Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

31
Dez19

Dicas de Poupança

Maria

Fim de ano e este é aquele post que não pode faltar! Todos os anos deixo aqui algumas dicas que por experiência acho que são mais fáceis de seguir e depois faço os balanços das mesmas no fim do ano.

Hoje vou partilhar com vocês novamente essas dicas e fazer o balanço deste ano já que estamos na última semana.

  • Eu faço o desafio das 52 semanas. Mas o desafio que eu criei

Quem por aqui anda há algum tempo já conhece esta dica.

TABELA POUPANÇA (1).png

 

Esta dica surgiu depois de ver alguns desafios de poupança por aí e de ter percebido que para muitas pessoas, famílias, eram impossíveis. Este, como é óbvio não traz um montante tão significativo como outros, mas já é bem bom e para carteiras com menos poder de manobra no orçamento mensal é mais fácil de conseguirem seguir. Muito melhor do que não poupar nada e afinal de contas o ditado grão a grão enche a galinha o papo é apropriado. Também podem juntar com outro tipo de poupança que já seguem ou têm por hábito fazer. 

O balanço final é na ultima semana do ano, que teremos (se conseguimos cumprir à risca o desafio) a quantia de 428,00€ no caso do desafio da tabela mais antiga. Ou a quantia de 702,00€ pela tabela que fiz o ano passado, que mostro abaixo. É uma poupança extra que conseguimos para algo que estamos a desejar e às vezes não se consegue. É uma ajuda para aquele presente, ou aquela viagem, ou aquele miminho... é isso, aquele gasto extra.

nova tabela feita o ano passado é esta:

TABELA POUPANÇA.png

 

Escolham a que melhor se adapta ao vosso objectivo. Imprimam a tabela que querem, ponham dentro de um frasco ou algo do género e é só ir depositando todas as semanas o valor (contem-me por qual optavam).

Na minha opinião, tudo o que seja tentativa de poupança está óptimo. Porque acho que na realidade o que interessa é termos um objectivo e um caminho traçado e tentarmos ir por ali, caso contrário perdemos o rumo de querer poupar alguma coisa e um dia ou noutro vão-se aqueles trocos que eram para estar de lado.

  • Também nos últimos anos comecei a fazer o desafio das moedas de 2€.

Consiste em, durante um ano, ou o período de tempo a que se comprometem, todas as moedas de 2€ que vos passem pela mão, amealha-las. Este ano juntei precisamente o mesmo que o ano passado, ficou pelos 86€. Mas é mais uma quantia poupada. Logo positivo. Para voltar a fazer este ano.

  • Para pessoas que estejam a tentar largar um vicio.

Por exemplo deixar de fumar (ou outro vício qualquer - tomar menos café, beberem menos socialmente...), também deixo a dica de tentarem pôr de lado o dinheiro que gastavam em tabaco. Ou uma quantia que estabelecem desse sentido. Quando tentei deixar fiz isso, mas tem que se pôr de lado mesmo, numa caixinha, numa gaveta, noutra conta, em qualquer lado que não passem por lá sempre, que é para deixar de lado literalmente.

  • Há pessoas que também têm um "emprego extra", ou fazem umas horas ao fim-de-semana em algum lado, ou algo do género, é interessante também não misturar esse dinheiro com o do ordenado mensal.
  • Um valor estipulado quando se recebe o ordenado.

Há um hábito bom que adotei. Todos os meses, ou pelo menos sempre que seja possível, quando se recebe o ordenado estipular um valor que se pode pôr de lado também. O valor estipulado pode variar consoante as despesas mensais, ou extras que nos aparecem é claro, mas depois dos primeiros meses vão conseguindo ter a noção de um valor que provavelmente conseguem poupar. Nem que sejam dez euros mensais. Tudo é lucro. Mas no início do mês, que é para não terem a ideia de deixar para o fim para ver o que sobra e não sobrar nada. Isso não motiva, certo?

Acreditem as coisas vão aumentando, o pouco que seja. Mas não se esqueçam, a melhor dica é separar essas poupanças, da conta à ordem que vão mexendo regularmente.

Como podem ver, são desafios básicos que cada um se pode propor a fazer, ajustando-o a si, porque isto são apenas exemplos.

Querem tentar ou partilhar como andam os vossos planos de poupança, ou que dicas partilham?

Boas poupanças para 2020!

29
Dez18

Dicas de Poupança

Maria

Todos os anos deixo aqui algumas dicas que por experiência acho que são mais fáceis de seguir e depois faço os balanços das mesmas no fim do ano.

