Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

22
Mar20

Não há agasalho que nos proteja de pessoas frias. O resto dá-se um jeito

Maria

Às vezes ainda me surpreendo com as pessoas. Não devia.

Enquanto há todo um esforço para não se sair de casa.

Enquanto uns fazem tele-trabalho. E empresas fecham.

Enquanto uns têm que fechar os seus próprios projectos, lojas, empreendimentos, o pão de cada dia.

Enquanto uns fazem isolamento/quarentena voluntária.

Enquanto uns não visitam a família.

Enquanto uns adiam casamentos, batizados, festas comemorativas...

Enquanto uns não festejam o aniversário com a família e amigos. 

Enquanto uns ficam isolados e completamente sozinhos em casa.

Enquanto as escolas fecham e todas as crianças vão para casa.

Enquanto pára o futebol.

Enquanto uns dão concertos a partir de casa para animar a malta.

Enquanto uns dão aulas de fitness, exercício físico, zumba, o que seja - de casa - para nos manter activos de casa.

Enquanto há pessoas que gostavam de ficar com os seus em casa e arriscam todos os dias a ir trabalhar para os restante de nós termos o necessário.

Enquanto uns arriscam a vida para agarrarem a vida de outros - Obrigada!.

Enquanto uns não conseguem fazer a ultima cerimónia merecida a um ente querido.

Enquanto há pessoas que têm família internadas que já não visitam alguns dias...

Enquanto há pessoas que se disponibilizam a ajudarem os mais necessitados e os mais idosos.

Há outros que num dia de sol, vão passear para as marginais, para as praias, para o calçadão, para o raio que as parta porque isso não vale e pode ser evitado sem custo. Sim sem custo, poupem-me - a mim e a todos aqueles que adotaram o #ficaemcasa.

IMG_20200322_223836_770.jpg

 

Em tempos escrevi - Não há agasalho que nos possa proteger de pessoas frias. Distantes. Amargas. De pessoas que não olham para o lado, que não sentem os outros, que não se dão. Pessoas que não sabem sorrir. Ajudar. Ver além do seu mundo.

E é tão isto. Enquadra-se. Não se entende essas pessoas. Não se entende como fazem isto. Não percebo pessoas - destas. Não consigo.

12
Mar20

Tenho medo de pessoas.

No dia em que o coronavírus foi declarado pandemia pela OMS

Maria

 

Ontem partilhei no facebook o que me aconteceu, assim que saí do trabalho e passei por um dos hipermercados que passo todos os dias e que, muito na minha, aproveitei para ir fazer umas compras normais para a semana, como sempre faço.

Sim, Eu sou aquele tipo de pessoa que faz compras uma vez por semana. Razão: passo todos os dias por hipermercados logo não preciso de passar lá só uma vez por mês e atolhar a casa com tudo e mais alguma coisa. Pois que já tinha ouvido falar das "prateleiras vazias". Mas pensei eu que não devia ser bem assim até que, sai do trabalho e como qualquer normal semana e depois de não ter estado no fim-de-semana e não ter feito compras, lá fui eu.
Pois que...não havia verduras, alface, repolho, alho francês, cenouras... nada. Não encontrei massa, nem arroz. Também não tinha óleo. Salsichas tinha uma lata com certeza esquecida. Água minha gente. Nada. Nem garrafões nem garrafas. E óbvio, papel higiénico nem vê-lo. Ora eu ia fazer umas compras porque não costumo abastecer assim até ao teto mas... compreendo que a epidemia da estupidez é qualquer coisa que assiste a quem não sabe viver em sociedade. Em comunidade. Em tentar perceber que o alarmismo e o pânico deixa-nos ainda pior. É inconsciente. Tão inconsciente é quem vai limpar prateleiras como aquele que está em quarentena mas sai para os seus afazeres que engloba terceiros. Adoro pessoas. #sqn

E quando me dizem se tenho medo do vírus, tenho os meus receios, mas tenho medo das pessoas. E acredito cada vez mais naqueles que matam pela ultima lata em países de guerra e acredito que haja gente que tire o comer da boca de outros para comer e acredito, que num país que não está em guerra, num país que está apenas em cautela e de olhos abertos a tentar perceber que temos que ter cuidados e que cada um pode e deve fazê-los para bem de todos, haja gente a correr para o supermercado para atolhar a casa de papel higiénico?! É que eu por exemplo até estava a precisar porque quando compro, compro apenas o essencial até voltar às compras, assim dá para todos. Percebem o - dá para todos?

E já agora, metam lá o rabinho em casa quem está de quarentena ou quem pode evitar não sair à rua. E com isso quero dizer não vão para a padaria tomar o pequeno almoço e façam lá sala de duas horas, nem vão para as esplanadas todas atolhadas em típica época de verão, não precisam apanhar já o sol nas praias onde já quase não têm um espacinho para pôr a toalha. ah e irem todos a correr para o supermercado também não é boa ideia, como para as farmácias tentarem comprar três frascos de álcool quando na verdade até costumam deixar o frasco lá de casa passar a validade porque não usam. E se não têm sintomas, deixem lá as máscaras em paz. Lavem bem as mãos. Muitas vezes. 

Minha gente, menos. Porque a não ser que a estupidez dê caganeira, o vírus - dizem - não dá.

16
Fev20

Lamentável.

Maria

1024.jpeg.jpg

 

Eu sei que há pessoas a assobiar para o ar e a deixar passar esta atitude em branco. Eu que tenho como uma das paixões futebol não consigo. Porque além da minha paixão por futebol, sou uma apaixonada pela vida e pelas pessoas. Pessoas. Seres humanos. Independentemente da raça , cor de pele, nacionalidade, estatuto social o que quer que seja. Se há coisa que eu não sou é racista e custa-me imenso acreditar que em pleno 2020 há mentes estupidas e retrógradas a sê-lo e pior que isso a fazer de um evento desportivo palco para a sua estupidez, cobardice e desrespeito pelo ser humano, pelo outro. Aquilo é só futebol. FUTEBOL! A cor da pele é só a cor da PELE.  É só pele.

Que não se assobie pro ar e nem se olhe para o lado com situações destas. Fazê-lo é compactuar com estes actos. 

Diria-o fosse qual fosse o clube. Fosse qual fosse o jogador. Seja quem for a pessoa.

Não ao racismo. E espero que o "grito" do Marega em não ter que suportar semelhantes actos, seja apoiado. E que a quem de direito, faça valer os direitos que todos os seres humanos têm de serem respeitados.

10
Fev20

Coisas que constatei nas redes sociais!

Maria

Redes Sociais.png

 

- Há quem nunca vá gostar do que quer que seja que publiques. Nunca vai pôr um gosto, nunca vai comentar. Nunca te vai dar os parabéns. Resumindo, está lá caso não tenha morrido para a vida, só mesmo para cuscar.

- Há quem vai comentar tudo o que partilhas mas por mensagem privada. Tem sempre algo a dizer, mas longe dos olhos de outros. Só por mensagem privada. Toma atenção, possivelmente é porque não quer que se saiba que trocam qualquer tipo de comunicação. Cheira-me a gato com rabo preso e a gaja ciumenta na área, ou vice-versa.

- Há os que te fazem um pedido de amizade, ou os que te querem seguir no instagram, mas passam por ti no supermercado e deitam os olhos ao chão. Olham para o lado. Ou simplesmente passam sem qualquer tipo de reacção como se nunca te tivessem visto na vida(e o pedido de amizade é para quê, ao certo?!).

- Há sempre quem te vai convidar para dois dedos de conversa e um café, via mensagem privada, assim que publiques uma fotografia nova.

- Há alguém que não vai comentar a tua publicação numa de não estar a par das novidades mas sabe sempre tudo, inclusive com quem anda a tia do namorado da amiga do terceiro esquerdo. Sim essa mesma pessoa que vai comentar com alguém um pormenor da tua fotografia.

- Há quem só lá esteja para te identificar em concursos e passatempos e pedidos para vidas no Candy Crush.

- Há os que mandam um convite de amizade e não aceitas e eles retiram. Em breve voltam à carga com o mesmo processo.

- Há os que vão te mandar msg porque viram uma cusquice nas redes sociais que não querem que tu percas. Ou só mesmo para perguntar se já sabias daquilo.

- Há os que continuam com a mesma fotografia de perfil de 2008 quando aderiram.

- Há os que nunca vão pôr uma fotografia nem no perfil, mas pedem amizade a toda a gente porque somos obrigados a conhecer e a saber quem é aquele Manel Joaquim sem fotografia.

- Vai haver sempre um familiar/conhecido que aderiu aquilo há pouco tempo e vai escrever o que não deve para toda a gente ver porque não sabe como mandar uma mensagem privada.

- Há aqueles que acham que por te conhecerem via profissional tens que os aceitar nas tuas redes sociais e ainda têm a lata de perguntar, não viu o meu pedido de amizade/para seguir? (hummm se calhar vi mas não quero!).

- Há os que vivem a criar grupos de spam para a maioria dos que lá são identificados, mas por muito que faças logo sair do grupo, vão sempre incluir num próximo que já estão a "magicar"!

- Há sempre perfis fakes a serem criados e as pessoas nem se dão ao trabalho de disfarçar, tipo um perfil sem fotos ou com fotos de um qualquer galã de ficar no olho retirada da internet, sem amigos e sem informações que te pede logo a seguir amizade. Porque será?! Bahh.

Identificam-se?

06
Fev20

Do [meu sempre] Porto ♥

Maria

Eu não falo aqui de uma das minhas paixões há muito tempo. Quem me segue já deve ter reparado. Mas sinto. 

Eu não falo aqui de futebol há muito e gosto muito de o fazer. Sempre adorei escrever sobre futebol, essa paixão que me está entranhada, mas... o que eu gosto mesmo é de escrever sobre a minha paixão no futebol. O FCP. E o último post que fiz foi este e data de 20 de Maio do ano passado, ou seja foi o ponto final da época passada. Foi ali um grito, um apelo, um abre olhos para todo e qualquer portista que ama o Porto e que ama futebol.

FB_IMG_1580977456107.jpg

 

No pré época não consegui escrever nada e pelos vistos já estamos na segunda volta do campeonato e eu ainda não escrevi nada sobre o FCP.

Na terça-feira, o Porto empatou com o Académica de Viseu para a Taça de Portugal e estamos a três dias de um clássico que é um ponto de viragem, sempre muito importante, mas este ano ainda mais, na época e falta-me muita confiança na equipa, a sete pontos do nosso maior rival que lidera o campeonato.

Eu tenho muita vontade de falar e escrever sobre tudo o que se passa no [meu] FCP, mas só de pensar, fico revoltada. 

Na terça-feira foi para esquecer, nem jogo digno de equipa B foi. Foi mau demais. Não querendo aqui desvalorizar o Viseu, mas aquilo foi mau de assistir. Mesmo sabendo que falo de um jogo com todas as modificações. Foi mau.

E nervos. Muitos nervos a cada minuto e jogada mal executada.

Eu não quero saber se a culpa é dos jogadores, se é do treinador, da equipa técnica, do presidente ou da comandita toda. Mas quero que resolvam de uma vez por toda essa merda que anda aí em volta e só estraga o que é o meu clube.

O presidente estava na bancada de barrete na cabeça e se eu lá estivesse a assistir ao jogo quem enfiava o "barrete" na sacola era eu e ala que se faz tarde.

Estou triste com esta caminhada. Estou triste e sem palavras par tentar justificar o que quer que seja.

Não me lembra em anos sentir a falta de confiança antes de cada jogo. 

Sábado em nossa casa eu quero acreditar que vão sentir o clube e que vão dar a volta a esta porra, que já chega de terem perdido o norte!

Não consigo deixar de terminar como disse antes:

Continuo sempre a pedir que demonstrem aquilo que sempre me apaixonou. A mística, a garra, a confiança, a luta, o empenho, a atitude, a alma, o dar tudo por tudo de mão ao peito de orgulho. Ser Porto. É isto. Mas não tem sido. Anda em falha. Falharam. Em alguns momentos falham todos.

Não deixem.

Assim como eu não deixarei de amar de alma e coração o [meu] Porto, não o matem.

28
Jan20

Primeira compra na Escapeshoes

Compra online, opinião!

Maria

Já aqui vos tinha falado deste site e de como andava de olho em algumas promoções que se seguiram ao Natal.

Como já sabem, na semana passada foi o meu aniversário e sempre queremos dar um miminho a nós mesmas. E vi aí a oportunidade perfeita para fazer a minha primeira encomenda na Escapeshoes.

IMG_20200126_205458.jpg

 

Quem me acompanha no instagram e no facebook já sabe o que comprei porque já partilhei por lá (com vídeo),  mas não podia deixar de partilhar aqui convosco a minha opinião. 

Primeiro opino sobre o site e não posso deixar de salientar o que mais me surpreendeu, o prazo de entrega. São super rápidos. E isso quer dizer, um dia útil!  Isso. Encomendei na passada terça-feira e na quarta, ali estava a encomenda a chegar a casa. Timing perfeito visto que era mesmo o meu dia de aniversário e não pensava serem tão rápidos.

Depois nota-se o cuidado na embalagem dos produtos e no surpreender quem vai receber a encomenda. Estava tudo impecável ao abrir e ainda trazia um doce que a minha afilhada se apoderou logo e um cartão.  Portanto tudo positivo na primeira compra nesta loja online.

Quanto às sapatilhas Fila, a minha escolha, nem lhes dei tempo e usei-as logo. São muito leves e confortáveis. Estava apreensiva quanto à sola mais alta, porque ainda não tinha usado nenhumas deste género, mas estou a adorar cada passo com elas. Escolhi as todas brancas porque vão bem com tudo e são muito versáteis nos looks (espreitem nas redes sociais os que vou partilhando com elas) que podemos compor, mas têm mais modelos. Precisavam mesmo fazer parte do meu armário. Agora com desconto, o que é a cereja no topo do bolo.

Gostaram da escolha? Já compraram na Escapeshoes?

20
Jan20

Como segues novos blogs?

Maria

Novos Blogs (1).png

 

Tenho o meu blog há quase, quase onze anos e leio blogs ainda há mais tempo. E há blogs que vêm daí, outros que vão chegando. Mas se na altura eram bem menos, hoje em dia, quem não sabe o que é um blog - e quase quem não tem um blog?

Começamos pelo contrário. Por incrível que pareça quando comentam algo no meu ou nas minhas redes sociais com o "dá uma olhadela no meu" (caído do céu sem outro apontamento) é das coisas que menos me dá vontade de ir cuscar. Do género "segues de volta se eu te seguir?" Baah. É o que é. E estou a ser o mais sincera.

Mas conheço novos blogs pela simples curiosidade que me levam a espreitar onde quer que me apareçam. Sigo muito mais blogs do sapo do que outra plataforma, confesso! Talvez pela facilidade (subscrever e separador leituras) e com a falta de tempo, que antes tinha, de andar a pesquisar. É certo.

Muitos pelos destaques do sapo. Não leio todos os destaques, mas há muitos que me despertaram e continuam a despertar a  curiosidade por aí. É uma boa maneira da equipa destacar diversos assuntos e blogs que fazem parte desta plataforma e nós é uma forma de conhecermos novos blogs. Também já passei a seguir blogs nas Follow friday que por vezes se destacam ali.

Por comentários. Não necessariamente no meu, mas noutros blogs. Através de comentários conseguimos ter logo ali um click de se é alguém que possivelmente é interessante de nos levar a abrir o seu blog ou não. 

Quando são temas que me despertam a atenção e eu vou cuscar, acabando por ler os comentários de um qualquer post, muitas vezes acabo a seguir blogs por comentários que deixam em qualquer lado e que por uma ou outra razão me identifiquei. Eu gosto de seguir blogs que me cativem pelas palavras, pela sensibilidade, pelo respeito que transmitem. Respeito pelo que escrevem os outros, pela opinião de todos e respeito pelo que eles próprios escrevem. Às vezes num simples comentário, fica bem explicito.

Já houve uma altura que eu tinha mais tempo para andar a cuscar. Infelizmente não tenho conseguido e com muita pena minha, nem comentado certos blogs que gosto de ler tenho feito. Mas de qualquer maneira, o separador Leituras (principalmente e porque nos mostra os últimos posts dos blogs que subscrevemos) e a lista de Links (até tenho que actualizar a lista, há blogs que desapareceram e serve mais para ter o link de um blog de outra plataforma para ser directo, já que os do sapo ficam no Leituras) ali no lado direito ainda são os meus melhores amigos para acompanhar quem mais sigo (btw equipa do sapo blogs, tipo sugestão, era top conseguirem pôr esta lista de links a ficar por ordem consoante actualização nos blogs dos mesmos e para nós que seguimos, era muito bom para sabermos antes mesmo de ter que entrar no link do blog quem tinha actualizado desde a nossa ultima espreitadela)

Muitos também tenho espreitado através das redes socias. Seja do Instagram, ou do Facebook. E lá está, às vezes por comentários que sigo e fico fã dos blogs. E que alinham nas minhas piadas parvas também.

Encontramos bons blogs ali ao virar da esquina, quando nem sequer andamos à procura. E muito por nos identificarmos. Ou por acharmos de qualquer forma piada ao que escreveu. Blogs com sentido de humor cativam-me.

Também já me interessei por um post de um blog e nunca mais me identifiquei com nada.

Mas continuo a gostar daqueles blogs - com gente dentro - que são mais que publicidades ou palavras só para angariar seguidores.

14
Out19

13 Reasons Why - 3ª Temporada

Maria

 

Saiu a terceira temporada da série "13Reasons Why".

E é aquele vício de quereres ver logo, mas já saiu algum tempo e eu só agora acabei de ver.

Foi uma série que tal como disse aqui, apesar de à primeira vista não ser a minha onda uma série de adolescentes, mas que foi uma série que me prendeu do início ao fim. Bastante actual. E muito surpreendente. Quando acabou apesar de querer mais porque a série foi realmente boa, não me fazia sentido ter continuação. A segunda temporada desiludiu-me um pouco em relação à primeira porque foi muito sobre o julgamento e só. Não foi nada interessante e foi chata.

Esta terceira temporada está muito boa. Voltou aquele suspense da primeira. Aquele querer ver o que vem a seguir. Aquele entusiasmo inicial. Aquele desconfiar de tudo e de todos e o estar sempre a ter informações novas de todos. Prende-nos até ao ultimo episódio e foi, para mim, melhor que a segunda temporada. Virá outra?!

A dica para quem ainda não viu continua a mesma que da primeira série, não procurem nada sobre a série, traillers e algo do género, a expectativa de não saber-se nada do que vem a seguir é que a torna tão viciante.

Quem mais já viu? Quem nunca ouviu falar?

 

Já tenho outras na lista, mas comecei hoje a ver "Breaking Bad", só me dizem como é possível nunca teres visto?

Pois agora é que é, vamos lá ver se gosto...

06
Set19

Clube VilaRosa - Praia da Rocha

Maria

Não conhecia o hotel.

20190820_180657.jpg

[a primeira fotografia que tirei, da nossa varanda, numa altura em que estava a haver aula de zumba na piscina]

IMG_20190821_220459_086.jpg

 

Ficamos num quarto no prédio da Recepção com tudo ali à beira. O restaurante, o bar e o acesso à piscina principal, era mesmo ali. E o nosso quarto calhou mesmo de frente para a piscina. O quarto em si era bom, recentemente renovado, quarto standard, onde podíamos ainda contar com uma zona de mini cozinha com tudo o que precisaríamos caso usássemos. Frigorífico, fogão, banca da loiça, micro-ondas, cafeteira eléctrica, pratos, copos e talheres. No caso, estávamos em tudo incluído daí não termos usado nada. Tínhamos ainda a varanda com uma mesa e duas cadeiras com vista sobre a piscina principal.

O quarto estava sempre muito cheiroso após as senhoras da limpeza passarem por lá todos os dias.

Desde as pessoas da recepção, às pessoas do bar/restaurante. Aos seguranças, às senhoras da limpeza, tudo gente simpática. Ao Sr. Carlos do bar e à menina de cabelos lisos loiros, que não cheguei a saber o nome mas que nos recebia sempre com um sorriso e simpatia na zona do bar/restaurante piscina um muito obrigada pela simpatia durante os dias por lá.

20190821_215245.jpg

O Hotel fica a cerca de 10 minutos  a pé da Praia da Rocha. Num percurso que se faz muito bem e que me ajudou na parte da caminhada visto que me desgracei a comer.

E o dolce far niente deu cabo de mim.

 IMG_20190820_191432_822.jpg

Quanto à comida. Uma desgraça. Nos quilos, porque era óptima. Sem exageros. Não é que tivesse mil e dois pratos para escolher, mas numa semana não repetimos prato porque tem sempre coisas diferentes. Texuguinha como sou provei quase, quase de tudo. Tinha sempre um prato de massa, um prato de peixe e um prato de carne. Mais os acompanhamentos. Tinha sempre muitas saladas frias, só na parte das sobremesas é que acho que faltava variedade e mais opções. O que não me afectou muito porque confesso, comi sempre tão bem que não chegava a ter espaço para a sobremesa. É claro que lá esqueci dietas e repeti muitas vezes o prato da comida. E aquele bacalhau que eu repeti o prato e só não fui ao terceiro porque era o almoço e não queria ir para a água só às sete da tarde? Bem, como digo a comida era mesmo muito boa. O sabor. No ponto certo. Pelo menos para mim.

Há noite ouve sempre animação menos no dia do jogo Benfica-Porto mas aí eu fiz a animação ahah.

Na zona da piscina, na terça-feira e na quinta-feira houve zumba. Havia sempre música no bar de apoio à mesma.

IMG_20190821_010315_345.jpg

 

Dentro do hotel tínhamos mini-mercado. E uma segunda piscina, mais afastada da principal, visto que o Hotel tem muitos blocos de apartamentos.

20190823_100116.jpg

Tinha campo de ténis. Um parque de diversões para crianças e na zona da piscina costumava estar uma menina que entretinha os pequenos, com balões e pinturas e mais não sei bem o quê porque não usufrui desse serviço ;)

Como disse a rua mais conhecida da Rocha, onde tem as lojinhas, cafés, bares e afins ficava a uns dez minutos a pé e além de passarmos lá de dia, para ir para a praia, à noite dávamos lá um salto.

20190824_123809.jpg

IMG_20190825_132755_981.jpg

Voltava já amanhã porque foi positivo. E depois de duas semanas de trabalho já tenho saudades daquele dolce far niente e descer as escadas para dar um mergulho na piscina. Oh vida.

29
Ago19

O querer ser ainda mais que aquilo que se é, tolda-nos...

Maria

Só ontem à noite é que vi a notícia do Ângelo Rodrigues 

 


Primeiro apetece-me reagir como se de um amigo se tratasse. Tipo "meu estupor de merda como te foste meter nessas cenas pá!". Era exactamente isto que eu diria a quem quero bem.

Não condenando totalmente porque todos cometemos erros na vida com as nossas escolhas. E as consequências seremos nós a ter que lidar com elas. Mas ter como consequência o estar ali na corda bamba é do car@lho! Porra. E custa-me, saber que estamos numa era em que a beleza, a perfeição o ser ainda mais que aquilo que se é, tolda-nos e leva-nos a querer sempre um bocadinho mais. Seja para outros ver, seja para nós. Espero que seja só um GRANDE susto. Que este miúdo (que já era bonito antes daquela armadura toda) tem muito para dar ainda.

Mas que seja um abre olhos.

Vai na fé e que te safes dessa! 

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D