Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

09
Abr19

Até os comemos, vale?

Maria

IMG_20190303_000609_478.jpg

 

Hoje há jogo grande.

Hoje é dia de Liga dos Campeões onde está o meu FCP, único representante luso nesta fase. Uma fase em que já só se vê dos grandes e os adversários, qualquer um que fosse era uma dor de cabeça, calhou-nos o Liverpool, do qual não temos boas memórias, eliminou-nos o ano passado, e que está numa das suas melhores fases, sendo o actual líder da liga inglesa. É mais logo, às 20h, que vamos a Anfield Road tentar a nossa sorte.

A minha dúvida e de muitos portistas, será o onze que hoje não é o mais provável. Não podemos contar nem com Herrera nem Pepe, dois titulares claros mas que hoje ficam de fora. E ainda há a dúvida de Telles se está recuperado ou não. Outro nosso titular de peso. Não podemos contar com Manafá nem Mbemba porque não estão inscritos. Ora estas baixas podem ser decisivas. Mas confio no mister Conceição para o melhor onze a pôr em campo para lutar pelo emblema que levam ao peito. Numa liga que exerce muita pressão e que é preciso ter sangue frio para aguentar. Vá e experiência.

Há sempre esperança por muito difícil que seja a guerra.

E nós, de coração azul e branco, somos guerreiros, com vontade de vencer e espero que em campo demonstrem o quanto este jogo é importante para continuar esta caminhada rumo às meias.

Aguardo um apoio do nosso número 12 como vem sendo habitual como melhor pano de fundo! Eu estarei a sentir PORTO.

Somos Porto. Com garra determinação e foco. Até os comemos.

07
Mar19

Se há coisa que o Porto tem é garra. E Norte! 💙

Maria

FB_IMG_1551949580131.jpg

 

Após a primeira mão eu disse que acreditava na qualificação. E vim para jogo a acreditar.

Ontem o [meu] Porto deu-nos uma noite mágica. A mística esteve em destaque num jogo fantástico para a Liga dos Campeões.

Que jogo foi este? 120 minutos de um coração a bater em bombadas que não se explicam. Só se sentem. Foi um jogo de muita emoção desde o início. 

Entramos com a garra de querer ganhar o jogo. Pressionamos bem e gostei do onze inicial com o Danilo a titular e o regresso de Militão. Mesmo com o Brahimi no banco. Corona fez um jogo fantástico. E o Marega é de outro nivel quando já no prolongamento ainda fazia sprints para vir defender a sua baliza. 

Foi um jogo impróprio para cardíacos. E até para mim que principalmente no prolongamento comecei a sentir o jantar ali às voltas. Sim meus amigos, mulher também sofre por futebol! E se sofre!

Mas vi na minha equipa uma garra de fazer tudo por tudo para obter a passagem. Vi um Alex Telles a pedir substituição já no prolongamento e a ficar até ao fim e ainda ser o marcador do golo decisivo.  Vi um Herrera a dar tudo em todo o lado à capitão. Vi um Pepe a dar uma chapada de luva branca a todos os seus críticos. 

Viram o salto do Conceição de orgulho e alegria no final? Foi mais ou menos o meu! Um orgulho.

Acho sempre que o Porto quando é cuticado no coração, ergue-se ainda mais. Parece que deu ali uma outra força aos jogadores. E deram o litro num jogo que era crucial.

Estamos nos quartos de final da Liga dos Campeões. 

Obrigada [meu] PORTO 💙 Parabéns! Allez Porto allez.

F.C. PORTO 3 x 1 Roma (2ª mão dos oitavos de final e passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões)

13
Fev19

Ao [ meu] Porto!

Maria

(Photo by Kirill KUDRYAVTSEV / AFP) SAPO Desporto

 

Fizemos uma fase de grupos fantástica. Passamos em primeiro lugar do grupo com 16 pontos.

E aquilo além de saber bem, claro, foi do c@ralho!

Ontem quis muito ver aquele Porto da primeira fase, sabendo à partida que estávamos noutra forma e infelizmente não a melhor. Não estava com total confiança, mas há sempre esperança. Quando confrontada que Corona também não jogava, a esperança esmoreceu mais um pouco.

O problema não é não acreditar só nos jogadores que estavam lá, mas passa muito pela falta que os que não jogam nos fazem. E o Marega faz muita falta. Ao jogo que o Porto se habituou a fazer. Muita falta mesmo e isso tem-se visto. A lesão de Marega abriu uma ferida ali na frente que já era o nosso calcanhar de Aquiles e não melhorou. O nosso jogo passa muito e durante muito tempo andou à volta do procurar o Marega lá à frente e os seus sprints para a finalização. Sem Marega, sem alguém com aquele caparro e os sprints fica difícil jogar da mesma maneira. E estava-se mesmo a ver que mais dia menos dia ia acontecer isso ao Marega, as queixas já iam andando a olho nu. Por consequência o Porto ia sofrer.

Ontem faltou-nos muito a finalização. Conseguimos aguentar bem o jogo na defesa, Iker muito bem, e meio campo, com um Felipe meio atordoado, mas com um Danilo impecável e um Militão a dar tudo, mas depois finalização longe de ser eficaz. Não culpo necessariamente Fernando. Foi lá posto para um lugar que pedia mais, e boa corrida coisa que não tem. E depois era a sua estreia naquela grande competição e sabemos, não é fácil. Há um grande nervosismo à volta.

No final da segunda parte com a mexida que estava a gritar para ser feita, Adrien, André Pereira (que esteva quase vendido!) e Hernâni entraram bem. Puxaram pela equipa e conseguiram alienar mais a bola perto da baliza adversária.

Infelizmente há mais um "senão". Brahimi. Brahimi saiu lesionado e junta-se assim a outras dores de cabeça. Brahimi é quase indispensável. E vai com certeza fazer mossa se a lesão levar demasiado tempo e não conseguir recuperar para grandes disputas que se avizinham.

Não foi o suficiente. E o suficiente nem sequer nos chega.

Visto que somos  a única equipa portuguesa a jogar na Liga dos Campeões deviam ser mais a torcer pelo Porto. Mas eles até fazem rezinhas e eu agradeço a honestidade de quem admite que nem por ser Tuga torce pelo clube rival. Mas sendo assim, quem ainda está lá somos nós. E porque eu continuo a acreditar na passagem, Força PORTO💙

ROMA 2 x 1 F.C. PORTO (1ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões)

20
Jun18

«É inexplicável»

Maria

 [ Foto daqui]

Poderia ser eu a dizer, mas foi o Fernando Santos perante esta nossa vitória tirada a ferros, ou à pesca, ou com dedinho com estrela da sorte. Sei lá. Mas não foi pelo nosso jogo. Nem de longe nem de perto.

Não foi fácil e foi um "fosga-se carvalho de um raio" o tempo todo. Um corre corre para a casa-de-banho em jeito de incontinência urinária, fruto daquele nervozinho típico destes jogos.

Mas na verdade? A esperança esteve lá, mesmo quando deram cinco minutos de compensação e vi naquilo uma eternidade para o sufoco que estávamos a passar.

Mas o que conta são os três pontos não é verdade?

Isso e o trabalho do mister feito. Perceber o que aconteceu. O que correu muito mal. As substituições. E os titulares. Eu já não vou falar de um Quaresma no banco porque por aquele ciganito "tudo" mas o André Silva (que marcou nove golos em dez jogo de apuramento para o Mundial) no banco vale mais que um Guedes em jogo dois jogos sem fazer uma exibição para tal (só porque fez um jogo espectacular no último particular antes do mundial)? Poderíamos ter feito a primeira substituição logo na primeira parte quando cedo se percebeu que ali havia falhas. O João Mário a titular depois do Bruno Fernandes ter estado bem em campo frente a Espanha e que não fez nada de mais ao substituí-lo. Hoje não mostrou o porquê de ter sido merecedor de ser titular. Bernardo Silva esteve além daquilo que é. Assim meio à nora em campo e o Raphael Guerreiro esteve mal em muitas situações. Nada típico dele também. O Fonte falhou imensas vezes a defesa

Valeu-nos o São Ronaldo, marcou o golo, fez assistência, recuperou a meio campo, e ajudou na defesa. Mas ainda lhe pedem mais?! Está certo.

Valeu-nos também o São Patrício que hoje teve todo um jogo à volta dele e da sua baliza que defendeu com unhas e dentes, e pernas e mãos e garra e atitude de Campeão Europeu.

E eu até mudei o horário de trabalho só para ver descansada a selecção. Que de descansada não teve nada. Também inexplicável para uma mulher, certo?   :)

O que interessa é que está ganho. Agora é pensar no próximo.

 

Mundial 2018 (Rússia) - PORTUGAL 1 x 0 Marrocos (2º jogo fase de grupos)

20
Jun18

Mundial 2018

Maria

 

Em dia de jogo parece que não consigo assimilar mais nada.

Acordei a pensar no jogo. Vim a ouvir a Comercial no carro a ouvir falar do jogo. Chego ao trabalho fala-se do jogo.

Arranjo tudo para começar a trabalhar e só penso no jogo. 

As bandeiras estão prontas. 

Estou ansiosa. Quero ver e vibrar com eles. Que façam um bom jogo. Que sejam onze dentro de campo a dar tudo por todos nós que torcemos cá fora.

Às 13 horas todos a assistir e a mandar boas energias para a nossa selecção. Já falta pouco para, mais uma vez, ouvir o nosso hino emocionada e querer que cada um daqueles [nosso] onze dêem o melhor de si em campo.

"Não te esqueças, se do outro lado tiveres onze canhões apontados a ti, lembra-te que tens muito mais que onze milhões a marchar contigo"

Força PORTUGAL  

15
Jun18

Mundial 2018! "Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida"!

Maria

 [ Vejam o vídeo e como não ficar com ciscos nos olhos? Obrigada Guilherme Cabral mais uma vez ]

 

É hoje, é hoje que nos começa o MUNDIAL 2018.

A caminhada começa agora. Que a emoção nos transborde as veias, que a garra, a força, a coragem e a luta esteja sempre em cada um do jogadores que entrarão em campo para defender as cores da nossa selecção.

Depois da abertura do Mundial ontem, é hoje que Portugal entra em campo pela primeira vez. Mais logo às 19horas contra Espanha temos o nosso ponto de partida para ver na RTP.

Estejamos nós também com eles. A bandeira já está no sítio de costume, vou ver cada jogo, emocionar-me como sempre, cantar o nosso hino embebecida de mão ao peito e torcer em cada minuto de jogo português. Quero muito viver mais este Mundial.

Há dois anos contra todos e todas as probabilidades vocês conquistaram a Europa é normal que agora queiramos ajudar-vos a conquistar o Mundo!

Que a caminhada seja a mais longa possível e mais saborosa.

"Não te esqueças, se do outro lado tiveres onze canhões apontados a ti, lembra-te que tens muito mais que onze milhões a marchar contigo"

Força PORTUGAL  

16
Abr18

Nada está ganho. Mas fez mossa.

Maria

Ainda sinto a batida no peito do Herrera da tamanha emoção que nos deu. E sentiu. Ser Porto.

E ele bateu. E bateu. Com garra. E força. E alma. De dragão no peito. Firme a olhar para o 12. E gritou. PORTO. Mais que isso. Sentiu.

Foi certeiro. Eficaz. Foi capitão. 

Foi um jogo de nervos. Como sempre o é,  um clássico. O Benfica começou melhor. Sem dúvida.  Nós fomos agarrando o jogo. Crescendo.  Apalpamos terreno.  Caímos e pusemos-nos ainda mais rápido de pé para dar tudo.

Não posso deixar de dizer que soube melhor pelas circunstâncias que foram. Não é por o rival ser quem foi, mas sim por irmos buscar o nosso lugar. Recuperarmos no campo deles. Isso torna ainda mais difícil a nossa conquista. Não ganhamos o campeonato. Sabemos que demos um passo importante para o conseguir, isso sim.

E não nos ganham se jogarmos com alma, garra, mística e levarmos o dragão ao peito. Não é mostrar o nome. É mostrar o símbolo da camisola que vestem. É a diferença.

FCP

 

E Herrera, eu estava lá, bem no meio dos super quando no dia 6 de Novembro de 2016 tu podias ter mandado a bola ali prá VCI mas foi para canto e o Benfica já nos descontos empatou num jogo que nitidamente não merecia, mas estava lá e sinto que um terço da força que puseste ontem no remate estava no sangue a fervilhar nas veias do que tinha acontecido.

Todos erramos, e estou em dúvida se tens sido tu a errar mais em campo, se nós, enquanto adeptos que nunca te chegamos a dar o devido valor que tens tido no [nosso] Porto.

 

Herrera, que tiro foi esse?

 

Benfica 0 x 1 Porto

06
Mar18

Liga dos Campeões

Maria

20180306_215937.jpg

 

O melhor pano de fundo de um qualquer jogo é o n°12. A claque. Os adeptos.

Foi um orgulho assistir a este jogo. Com todo aquele apoio vindo das bancadas de uma casa que não a nossa.

Acaba aqui esta caminhada na liga dos campeões depois de um jogo anterior em casa que não fez mérito à nossa equipa mas que condicionou logo lá a nossa caminhada.

Hoje conseguiu-se provar que a equipa é bem mais que aquele primeiro jogo. Mesmo com tantas baixas. Com jogadores novos em campo e sem alguns titulares de início. 

Sempre serei Porto. Um adepto à Porto. Daqueles de gritar até que me falte a voz de mão ao peito pelo meu PORTO.

Nos bons momentos. Nos maus. Nas vitórias. Nas derrotas. No dar a volta por cima. No "até os comemos". Na mágica. No ser dragão.  No sentir PORTO.

 

Liverpool 0 x 0 F.C. Porto (2º mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões - eliminados )

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D