Hoje vou partilhar com vocês novamente essas dicas e fazer o balanço deste ano já que estamos na última semana.

  • Eu faço o desafio das 52 semanas. Mas o desafio que eu criei

Quem por aqui anda há algum tempo já conhece esta dica.

plano poupança.JPG

Esta dica surgiu depois de ver alguns desafios de poupança por aí e de ter percebido que para muitas pessoas, famílias, eram impossíveis. Este, como é óbvio não traz um montante tão significativo como outros, mas já é bem bom e para carteiras com menos poder de manobra no orçamento mensal é mais fácil de conseguirem seguir. Muito melhor do que não poupar nada e afinal de contas o ditado “grão a grão enche a galinha o papo” é apropriado. Também podem juntar com outro tipo de poupança que já seguem ou têm por hábito fazer. 

O balanço final é na ultima semana do ano, que teremos (se conseguimos cumprir à risca o desafio) a quantia de 428,00€ no caso do desafio da tabela mais antiga. Ou a quantia de 702,00€ pela tabela que fiz o ano passado, que mostro abaixo. É uma poupança extra que conseguimos para algo que estamos a desejar e às vezes não se consegue. É uma ajuda para aquele presente, ou aquela viagem, ou aquele miminho... é isso, aquele gasto extra.

A nova tabela feita o ano passado é esta:

Poupança 52 semanas

Escolham a que melhor se adapta ao vosso objectivo. Imprimam a tabela que querem, ponham dentro de um frasco ou algo do género e é só ir depositando todas as semanas o valor (contem-me por qual optavam).

Na minha opinião, tudo o que seja tentativa de poupança está óptimo. Porque acho que na realidade o que interessa é termos um objectivo e um caminho traçado e tentarmos ir por ali, caso contrário perdemos o rumo de querer poupar alguma coisa e um dia ou noutro vão-se aqueles trocos que eram para estar de lado.

  • Também no ano passado pela primeira vez, fiz o desafio das moedas de 2€.

Consiste em, durante um ano, ou o período de tempo a que se comprometem, todas as moedas de 2€ que vos passem pela mão, amealha-las. Este ano juntei menos que o ano passado, ficou pelos 86€. Mas é mais uma quantia poupada. Logo positivo. Para voltar a fazer este ano.

  • Para pessoas que estejam a tentar largar um vicio.

Por exemplo deixar de fumar (ou outro vício qualquer - tomar menos café, beberem menos socialmente...), também deixo a dica de tentarem pôr de lado o dinheiro que gastavam em tabaco. Ou uma quantia que estabelecem desse sentido. Quando tentei deixar fiz isso, mas tem que se pôr de lado mesmo, numa caixinha, numa gaveta, noutra conta, em qualquer lado que não passem por lá sempre, que é para deixar de lado literalmente.

  • Há pessoas que também têm um "emprego extra", ou fazem umas horas ao fim-de-semana em algum lado, ou algo do género, é interessante também não misturar esse dinheiro com o do ordenado mensal.
  • Um valor estipulado quando se recebe o ordenado.

Há um hábito bom que adotei. Todos os meses, quando se recebe o ordenado estipular um valor que se pode pôr de lado também. O valor estipulado pode variar consoante as despesas mensais, ou extras que nos aparecem é claro, mas depois dos primeiros meses vão conseguindo ter a noção de um valor que provavelmente conseguem poupar. Nem que sejam dez euros mensais. Tudo é lucro. Mas no início do mês, que é para não terem a ideia de deixar para o fim para ver o que sobra e não sobrar nada. Isso não motiva, certo?

Acreditem as coisas vão aumentando, o pouco que seja. Mas não se esqueçam, a melhor dica é separar essas poupanças, da conta à ordem que vão mexendo regularmente.

Como podem ver, são desafios básicos que cada um se pode propor a fazer, ajustando-o a si, porque isto são apenas exemplos.

Querem tentar ou partilhar como andam os vossos planos de poupança, ou que dicas partilham?

Boas poupanças para 2019!

30
Dez17

Dicas de Poupança

Maria

Todos os anos deixo aqui algumas dicas que por experiência acho que são mais fáceis de seguir e depois faço os balanços das mesmas no fim do ano.

Hoje vou partilhar com vocês novamente essas dicas e fazer o balanço deste ano já que estamos na última semana.

  • Eu faço o desafio das 52 semanas. Mas o desafio que eu criei

Quem por aqui anda há algum tempo já conhece esta dica. Esta dica surgiu depois de ver alguns desafios de poupança por aí e de ter percebido que para muitas pessoas, famílias, eram impossíveis. Este, como é óbvio não traz um montante tão significativo como outros, mas já é bem bom e para carteiras com menos poder de manobra no orçamento mensal é mais fácil de conseguirem seguir. Muito melhor do que não poupar nada e afinal de contas o ditado “grão a grão enche a galinha o papo” é apropriado. Também podem juntar com outro tipo de poupança que já seguem ou têm por hábito fazer. É o quarto ano que faço. 

Chegou a altura do balanço final. E na ultima semana do ano, temos (se conseguimos cumprir à risca o desafio) a quantia de 428,00€. É uma poupança extra que conseguimos para algo que estamos a desejar e às vezes não se consegue. É uma ajuda para aquele presente, ou aquela viagem, ou aquele miminho... é isso, aquele gasto extra.

Este ano vou voltar a fazer mas há uma nova tabela. Com um montante maior que vou tentar angariar.

Poupança 52 semanas

 

 

Escolham a que melhor se adapta ao vosso objectivo. Imprimam a tabela que querem, ponham dentro de um frasco ou algo do género e é só ir depositando todas as semanas o valor.

Na minha opinião, tudo o que seja tentativa de poupança está óptimo. Porque acho que na realidade o que interessa é termos um objectivo e um caminho traçado e tentarmos ir por ali, caso contrário perdemos o rumo de querer poupar alguma coisa e um dia ou noutro vão-se aqueles trocos que eram para estar de lado.

  • Também no ano passado pela primeira vez, fiz o desafio das moedas de 2€.

Consiste em, durante um ano, ou o período de tempo a que se comprometem, todas as moedas de 2€ que vos passem pela mão, amealha-las. Este ano juntei 122€. É mais uma quantia poupada. Logo positivo. Para voltar a fazer este ano.

  • Para pessoas que estejam a tentar largar um vicio.

Por exemplo deixar de fumar (ou outro vício qualquer - tomar menos café, beberem menos socialmente...), também deixo a dica de tentarem pôr de lado o dinheiro que gastavam em tabaco. Ou uma quantia que estabelecem desse sentido. Quando tentei deixar (e estou novamente nesse sentido A fazer isso) fiz isso, mas tem que se pôr de lado mesmo, numa caixinha, numa gaveta, noutra conta, em qualquer lado que não passem por lá sempre, que é para deixar de lado literalmente.

  • Há pessoas que também têm um "emprego extra", ou fazem umas horas ao fim-de-semana em algum lado, ou algo do género, é interessante também não misturar esse dinheiro com o do ordenado mensal.
  • Um valor estipulado quando se recebe o ordenado.

Há um hábito bom que adotei. Todos os meses, quando se recebe o ordenado estipular um valor que se pode pôr de lado também. O valor estipulado pode variar consoante as despesas mensais, ou extras que nos aparecem é claro, mas depois dos primeiros meses vão conseguindo ter a noção de um valor que provavelmente conseguem poupar. Nem que sejam dez euros mensais. Tudo é lucro. Mas no início do mês, que é para não terem a ideia de deixar para o fim para ver o que sobra e não sobrar nada. Isso não motiva, certo?

Acreditem as coisas vão aumentando, o pouco que seja. Mas não se esqueçam, a melhor dica é separar essas poupanças, da conta à ordem que vão mexendo regularmente.

Como podem ver, são desafios básicos que cada um se pode propor a fazer, ajustando-o a si, porque isto são apenas exemplos.

Querem tentar ou partilhar como andam os vossos planos de poupança, ou que dicas?

Boas poupanças!

01
Set17

Desafio #quenuncanosfaltemsorrisos #4

Maria

40. Desafio.png

 

O desafio  #quenuncanosfaltemsorrisos que lancei antes de começar Agosto chegou agora ao fim. Correu muito bem e mais uma vez superou expectativas. Isto de olhar para pormenores para que nunca nos faltem sorrisos é algo que me motiva a cada dia e espero que tenha também sido sempre motivo para quem alinhou. Fiz o desafio no facebook e no Instagram para quem quis acompanhar seguindo a hashtag. Para quem quiser fazer está sempre a tempo de começar. Agradeço a quem alinhou, a quem partilhou sorrisos, a quem continua a fazê-lo e espero que se tenham divertido tanto quanto eu.  O motivo do desafio sempre foi sorrir. O sorriso. Um por dia. E a partilha deles.

