Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

24
Mar14

Em dia do estudante

Maria

Um dia destes, aqui no escritório falava-se sobre os jovens de hoje em dia, sobre a educação que têm, sobre o desmazelo e “deixa andar” de muitos pais, sobre os professores terem a culpa de tudo, sobre as meninas que engravidam por obra do espírito santo e os meninos que se metem na má vida pelas más companhias. Falava-se de, cada um com conhecimentos de causa sobre conhecidos, que hoje em dia podem quase não ter o que comer em casa e viverem uma vida com dificuldades mas estão sempre agarrados a telemóveis cada vez melhores e sempre com saldo, até que, o filho de uma colega que chegara a meio da conversa nos interrompe e diz: “pudera, hoje em dia, elas tiram fotos nuas, enviam para eles e em troca têm saldo no telemóvel”!

Apraz-me dizer que fiquei sem palavras. Realmente há uma juventude a crescer apenas em centímetros.

03
Mai13

Sexo, sol e pais a assistir!

Maria

Apanhei este programa na SIC Radical e vi duas ou três vezes. Este é um documentário/reality show que faz um bocadinho o impensável, tanto à visão dos filhos como à visão dos pais. O documentário consiste em acompanhar uma série de adolescentes na viagem de finalistas, a primeira viagem enquanto jovens adultos, acreditando que estão sozinhos. Mas, aqui entra a parte dos pais, na realidade os pais vão vigiá-los secretamente através de câmaras ocultas e por vezes escondidos nos mesmos sítios, na paisagem, nos quartos de hotel ou nas discotecas! Tudo isto apenas é revelado na última noite, destas férias loucas, que durante todo aquele tempo os pais viram o que os seus filhos fizeram! E para desespero destes jovens, viram tudo…

Bem, pela visão dos pais, se uns gostam do que vêm, porque têm filhos com dois dedos de testa que sabem usufruir da melhor e mais decente maneira a liberdade que têm, outros não... e pela visão dos filhos, muitos acham piada ao que aconteceu, outros principalmente aqueles que levaram ao exagero a parte "férias loucas" nem por isso...

A minha visão? Ia detestar que os meus pais quisessem passar por esta situação (e não é por achar que se iam envergonhar). E se eu tivesse filhos também não acho que fosse uma situação da qual gostaria de presenciar (vocês iam gostar?). No entanto é engraçado ver como num grupo de raparigas ou rapazes todos são diferentes, enquanto uns aproveitam para se divertirem à grande mas não caindo no ridículo, há outros que se embebedam até mais não, que curtem com tudo e todos, que fumam tudo, que chateiam todos, que não só não sabem ocupar o lugar deles como ocupam os dos outros... que fazem da primeira liberdade que têm como se não houvesse amanhã.

30
Out12

Eu não sou uma fixe!

Maria

E se for por esses termos nunca quis ser.

REPORTAGEM TVi - VIAGEM ALUCINANTE

(vêr vídeo)

 

E isso não vai só da educação que se tem, vai sim muito mais pelo amor-próprio que se tem. E não, longe de mim me achar mais que alguém, ou ser uma convencida, mas sim tenho amor-próprio pela pessoa que sou, com qualidades e defeitos.

Custa-me perceber como é que pessoas inteligentes se metem num mundo assim, tão falado, com pontos negativos tão à vista de todos, à partida todos sabemos o que pode acontecer quando experimentares, podes experimentar por experimentar ou gostares e entrares nesse mundo e consequentemente noutros mundos ainda piores.

Valerá a pena querer ter alucinações e rir mais um bocadinho e sentir coisinhas no estômago numa sensação magnifica inexplicável? Valerá a pena dizer em voz alta que fumo fertilizantes ou que snifo sais de banho? Dito assim, sentir-me-ia somente uma pessoa parva, estúpida e desinteressante.

Toda a droga é viciante e por isso mesmo quando temos um vício, seja ele qual for, apelidamos da nossa droga. Porque esse vicio move a nossa vida muitas vezes mais que a nossa vida move esse vicio e aí começa a perder-se o controlo.

Em mim, a experiencia que posso falar é que sempre tive acesso a drogas, ao meu redor não é diferente, elas são cada vez mais abundantes e cada vez mais é fácil ter-lhes acesso. Eu nunca usei drogas não foi por querer ser a menina bonita ou a menina na linha, mas porque primeiro nunca senti essa necessidade de o fazer só para agradar a alguém, ou só para ser a fixe, ou só para pertencer a um grupo. Eu nunca sequer experimentei porque tenho a consciência que posso gostar e depois desse passo não sei, não quero experimentar. Não condeno quem o faça, partem do mesmo princípio que eu, fazem escolhas e podem arriscar, quem continua é porque perdeu a noção e depois de ter arriscado tem que suportar as consequências dessa opção. O que condeno é que isso chegue a afectar terceiras pessoas que nada têm a ver com as opções dos outros, seja afectar os pais, família, amigos, parceiros.

Vícios, esses que todos estamos sujeitos a ter, DESGRAÇAM a vida de qualquer um. 

O FACTO DE HAVER DROGAS DITAS LEGAIS NÃO SÃO ISENTAS DE RISCOS! NÃO MESMO!

Como é que é possível, por exemplo, ser mais incomodativo, nos dias de hoje, entrar numa sexshop do que entrar numa smartshop? Isto sim é um mundo muito à frente…

24
Jul12

Festa da Espuma!

Maria

Cada vez que vejo publicidade a isto, lembra-me os meus tempos de liceu em que sempre procurávamos as festas da espuma à sexta-feira à tarde… ou naqueles sábados efusivos de loucura… faz-me lembrar um bando de malucos perdidos no meio da espuma, com algum álcool à mistura e extasiados como se nos estivessem a dar o nosso maior desejo. Era a loucura. Era o refostedo total em que dançávamos até mais não na pista, completamente molhados pela espuma e nem a parte de nos deixar totalmente a colar nos metia algum entrave. Lembro-me de uma das últimas senão a ultima festa da espuma a que fui, em que já a loucura não era a mesma, nem a idade... Em que como não estava a contar fui de sandália/chinelo raso e mal entrei na discoteca perdi um… a risota foi total, toda gente à procura do dito cujo que ainda por cima era branco… hoje sinceramente não tenho espírito para festas da espuma, porque ficaram nessa idade e noutros tempos… Quem nunca foi a uma festa da espuma??

16
Set10

Momentos de pura insanidade mental!

Maria

Ela (a cabeleireira) não fez jus ao meu pedido e não me cortou o cabelo como se não houvesse amanhã (mas quase). Nem o pintou, mesmo que quando lá cheguei fosse essa a minha intenção. Disse-me que como já não punha à muito, a cor é a minha natural e estava bonito, fazia mal em pintar, eu insisti ela não ligou (deve ter reparado na minha birra). Fez-me lembrar uma vez com um ex namorado, quando eu já tinha bebido para lá da conta e lhe pedi que me deixasse fumar um charro. Ele prontíssimo respondeu, "tudo bem mas pede-me quando estiveres sóbria!" (subiu dez pontos na minha consideração agora que me lembro)! Haja alguém que tenha mão em nós, quando o passo para a loucura quer ganhar território. Parva!

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub