Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

28
Jun19

Cafarnaum - "Prepare-se para ficar perplexo"

Maria

 

Há muito que não via um filme tão forte em termos emocionais, psicológicos e com aquele murro no estômago de uma realidade que existe. Que nós sabemos que existe. Mas que no fundo, não sabemos o quão má, podre, desconcertante, desgastante, imoralmente real, triste, dolorosa, atordoante, impensável  e infeliz pode ser essa realidade.

"Em tribunal, decidido a processar os próprios pais, Zain de 12 anos, pergunta por que é que eles o trouxeram ao mundo se não tinham condições, emocionais ou económicas, para cuidar dele. Em retrospectiva, num cenário de devastação e pobreza algures no Líbano, é revelada a sua história e as razões que o trouxeram ali.
Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes (onde mereceu uma ovação de pé e o Prémio do Júri), um filme dramático com assinatura da realizadora libanesa Nadine Labaki ("Caramel", "E Agora, Onde Vamos?"), nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. No elenco participam Zain Al Rafeea, Yordanos Shiferaw, Boluwatife Treasure Bankole, Kawthar Al Haddad, Fadi Kamel Youssef, Cedra Izam, Alaa Chouchnieh e também a própria Nadine Labaki."

 

 

Pobreza extrema. É a lei do desenrasca a fazer valer-se por si. É o não ter condições nenhumas. É o fazer o possível (e impossível) para tentar sobreviver sem saber o que na realidade deve ser viver. Surge um miúdo que de uma forma arrebatadora luta por alguma dignidade dos direitos humanos numa família que não tem a base para lhe educar sequer isso. Mas que ele não parece fruto da não educação que lhe deram. Que faz acreditar que há pessoas que têm um coração do caraças mesmo quando não têm nada, mas querem fazer ainda a diferença. E isto vindo de um miúdo é de partir o coração.

É assim que se fiquei no fim do filme. Arrebatada com tremendo aperto por uma história tão atordoante.

Este miúdo Zain, merece o melhor prémio pela desgastante personagem que faz. E sempre no melhor. Fantástico trabalho. Com expressões que nos tocam mesmo.

Valeu bem a pena.

10
Mar19

Bohemian Rhapsody

Maria

 

 

Ninguém fica indiferente às músicas dos Queen. E àquele jeito tão próprio e alucinado do Freddie!

Apetece cantar todas as músicas e ouvir o filme alto e em bom som.

 

Aquela voz. Para sempre. Em músicas que ficam também elas para sempre. Uma voz de sempre e para sempre. Músicas intemporais. Que atravessam gerações.

Não foi um filme de música. É um filme da história. Do Freddie. E de muitos de nós na sua música. 

15
Nov18

To listening ♥

Maria

Estou apaixonada por esta música.

Admirada pelo look da Lady Gaga. Encantada com o Bradley Cooper a cantar.

Não vi o filme "A Star is Born", mas estou ansiosa por ver, já que a música vale a pena.

Tell me something girl
Are you happy in this modern world?
Or do you need more?
Is there something else you’re searching for?

I’m falling
In all the good times I find myself along and for change
And in the bad times I feel myself

...

06
Ago17

Filme do fim-de-semana!

Maria

 

Só agora consegui ver este filme porque como os outros, foi combinado ver entre amigos e não tinha surgido oportunidade. Segui sempre a saga. Assim que começa sente-se logo a falta dele. É impossível os filmes voltarem a ser os mesmos. Ou melhor a trazer-nos o mesmo. Quem seguiu desde o início tem ali o lugar dele em falta. No entanto acho que se consegue uma boa homenagem e previsível a ele do Dom neste filme.

25
Jul17

"As cinquenta sombras de Grey"

Maria

 

 

Ora, nada melhor do que, estar em casa doente, de repouso, com uma "proibição" de sair de 48 horas no mínimo e arranjar o que fazer. Pois eu cá gosto de ver filmes.

Nunca consegui perceber muito bem o alarido em volta do filme. Nunca tinha visto sequer o trailer. Aliás, na maior parte das vezes gosto de ir às escuras. Os trailers tiram-nos a surpresa. Agora que vi o primeiro filme "As cinquenta sombras de Grey" também não consigo perceber, no entanto consigo perceber o porquê de quererem tanto ver o segundo. É que por exemplo a mim, seja qual for o género do filme, comédia, drama, suspense, romântico... ficar aquela ponta do véu levantada é cuticar-me e aí sou uma cusca do pior. Assim até eu, quero saber o que o Mrs Grey vai fazer com a pressa toda a sair daquela reunião com a Anastásia na cabeça.

Falta só dizer uma coisa, sim o Mrs. Grey consegue dar a volta a muita gente. E não estou a falar do sexo. Só. Estou mesmo a falar de todo aquele ar misterioso. Seguro. Confiante. Elevadores. De como as pessoas nem sempre se conhecem verdadeiramente até alguém as fazer conhecer a elas próprias. E de como muitas vezes quando entras de cabeça, sais de coração. Sexo incluído.

Por isso retiro esta da rubrica "eu nunca..." mas podem vir de lá, na mesma as chibatadas :p

_____________________________________________________________________________________________

 

 

ADENDA:

Já vi o segundo e a conclusão que tiro é que, acontece muitas vezes, aquela pessoa que controla, reformulo, que acha que controla - o que quer que seja - acaba por ser controlada.

No fundo, um Mrs Grey está realmente nos sonhos de muitas de nós... porque acha que controla a situação, domina vá, mas no fundo, acba por ser dominado... em tudo, no sexo também é claro, mas não só...

01
Mar17

Passengers - o Filme.

Maria

 

"Dois passageiros acordam 90 anos antes do tempo programado durante uma viagem de rotina no espaço devido a um mau funcionamento de suas cabines. Sozinhos, Jim (Chris Pratt) e Aurora (Jennifer Lawrence) começam a estreitar o seu relacionamento. Entretanto, a paz é ameaçada quando eles descobrem que a nave está correndo um sério risco e que eles são os únicos capazes de salvar os mais de cinco mil colegas em sono profundo."

 

Confesso que tinha expectativas elevadas para este filme. Acho que o final não foi assim tão surpreendente, mas gostei da mensagem que passa.

09
Fev17

Venham de lá as chibatadas (quase literalmente, dizem)! # 12

Maria

Aqui me confesso, como já aqui disse na estreia do primeiro filme, eu nunca li o livro "As cinquenta sombras de Grey" e nunca vi o primeiro filme "As cinquenta sombras de Grey".

 

Em dia de estreia do segundo filme, continuo a não saber bem do que se trata além de sexo. Continuo a não ter visto trailers (nem do primeiro), não li nada sobre o mesmo. Continuo a não saber se vale a pena inteirar-me agora do assunto ou se agora sim, estou banida, percebendo porque não sou nem nunca serei uma fashion blogger!!

12
Dez16

Cinema do fim-de-semana!

Maria

"Em uma missão para eliminar um embaixador nazista em Casablanca, no Marrocos, os espiões Max Vatan (Brad Pitt) e Marianne Beausejour (Marion Cotillard) se apaixonam perdidamente e decidem se casar. Os problemas começam anos depois, com suspeitas sobre uma conexão entre Marianne e os alemães. Intrigado, Max decide investigar o passado da companheira e os dias de felicidade do casal vão por água abaixo."

 

Se em qualquer momento da vossa vida, fossem confrontados com a hipótese da pessoa que está ao vosso lado e que amam possa ser a inimiga/o numero um, conseguiria a razão falar mais alto que o vosso coração?

21
Ago16

Desafio 52 semanas | Semana 29/52

Maria

Semana 29: Filmes que me falam ao coração...

 

Este desafio perdeu-se entre os dias atarefados do trabalho e as férias. Mas quando me lembro volto a ele. Esta semana é para falar de filmes que nos falam ao coração. Eu sou uma pessoa muito lamechas, muito coração mole e muito sensível. Esta não é assim tão difícil, visto que eu encontro sempre uma parte nos filmes que me toca lá dentro.

"Love & Other Drugs" - Este filme foi e será sempre especial. Por tanta coisa. Pela mensagem. Pela altura que o vi. Por me identificar tanto com ela. Por palavras.

"Intouchables - Amigos improváveis" - Até este filme, acho que seria impensável eu pôr um filme francês em qualquer top que fosse. Nada contra os filmes franceses, mas não é um cinema que me atrai. Até este filme. Simplesmente espectacular. A principal mensagem de que a amizade não vê estados sociais, culturas, línguas, géneros ou títulos. Depois a mensagem de que uma pessoa com deficiência motora é apenas uma pessoa com essa deficiência e que em tudo o resto é exactamente igual. 

"Dirty Dancing- Este foi o filme que me fez suspirar anos a fio. Foi o filme que me fez olhar para a dança com uma enorme vontade de o fazer. Foi o filme que me levou a ensaiar vezes sem conta a dança. A minha paixão pela dança nasceu ali. Não se esquece.

"My Sister's Keeper- Foi dos filmes que mais nó me deu na garganta e que mais me fez chorar. Acho que fez mesmo os menos lamechas. É um assunto sempre actual. É um bicho que a todos já tocou de alguma maneira, um familiar, um amigo, um conhecido, um vizinho... 

#52semanas

Conhecem os filmes? E desse lado, que filme vos toca?

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D