Aqui ficam as últimas fotografias de #quenuncanosfaltemsorrisos:

21. Pôr-do-sol

Pôr-do-sol

 

22. Pés

 

23. Felicidade

 

24. Amigo

 

25. Noite

 

26. Biquini

 

27. Família

 

28. Look

 

29. Coração

 

30. Moreno

 

31. Sorriso

 

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

O desafio acabou para mim, mas que nunca nos faltem sorrisos. Espero que tenham gostado tanto quanto eu! Continuem a ver desculpas para que nunca vos faltem sorrisos em pormenores.

Obrigada a todos que participaram 

Para quem alinhou, nunca vos faltou sorrisos, certo?

02
Set16

Desafio #desculpasparasorrir _6

Maria

desafio sorrir.jpg

O desafio #desculpasparasorrir que lancei antes de Agosto terminou. Pelo menos para mim e para quem o começou no primeiro dia. O arranjar desculpas para sorrir foi um desafio diário. Mas soube mesmo bem. Fiz o desafio no facebook e no Instagram para quem quis acompanhar seguindo a hashtag #desculpasparasorrir, e também ver as fotos de outras pessoas que decidiram arranjar desculpas para um sorriso de verão. O motivo do desafio sempre foi sorrir. O sorriso. Um por dia. E a partilha deles.

Aqui ficam as fotografias dos últimos dias de #desculpasparasorrir :

 

29.Coração

30.Moreno (muito mais no cabelo que na pele)

31.Sorriso (o motivo, sorrir)

Podem aceder ao meu desafio, tanto no facebook como no instagram.

O desafio acabou para mim, mas que nunca nos faltem desculpas para sorrir. Espero que tenham gostado tanto quanto eu! Continuem a ver desculpas para sorrir em pormenores.

Obrigada a todos que participaram

09
Mar16

Nove anos.

Maria

De repente ao olhar para o calendário dei conta que deixei passar uma data importante. No fim-de-semana fez nove anos que trabalho por aqui. NOVE anos. Lembro-me tanto das primeiras peripécias. Lembro-me de cá chegar e chorar a dizer que não aguentava uma semana (um abre olhos para aqueles que começam num trabalho novo e é difícil, as vezes as coisas depois descomplicam um pouco). Lembro-me de poucos dias depois de cá ter começado a trabalhar o encarregado me dizer "em três tempos se não fores embora, ou tens uma panca como nós ou vais ficar com uma", hoje acredito que já tinha mas cada vez a panca dá sinais de piorar. Efeitos colaterais. Nada a fazer. Lembro-me de não ter achado nada piada a só haver homens na empresa, não tinha ninguém com quem dar dois dedos de conversa feminina. Com o tempo percebi que foi a melhor coisa que me podia ter acontecido, uma pena não haver um achado no meio deles que me despertasse a alma, mas não. Ligações unicamente profissionais e aliás são do mais educados e respeitosos possíveis. Acho que só uma vez alguém me "picou" pelo facto de estarmos em “patamares diferentes” e eu ser mulher. Foi uma situação pontual e nunca mais senti o que quer que fosse em relação a isso. Lembro-me de quando entrei para aqui um funcionário não me largar o pé. No início deixei andar porque pensei “é novidade isto passa-lhe”. Acabou por não lhe passar e ele levou uma repreensão não só do boss como de todos. Acabou por sair da empresa mais tarde. Não directamente por esta situação até porque nunca foi uma situação de extremos mas cheguei a rir-me com as fotografias que me enviava de gatinhos e flores para o telemóvel do trabalho. Tenho mil e duas peripécias sempre para contar desta empresa que já me trouxe tanta coisa boa e algumas menos boas. São nove anos e isto realmente é de loucos. Já chorei, mas já dei tanta risada boa, tanto com os funcionários, como com o boss, com os clientes (esta foi óptima), com os fornecedores ou mesmo com outros indivíduos que me aparecem à frente. Estou mais que atrofiada é certo. Fazer o quê?!

Continuo a agradecer por nos dias que correm, nesta crise que parece que ganhou raízes, ter trabalho. Continuo a agradecer as oportunidades que me vão sendo dadas. Continuo a resmungar todos os dias para sair da cama pela manhã, queixo-me pela cabeça massacrada com que chego muitas vezes ao fim do dia, bato o pé pelas vezes que ganho um cabelo branco por aturar gente que me tira do sério, dias há em que me revolto por ter tanta coisa nos meus ombros que às vezes me tira o sono, mas caramba, se ficasse em casa, se não tivesse trabalho, se fizesse parte da enorme lista de desempregados do país, aí sim o atrofio seria muito maior.

Como eu agradeço por ter trabalho. Mas se aguentar mais um ano, acho que no mínimo tenho direito a um busto em minha homenagem à entrada das nossas instalações.

São nove anos de trabalho na mesma empresa. Como isto me sabe bem, como isto é ouro, como isto passa tão rápido, como isto é tão importante!

12
Jan16

Em 2016 vou tentar...

Maria

Este post já vem com uns dias de atraso, mas estou focada em marcar este 2016 com pontos positivos em alguns objectivos.

  1. Ler mais livros (ando a falhar muito nesta matéria);
  2. Viajar mais;
  3. Ir à Madeira (já que o ano passado falhei);
  4. Voltar a fazer a minha poupança (vou voltar a fazer um post sobre esta dica);
  5. Sorrir mais (always smile foi a promessa de fim de ano);
  6. Conhecer mais pedaços do nosso Portugal;
  7. Baixar a guarda (esta não é fácil);
  8. Ser mais solidária;
  9. Ser uma #MariaTexuga mais exercitada (comprometer-me com aulas semanais, caminhadas whatever para mexer o rabo e ficar com a barriga lisa do ano passado);
  10. A nível profissional que as coisas aqui continuem a funcionar.
  11. Conhecer mais alguém que "venha" do blog;
  12. Criar um desafio para partilhar com a blogosfera;
  13. Escrever mais textos meus da inspiração (que ultimamente também andam a falhar);
  14. ...

Havia mais alguns objectivos, mas eu gosto muito de ser surpreendida, muito mais que fazer planos e por uma ou outra ou mil e duas razões falharem. Quero continuar a crescer enquanto pessoa e quero continuar com os meus valores. Quero continuar a ter a consciência que não sou melhor que os outros nem pior. Mereço o que me for dado consoante aquilo que fizer da minha caminhada. Podemos já ter o nosso destino traçado, mas quem tem que o ajudar a acontecer somos nós. Queria muito que este ano eu me continue a orgulhar de mim, mas que tivesse a consciência que eu mereço ser feliz e para isso aquele ponto sete é essencial.

E desse lado, o maior objectivo qual é?

03
Jan16

Dos objectivos de 2015.

Maria

Sabem aqueles posts de início de ano em que mencionamos alguns objectivos que gostavam de cumprir?

No início do ano passado fiz um post onde me propus a tentar alguns objectivos. Poucos mas com diferente grau de dificuldade de alcançar. Eu vou tentar foi a única coisa que me prometi.

  1. Ir ao cinema; (vi o "Homem-Formiga" e o "Sem saída - No escape" - talvez com a pessoa que menos pensava)
  2. fazer uma nova poupança; (fiz esta novamente)
  3. Ir à Madeira; (por mais que muitos motivos, não fui)
  4. Mudar algo no cabelo; (cortei apenas mas não foram só as pontinhas)
  5. Ler (pelo menos) um livro; (Comecei um mas nem o acabei, este ano tem que ser diferente ok?)
  6. Ir ao Algarve; (fui duas vezes, conta por não ter ido à Madeira? Para o meu coração, não!)
  7. Conhecer alguém que "venha" do blog; check! :)
  8. Baixar a guarda; (baixei a guarda, não o que devia, ou com quem devia)
  9. Conhecer mais um pedaço de terras portuguesas; (Este ano quando fui para o Algarve, fui para uma zona que não conhecia. Vila Real de Santo António, Monte Gordo, Castro Marim)
  10. ...

Não consegui todos os objectivos que queria, mas fica aqui dentro para não esquecer que estou sempre a tempo do que não consegui. Pelo menos no que depende apenas e só de mim.

21
Mai15

A tentar cumprir objectivos!

Maria

Sabem aqueles posts de início de ano em que mencionamos alguns objectivos que gostavam de cumprir?

Este ano fiz um post onde me propus a tentar alguns objectivos. Poucos mas com diferente grau de dificuldade de alcançar. Eu vou tentar foi a única coisa que me prometi.

  1. Ir ao cinema;
  2. fazer uma nova poupança; (estou a fazer esta novamente)
  3. Ir à Madeira;
  4. Mudar algo no cabelo;
  5. Ler (pelo menos) um livro;
  6. Ir ao Algarve;
  7. Conhecer alguém que "venha" do blog; check! :)
  8. Baixar a guarda;
  9. Conhecer mais um pedaço de terras portuguesas;
  10. ...

E estou nesse caminho. Da pequena lista Já cumpri um (dos que menos pensei), outros estou (mesmo) a tentar e outro vou cumprir hoje! Estou assim a modos que feliz. E bem. Pequenas coisas, grandes sorrisos.

O que será?

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D