Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

10
Fev18

Campeão Europeu de Futsal

Maria

Um Portugal x Espanha (3x2) é sempre algo merecedor de ser visto.

E foi, sem duvida um grande jogo. Duas grandes equipas. 

Tiveram um dejà vu como eu quando o Ricardinho se lesionou e teve que abandonar o golo?

Até aos últimos minutos da segunda parte do prolongamento a sofrer mas também já merecia este grupo.

Parabéns PORTUGAL.

Parabéns CAMPEÕES da Europa de Futsal!

portugal_futsal_foto8051ea9f.jpg

 [ Fotografia Renascença]

04
Ago15

O português desaparecido nos Picos da Europa.

Maria

Foi com o mesmo título que aqui falei a primeira vez do João, a 14 de Novembro de 2014. Na semana passada foram retomadas as buscas para encontrar João Marinho, o português que estava desaparecido nos picos da Europa desde Novembro passado. Devido às condições climatéricas e à intensa neve que tem aquele local durante o inverno as buscas tiveram que ser interrompidas, então agora, que havia novamente condições favoráveis as buscas foram retomadas. No fim-de-semana encontraram um corpo com os documentos do João caído numa ravina.

Muito se fala, ouve-se de tudo, como sempre. Há sempre dois lados da mesma moeda e cada um escolhe o seu. É inevitável. Há quem condene sempre quem corra riscos, mais ou menos calculados. Há quem condene sempre quem tenha uma paixão e viva por ela. Depois há os que tentam entender porque respeitam.

Não sei bem porquê, se por ser “vizinho” de terras nortenhas, se pelo sorriso, se por me ter tocado com o seu extenso currículo de aventura por esse mundo fora nos seus 31 anos, se pela coragem de ser apaixonado. Não sei… Não sei se foi pelo que ouvi e li dele, pela esperança que via nos olhos da família e amigos… mas o que é certo é que acompanhei as notícias que iam aparecendo sobre o João. Na primeira fase pelas autoridades espanholas, pela GNR, pelo GOBS e depois pelos amigos, por outros montanhistas, por outros que tinham a mesma paixão, pela família e pelo irmão que incansavelmente e com a esperança como força nunca desistiram.

Lamento ter acontecido o pior. Lamento a vida do João ter terminado ali, quando realmente tenho a certeza que tinha tanto para nos mostrar da sua paixão. O João tem um mundo de imagens que jamais nós comuns mortais conseguiriam ter a coragem de fotografar. Espero que o seu legado seja respeitado e incentive a continuarem tantos projectos que saíram dele e que dão a conhecer principalmente estes recantos à beira Douro plantados.

Há quem acredite que ele tenha morrido feliz. Eu não. Ninguém morre feliz aos 31 anos. A não ser que padeça de uma doença que lhe faça viver infeliz. Acredito é que ele tenha vivido feliz e isso é o que importa. Porque esta vida são realmente dois dias, mas mesmo que partas infeliz, se tiveste uma vida feliz, caramba, valeu a pena.

Eu cá já juntei outro lema à vida:

"Nothing is as important as passion. No matter what you want to do with your life, be passionate.”

Também por isso o João será lembrado.

Muita força a todos aqueles que continuavam com a esperança de voltarem a ver aquele sorrisão do João. Principalmente aos amigos e família.

Nunca é demais partilhar algo que assim o merece:

Facebook: João Marinho

Página oficial: www.joaomarinho.com

O legado: www.nexplore.pt

27
Mar15

Suicídio?

Maria

Não me fodam e desculpem a expressão (mas esta minha veia nortenha nestes casos não me deixa dizer três frases sem um palavrão). Adiante. Suicídio? Não. Se o tal Andreas Lubitz, copiloto do voo da Germanwings que fez, segundo investigação e na base do que vão para já divulgando, embater o A320 contra as montanhas dos Alpes Franceses se quisesse suicidar há mil e uma maneiras para o fazer sem pôr em causa terceiros. Ao pôr para mim já não se trata de suicídio. E já aqui falei uma vez, e entendo que muitas vezes até para cometerem suicídio é preciso ter coragem, para chegar à hora H e seguirem em frente no que estava ou não planeado, mas no caso deste não. Foi um cobarde. Não quis morrer sozinho. Não se interessou por matar outras 149 pessoas e fazer sofrer cada família e amigos de cada um. E quis estandartes para a sua morte. Porque vamos lembrar sempre desta tragédia, mas não mais que por um acto de cobardice, estupidez, e sei lá mais o quê para não abusar das palavras que se me atravessam na garganta.

Sim tudo na base da especulação, por isso mesmo, posto isto que disse, digo-o apenas baseando-me no pouco que ainda há do que aconteceu ali. Mas a ser verdade, oh Deus, que se a mim que não conheço ninguém que lá ia naquele voo me revolta, me dá uma raiva que chega a tirar ar, não imagino a família, aqueles que perderam alguém que ia naquele voo.

Suicídio? É tirar a própria vida. Tirar a de mais 149 pessoas é um assassino sem escrúpulos, cobarde. Frio.

Depressões? E quando é que é possível não avaliarem uma pessoa que leva "nas suas mãos" tantas outras vidas? Se alguma vez tivesse já sofrido de qualquer situação  que lhe mexesse com o psicológico deveria ter sido afastado. Não se brinca com a vida das pessoas e isto põe muito em causa.

E depois lá vem o 8º pecado mortal. E as regras imediatas para a obrigação da presença de dois membros da tripulação em qualquer momento em qualquer voo. E já agora, minha opinião, teste psicológicos mais vezes, é que uma pessoa sabe o que não faltam por aí são maluquinhos.

24 de Março de 2015 ficará marcado por mais esta tragédia no mundo da aviação com a morte de 150 pessoas.

14
Nov14

O português desaparecido nos Picos da Europa.

Maria

Eu não conheço o João Marinho. Apenas somos “vizinhos” de terras nortenhas. Mas as suas poucas notícias não me deixam indiferente. Primeiro porque é um jovem, aventureiro, corajoso, empreendedor, que me parece cheio de ideias e boas iniciativas. Inspirador para quem tal como ele é um apaixonado em desportos de aventura, pela exploração das montanhas, pela bicicleta… O João é um apaixonado pela aventura na natureza. E foi essa mesma paixão que fez com que neste momento o João esteja sem dar notícias há mais de uma semana, desde que se pôs a caminho em mais uma aventura nos Picos da Europa.

A seguir fica a ultima fotografia (com uma frase apaixonante) que o João actualizou no seu facebook dando conta de onde se encontrava. Desde então não mais deu notícias e segundo o que se consta já devia ter voltado. A guarda civil espanhola com um grupo de resgate em montanha iniciaram as buscas no início da semana e já se juntaram a eles uma equipa portuguesa, GOBS - Grupo Operacional de Busca e Salvamento.

"Nothing is as important as passion. No matter what you want to do with your life, be passionate. "

 

O João tem fotografias de cortar a respiração, de nos deixar incrédulos e que dão a perfeita noção de que imensas vezes estas aventuras são envoltas em muito perigo para o comum dos mortais. E impensáveis para o coração de outros tantos. Acho que deve ser viver com a adrenalina ali sempre no topo.

Facebook: João Marinho

Página oficial: www.joaomarinho.com

Desejo que encontrem o mais rápido possível o João.

27
Jun12

Há algum cardiologista na sala?

Maria

O Ronaldo não é burro nenhum e sabia que imediatamente a seguir à sentença final a cara dele ia ser filmada e repetiu aquela palavra quase de forma ditada para que se entenda, INJUSTIÇA, INJUSTIÇA!

Marcar presença em Kiev, domingo, foi um sonho, mas daqueles que sabemos agora não era de todo impossível, talvez longe daquilo que no início muitos pensavam. Eu tenho orgulho no que aqueles meninos fizeram dentro de campo, não só hoje como nos outros jogos e chegamos onde chegamos sem qualquer tipo de ajuda ou beneficiação ou até mesmo sem sermos favoritos dos grandes (estupores "platinados").

Orgulho nesta selecção e Parabéns pelo percurso que construíram sempre em crescimento. Saímos de cabeça bem levantada perante uma Espanha que conseguimos controlar e em que a superioridade não foi muito além de um titulo que carregam.

PARABÉNS PORTUGAL!

27
Jun12

Eusébio "proibido" de ver PORTUGAL - Espanha!

Maria

Devíamos estar todos. Ora essa. Será com toda a certeza mais um jogo impróprio para cardíacos. Ora e quem não sofre do coração? A esta hora já seremos uns milhões tanto a sofrer do coração, como de ansiedade como de um nervosinho no estômago. Isto tudo junto é coisinha para nos levar desta para melhor, mas o que se espera é que no final do jogo a festa seja feita e esquecemos por mais uns dias que sofremos do coração.

Venham de lá as 19.45h que hoje parece-me que não atino para muito mais...

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D