a quem lhe vai apetecer apertar o pescoço. Hoje, gostava de o ter ajudado a entrar no carro e fazer com que até à escolinha risse com a palhaça que tantas vezes sou. Gostava de lhe ter dado a mão até ao portão da escola e dizer “isto passa rápido, já já estou aqui para te vir buscar”, ou que “depois logo passamos ali no Lido e brincamos um pouco”. Hoje gostava de ter saído da escola dele de coração nas mãos e derramar rios ao entrar no carro já longe da vista dele. Mas entre o querer e o poder há a merda da distância.

 

Hoje, passados quatro anos, estás um crescido. E acabas essa mesma etapa. Mais uma. És finalista. E logo logo começarás outra.

Continuo a ter a merda da distância a separar-nos. E uma vontade de tanta coisa como escrevi há quatro anos.

Hoje neste final desta etapa na tua vida, continuo aqui, longe. E estes ciscos nos olhos que vão pro rai’que os parta. Que me inervam. Ciscos nos olhos e quilómetros de distância. Grande merda.

31
Jul17

Dias especiais ♥

Maria

Quando uma das pessoas mais importantes da minha vida há nove anos me ligou a dizer "já nasceu" a milhas de distância, senti o que ainda hoje sinto quando me lembro. Um misto de emoções. Um amor maior por alguém que ainda quase não tinha visto mas que amava com todo o coração, uma saudade, uma vontade de pegar um avião e ir. Lembro-me o coração apertadinho que a partir desse momento ficou. Até hoje. Não estar ali lado a lado fisicamente com os nossos traz-nos isto. Aquele misto de emoções do quereres muito estar lá. Para acompanhar sempre aquilo que inevitavelmente vais perdendo, por mais que (graças a Deus!!) as tecnologias ajudem.

Há nove anos que me és mais um pedaço também de mim, que te olho como sendo meu. Que te amo com todo o coração e mais algum, que te sinto saudade a cada dia. Que me orgulho do sorriso lindo que tens. Que me fazes apaixonar mais um bocadinho cada vez que me contas as tuas traquinices.

Estás um crescido. Eu uma tia babada. Queria dar-te o maior abraço até dizeres "isso é um bocadinho chato". Continuo a acreditar que pode ser que um dia, os astros se cruzem e a gente comemore junto. Até lá, é como se estivesse aí do teu lado, cantarei os Parabéns com o mesmo entusiasmo e os olhos ficarão cheios de ciscos. Tudo porque te quero o melhor do mundo.

Amo-te meu pequeno. Nove anos de ti. Parabéns meu bem ♥

03
Jan17

Back to work!

Maria

2016 foi-se. O mano e família também já foram. As férias acabaram. Veio 2017. Começa aqui (sim eu sei que o ano já conta com três dias) mais um ano em branco que inicia mais uma série de capítulos (bons espera-se!). Volta-se ao trabalho e mesmo não sendo fácil, mesmo aqueles cinco minutos difíceis pela manhã para sair da cama com este gelo, mesmo aquele primeiro pensamento matinal "oh não, tenho que ir trabalhar", o facto de ter para onde vir é começar bem o ano.

Foram umas férias maravilhosas por ter tido a sorte de passar com os meus. Desliguei completamente de quase tudo. Foram dias bem dispostos, muitas gargalhadas. Muita emoção. Partilha. Muita engorda.

Ontem foi dia de voltar ao aeroporto. Dia de dizer até já. De querer muito estar junto. De querer parar o tempo. De dar os abraços e beijos possíveis. De sorrir com o rosto em lágrimas. De tirar mais fotos, de olhar e olhar, de perder-se no olhar. De mais abraços e de me perder nas "entrelinhas". De ainda ouvir o pikeno a dizer "até pode ser que te deixem ir connosco no avião mesmo sem bilhete". De voltar a casa e sentir - aquele - vazio. De agradecer por isto ter sido possível. 

Hoje começa-me o ano. O [meu] Janeiro.

Hoje voltei à rotina. Ao acordar cedo. Ao sair de casa e conduzir cedo até ao trabalho com a Rádio Comercial como companhia. Comecei da melhor maneira ao ouvir na Comercial que é possível acreditar nas pessoas, quando depois de ouvir a história do Paulo e da Lucinda, aquele casal que em Agosto do ano passado na A1 distribuíram água sem pedir nada em troca a uma multidão de pessoas que se encontravam lá paradas no trânsito. Hoje a vida trocou-lhe as voltas e são eles que precisam de ajuda. A Lucinda está com problemas de saúde e o Paulo ficou desempregado. Pelo que percebi houve imensas pessoas a ligarem para a Comercial a quererem ajudar o casal.

Venho trabalhar e ouço isto, há melhor maneira de começar o ano?

É ajudar o próximo, é tentar ser positivo e sorrir, sempre!

22
Dez16

A minha árvore não tem presentes, e daí?

Maria

O melhor, dos melhores, de tudo o que poderia desejar chegou esta madrugada.

Quatro anos depois. Quatro. Tenho os meus comigo.

Há oito anos que não conseguíamos passar o Natal juntos.

Há lá presente melhor que este?

Não. Nenhum que venha com laço me daria uma décima do que é tê-los comigo.

Estou feliz. Oh se estou

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub