Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

31
Jan17

Janeiro o meu mês!

Maria

[ Foste-me imensamente bom.mês meu.meu mês.carregado de boas energias.de desafios de ano novo.de amizades e sorrisos.foste-me aquilo que sempre espero de ti.porque te gosto.és o meu mês.carregaste-me de sentimentos bons.trouxeste-me aqueles que gosto.que gostam de mim.e eu sou feliz.e agradeço por isso.agradeço a quem ao meu lado está.vieram-me estes 33.agarro-os com força, esperança.quero muito que o amanhã dê certo.quero muito mais viver o hoje.quero muito querer-me.deste-me as forças que precisei.um mês de não dar um passo atrás.de decisões. de segurar lágrimas.de não desistir.de não deixar de acreditar.Janeiro meu mês.mês meu.como te gosto.este começo. este novo livro cheio de páginas por rabiscar. mês meu como te gosto. ]

[ Janeiro é o meu mês.e foste-me imensamente bom ♥ ]

19
Jan17

É preciso lembrar-nos a coragem que temos.

Maria

Esta passagem de ano foi diferente.

Passei a passagem de ano em casa, com os meus, após muitos anos voltamos a estar todos juntos. Não faria sentido viver aquela noite de outra maneira. Eu queria mesmo era aproveitar estar ali com eles. Fosse o "ali" onde quer que fosse, mas verdade seja dita, nada melhor que na nossa casa.

Era meia noite, depois da contagem decrescente já com as passas na mão e com o intuito de subir à cadeira, como gosto de fazer, eis que surgiram os foguetes, e entre os abraços e os beijos, a corrida até à porta fez-se. Estava adoentada, não fui para a varanda, fiquei ali mais na zona de dentro da porta, e enquanto se via as cores no céu, eu ali perdida a pedir os meus desejos enquanto comia as passas com os meus mais importantes no filtro dos olhos apenas senti uma coisa, uma força, grande, de querer que este ano me seja mais. Fechei os olhos e senti que era aquele amor que quero manter e trazer o que me acrescenta. Chega de oportunidades falhadas e pensar que sempre pode dar certo. Chega de querer saber se todo o mundo está bem. Desde aí consegui ter a força de me desligar mesmo de quem eu precisava.

Apenas é preciso de quando em vez, lembrar daquele preciso momento em que a força chegou e do filtro dos meus olhos. É passar a informação ao coração. Só para a força se manter. Está a ser diferente. Pela primeira vez, quero muito isto. Por mim. Que não nos falte força e coragem para lutar sempre pelo nosso amor próprio acima de tudo. E volta e meia lembro dessa coragem. Às vezes só porque sim, outras tantas porque preciso.

24
Set16

Das vontades...

Maria

Quando queres uma coisa não há desculpas. 

Quando não queres? Arranjas as desculpas mais esfarrapadas do mundo. Não podes por isto e aquilo. Inventas reuniões, atrasos, jantares fantasmas. Dizes indirectamente que não podes, raramente não queres. Enrolas. Não tens tempo. Adias. Esqueces por ali, nem fez mossa.

Quando queres? Fazes o impensável, vais ao fim do mundo. A noite vira dia. Não há impossíveis. Quebras as regras. A palavra é ir.

Não há nada mais forte que o querer. O ir com vontade. Sem desculpas ou com todas as desculpas do mundo SÓ porque sim!

16
Abr16

Deixa-me...

Maria

insta_deixa-me.jpg

 

De uma vez por todas deixa-me. Preciso disso. Que te esqueças de mim. Que não me vejas. Deixa-me. Não voltes a mexer em mim. Em cuticar-me o coração. Não voltes a abalroar-me por aí. Chega. Nunca fui de te pedir muito, mas agora peço-te tudo, deixa-me.

Deixa-me viver apenas a minha vida. Não me fales. Não me procures. Não me respondas. Apaga. Apaga em ti o eu para então eu apagar em mim o tu. Antes não consigo, sei que vai voltar. Ou vais. Mas não quero isso. Deixa-me. Parece que estou no caminho certo.

Deixa-me para então eu te deixar.

[ ♥ ]

29
Mar16

Do zero!

Maria

insta_oportunidade.jpg

Há alturas que decides que o melhor é não pensar, deixar andar. Não vais cair na preocupação de passar os dias a tentar encontrar respostas, ou melhores caminhos, outras direcções. Sentes que não estás acomodada, mas a necessidade de virar aquilo do avesso e começar do zero também não é a opção.

Os dias acabam inevitavelmente por irem passando muitas vezes com uma pressa que nem lhe damos conta. Por consequência as coisas vão mudando, as pessoas, os objectivos e a leveza. Não sentes menos, descomplicas apenas e dás mais um passo. Se calhar acabas por acalmar o coração nesse entretanto que foi passando e que nem lhe deste atenção.

Agora paras e observas que, há restos dos quais tu não precisas, não te estão a acrescentar apenas foram ficando ao sabor do vento. Há pedaços perdidos, que têm que ser inevitavelmente postos no lugar. Naquele lugar ao qual já não se pertence e deixá-los lá.

A vida vai ensinar-te que aquilo que hoje te custa, é apenas uma maneira de aprender a valorizar que sempre que fechas a janela devido à brisa, os pedaços que guardas fazem remoinho e estragos.

Se calhar está mais do que na altura de deixares a brisa entrar, livrares-te dos pedaços e abrires a porta. De virares a vida do avesso e começar do zero. Porque todo o fim tem um novo recomeço. Porque toda a história nova só espera uma oportunidade.

Inspira e expira. É uma boa altura para renascer. Do zero.

[ ♥ ]

03
Fev15

O amor é um lugar estranho.

Maria

Deixei de perguntar ao vento. Deixei de querer saber. Não planeei. Até porque enquanto o fiz não consegui. Deixei. Não quero saber. E quando sei sem perguntar dá-me risos. Não vale a pena, interiorizei. Deixei do tentar arranjar respostas. Do querer saber se amanhã as coisas mudam ou continuam a mesma coisa. De querer saber se alguém vive ou se eu sobrevivo. Não teve um dia, é a fase que vai passando. O tempo que é nosso amigo. Aquele tempo que achamos que nunca teremos e aí ele passa e olhamos para trás e quase nem demos conta de ele ter passado. A vida é estranha. O que sentimos é estranho. Conhecer alguém é estranho. Até porque é quando deixas de conhecer que conheces. É estranho de se escrever. E sentir? Alguém já sentiu o que é achar que não se conhece alguém que esteve ali a conhecer-se durante tanto tempo? Sim, esse é o pior tipo de estranho. Mas deixei de querer saber. E é como alguém me disse: É hora de parar de olhar para trás! Já se sabe onde estivemos. Agora precisamos saber para onde vamos!

[ ♥ ]

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D