Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

22
Fev21

Coisas que aprendi com relações falhadas

Maria

Todos temos relações falhadas. Uns mais que outros. Mas há sempre uma que falhou. De mais ou menos tempo, mas que em algum momento nos foi importante. Aprendemos com elas? Sempre! Mas nem sempre nos apercebemos logo da lição a tirar dali. Seja quem for que tenha falhado e seja quem for que a tenha dado como terminada.

[imagem retirada da internet]

 

  •  Vamos amar sempre muito aquela pessoa até todo o sempre - só que não.

na verdade quando estamos apaixonados, quando estamos numa relação e quando já amamos aquela pessoa, achamos que é para sempre. Às vezes não é, outras tantas mesmo deixando de se estar juntos o amor fica (pelo menos até alguém preencher um cantinho do que ficou).

  •  vai haver um momento, com outro alguém, que nos vai remeter a um outro momento passado no que falhou.

Pode não fazer mossa, mas vai lembrar.

  • Há um som de alerta que tem que estar pronto a tocar a qualquer momento e tu foge!

Sim. Na verdade se esse som soar foge, mas foge mesmo e nem tentes arranjar desculpas para o que quer que seja. Há coisas que não têm desculpa. E se aceitas que te agridam verbalmente, emocionalmente, psicologicamente ou fisicamente estás a cair num fosso que ficará para sempre aberto. Por muito entulho que lhe queiras pôr de forma a esquecer... não dá! Foge.

  • devemos ser minimalistas nesse sentido e deslargar tudo o que nos leva aquela relação.

Ou então arrumar numa "gaveta" em que só tenhamos acesso se realmente quisermos ter acesso e não uma que se anda a esbarrar dia sim, dia sim. Isso não vale. É jogo sujo com nós mesmos.

  • as redes sociais são um dano colateral irreversível.

Isto do irreversível é como quem diz, uma vez na internet para sempre na internet. Há pessoas que partilham tudo e mais alguma coisa que na volta há gente que muda mais vezes de fotografias com alguém que eu a mudar a roupa do armário na troca de estação. E isso não é bonito. É assim, cada qual faz o que quiser com quem quiser, é a minha opinião. Mas.. andar cá a pôr fotos e a tirar é aquela base... mais vale pensar duas vezes antes de partilhar.

  • "Vou-te excluir do meu orkut" já dizia a música e na verdade é o melhor.

vamos sempre espreitar, "ficar à espera" de novidades, vamos reagir internamente ao que vamos dar de caras e isso, isso é passado e passado é lá trás. Ninguém quer ler palavras soltas ao vento para outro alguém que antes eram para nós, certo? Mas se a amizade boa ficou, onde se consegue separar as águas... isso são outros quinhentos.

  • acreditamos que não vamos voltar a ser felizes no Amor.

na verdade pode muito bem acontecer, é a vida. Mas as probabilidades de voltar a acontecer são do tamanho do nosso optimismo e no "deixa andar" estando abertos a... por isso o luto é necessário. E vamos andar a chafurdar na lama... Mas nada de encarnar a escuridão nos dias. Longe disso porque energias negativas atraem energias negativas (xô xô).

  • nunca voltar aos sítios onde já fomos felizes - o tanas.

devemos voltar sim onde quisermos se o lugar for mesmo importante para nós. Porque podemos voltar a ser felizes ali, sozinhos ou acompanhados. Há lugares que podem fazer-nos lembrar alguém, mas.. isso é só um pormenor, que não deve ser maior que a vontade de ir algum lugar que gostamos mesmo.

  • aprendemos com os erros.

e isso quer dizer que não voltamos a errar? Não, muito pelo contrário. Mas de certeza que alguma coisa aprendemos com aquela cabeçada.

  • dois olhares sobre a mesma coisa não vão sentir o mesmo nem tampouco tirar a mesma conclusão.

é a vida, se até no futebol conseguimos olhar para o mesmo lance e interpreta-lo cada um à sua maneira, muitas vezes claro está, puxando a brasa para a sua sardinha, num relacionamento a coisa não é assim tão diferente quando são duas pessoas, com diferentes pontos de vista, diferentes emoções, valores e atitudes. O bom é encontrar alguém que te ajude a suportar essa diferença e a contorná-la. Mas é por isso que às vezes as coisas falham ali mesmo em frente a um qualquer obstáculo.

  • O problema não és tu, sou eu!

Balebas. Balelas.

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito 》

 ▪ Texto em destaque no SapoBlogs e na página do @SAPO

06
Jul20

O amor é um lugar estranho. E fodido.

Maria

IMG_20200706_140143_219.jpg

 

É importante perceber os sinais. É importante ter o discernimento necessário para enxergar se está mesmo tudo bem, ou se os sentimentos toldam a realidade. É importante haver um nós. Mas sem deixar de haver um "Eu" e um "Tu".

Pior que não nos amarmos, é viver uma relação tóxica. E deixar ir.
Estamos sempre a tempo para o NÃO. "NÃO quero mais isso na minha vida" terá que ser imperativo antes de deixar ir. 🖤

[se estão numa relação tóxica saiam enquanto há tempo. se conhecem alguém que esteja ajudem a sair]

14
Fev19

O Amor é um lugar estranho. E bom. E fodido!

Maria

Amor

 

Eu quero falar de Amor.

Deste que sempre se nega no início por não saber bem o que se passa. O que são aquelas borboletas no estômago. O que é olhar para o relógio à espera que alguém chegue. O que é perder-se em mensagens com conversas até de madrugada. O que é querer muito ir e ficar. O que é roubar-nos os pensamentos sem aviso prévio.

Eu quero falar de Amor. Mas desse que nos encontra ao virar de uma esquina quando estamos completamente distraídos. Quando nem nos perguntamos se é possível. Quando não estamos nem aí. Quero falar de Amor. desse que nos atropela a alma. Que nos faz sentir sentido. Que nos traz água na boca, que nos traz cheiros nossos. Desse Amor que nos faz parar no tempo enquanto ele corre. Desse que nos deixa um sorriso parvo escancarado nos lábios. Que nos faz corar sem motivo ou com todos os motivos possíveis.

Eu quero falar de Amor. Desse que o corpo cede. Que nos acelera a respiração. Que nos faz ser mais, sem deixar de sermos nós em dois corpos. Juntos. Enrolados.

Eu quero falar de Amor. Sim, desse Amor que nos acrescenta. Que nos completa. Que não põe em causa. Que não divide. Que não magoa. Que não gera silêncios desconfortáveis. Desse Amor de mãos dadas, com beijos na boca e abraços sentidos, reconfortantes, cheios. De tudo. Sem metades. Por inteiro.

Mesmo que ao nosso lado não esteja um amor, podemos falar de Amor?

[ ♥ ]

24
Mai17

O que te faz lembrar o teu primeiro grande amor?

Maria

Sim, já lá vão uns bons anos. Mas o nosso coração é automático e o meu para associar músicas a pessoas é tiro e queda. Nem é bom.

Do acaso, andava a navegar no youtube, quando me "recomendaram" uma nova música do Chayanne. Não o ouvia há anos. Mas mal li o nome automaticamente começaram a surgir palavras no pensamento com lembranças bem antigas. E lembrei desta música, não me lembrava o nome, mas mesmo depois de não a ouvir há quase quinze anos a letra sei de cor. Cantava isto vezes sem conta. Assim que comecei a ouvir passaram flashes de memória. Isso e quase parece que senti aquelas palavras a serem sussurradas ao meu ouvido...

O coração é tramado.

Sim isto era muito lamechas, mas com tantos amigos a viver em Espanha houve uma fase que eu ouvia bastante música espanhola (sim já aqui confessei o meu atrofio pelo Alexandro Sanz).

 

"Una noche le luna, a la orilla del mar
Es el lugar perfecto para conversar
Para decirte lo que estás provocando
Quiero robarte un beso y contarte mi amor
Es tan corta la vida y tan largo el dolor
Que el deseo de tenerte me está quemando.

Y es que estoy 100% enamorado
Esclavo de tu piel
Y el roce de tus labios
Que nunca me han besado.

Échale leña al fuego, candela
Que quiero ser la llama en tu hoguera
Échale leña al fuego, candela
Y dame el cielo de tus caderas
Échale leñaa al fuego, candela
Déjame recorrerte entera
Échale leña al fuego, candela
Y después has de mí lo que quieras.

No dejes que el temor haga blanco en tu piel
Déjame regalarte un nuevo amanecer
Y ve nacer el sol en cada latido.

Aférrate a mi pecho, abrázame con fuerza
Siénteme despacio y ábreme las puertas
Que una vez cerró tu corazón herido.

Porque voy a borrarte con mis manos el ayer
Y amarte tanto y tanto
Como jamás te amaron."

14
Fev17

O amor é um lugar incrivelmente estranho. E bom. E fodido!

Maria

Amo-te

 

Quando se está deve ser porque se quer estar. Mesmo. Sentido. Do querer muito. E não porque faz parte, porque querem, porque não se tem mais que fazer. Não percas tempo com quem não queres, interessa-te só por fazer valer a pena o tempo que gastas com alguém. E quando estás, está a 101%. Faz com que o sintam. Não beijes por beijar, não abraces se não o queres, não fiques se não é para sentir. Não digas amo-te se nem sabes o que isso significa. Não mostres de ti, aquilo que te trará marcas. Não comeces a dar aquilo que sabes que não vais terminar. Não tentes aquilo que não és capaz. Não faças de ninguém um brinquedo se não gostas de ser o brinquedo de ninguém. Não faças nada para os olhos de outros que apenas te magoará o coração. Não gostes mais de ninguém que o que gostas de ti mesmo.

E no dia em que eu disser que quero ficar é porque quero mesmo. No dia em que eu digo que és o que quero é porque és. Acredita. No dia em que concordar em idealizar o amanhã contigo, tens-me. No dia em que conseguir dizer AMO-TE, é porque as minhas certezas chegaram, é porque acabaram-se os medos, é porque o gosto de ti e o adoro-te já não chegam, é porque sinto que independentemente do que quer que aconteça eu não me arrependerei de o ter dito, é porque é amor o que sinto por ti, é porque o meu coração é teu, é porque sempre me sinto apaixonada quando dizes que vens, é porque fico com aquele sorriso parvo, é porque sempre que estamos o desejo é mais forte, é porque o dia de amanhã também conta.

No dia em que conseguir dizer AMO-TE, acredita, eu nunca o faria só porque sim.

13
Dez16

Desafio 52 semanas | Semana 41/52

Maria

Semana 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são...

 

Mentiras - Uma mentira vai ser o ponto final de muita coisa. Porque é uma perda de confiança que ali começa e sabemos que sem confiança um relacionamento perde pernas para andar.

Ciúme - Por experiência tenho pavor de pessoas ciumentas. É bom haver um pouco de ciúme, mas tudo o que leva ao exagero é dose. Tricotar a mente em hipóteses e em "e se.." é algo que não é fácil de todo de lidar. 

Distância - Uma relação à distância é das coisas mais difíceis de se viver, que mais exige de nós, que mais nos põe à prova, que mais dúvidas nos atormenta, mas que também traz certezas.

#52semanas

Certo?

10
Out16

O amor é um lugar estranho.

Maria

love quotes

 

Um dia vais encontrá-lo. Vais encontrar alguém que se preocupa realmente contigo. Ele vai ajudar-te com as compras, vai preocupar-se se te sentes bem com o que vestiste ou se precisas de um casaco porque vai estar fresco. Vai tirar-te o cabelo da cara enquanto falam e vai segurar na tua mão quando sentir que é necessário. Vais encontrar aquele que quer sonhar contigo, aquele que se senta contigo no sofá debaixo da mantinha a ver um filme no sábado à noite enquanto os copos e os amigos se ajeitam. Vais encontrar alguém que quer ir, mas que quer que vás com ele. Que te vai dizer que tens mais defeitos que o que pensava e que são eles que te fazem ser quem és. E que ele gosta. Vais encontrar alguém que partilhe contigo as batatas fritas do seu prato enquanto comes pizza. Aquele que enquanto falas vai ficar a olhar com um brilho nos olhos e que esquece que o telemóvel existe. Esse mesmo que não sente necessidade de falar para o mundo quem sois, mas que faz questão de deixar bem claro o que quer contigo. Ele, que vai ligar-te às duas da manhã, ou às cinco da tarde só para dizer que tens o olhar que lhe faz falta. Que te vai mandar uma mensagem do nada a dizer que tem saudades. Aquele que no meio do jantar ao perguntar qual vinho queres, vai dizer-te com todas as letras, gosto de ti.

Um dia vais encontrá-lo. A ele. Ao homem da tua vida. E talvez seja aí mesmo, a primeira vez que vais acreditar.

[ ♥ ]

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub