Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

17
Out16

Let’s talk about sex or men's is the same! *6*

Maria

Tive um fim-de-semana "no stop" de trabalho. Acontece de quando em vez. Desta devido a uma feira de exposição. Já aqui falei várias vezes que no trabalho raramente lido com mulheres. Só homens. Ora na feira durante estes três dias de trabalho, não foi diferente. A minha convivência foi quase exclusivamente e apenas com homens. Desde colegas de exposição, clientes, fornecedores e amigos que o trabalho já me trouxe. Trouxe um sono irremediável. Um cansaço para curar durante esta semana. Peripécias, histórias, experiência, gargalhadas e mais umas quantas ilações de conversas encontros e afins. Trabalhar há tanto tempo nesta área faz com que muitas vezes já nem usem filtros em determinadas conversas porque sabem que à partida, já ouvi coisas (e vi) que são propícias a quem lida todos os dias apenas com homens. Num destes dias, ao almoço éramos quatro. Eu e três homens. As conversas começaram por eles e sim é basicamente aquilo que uma mulher pensa quando eles se encontram. Começaram a falar de trabalho, uma cusquice ou outra (sim os homens também são uns cuscos), passaram inevitavelmente pelos carros e acabaram, claro está, em mulheres. Ouvi de tudo, porque tal como disse às vezes esquecem-se que ali estou eu e não usam filtros. Quase no fim um deles pergunta-me, "estás à espera de conhecer um homem que não seja assim? És capaz de conhecer um por cento, só um conselho, certifica-te se é homem". Aquilo, independentemente do que penso sobre esse assunto, deu para umas boas gargalhadas. Há coisas que cada vez mais menos confusão me faz, porque fazem-nas parecer tão banais, que qualquer coisa que eu vá dizer sobre o mesmo não terá importância e depois ainda me perguntam, estás sozinha? Porquê?

Há 0.05% de vontade de acreditar que poderei um dia encontrar alguém em quem confiar. Mas enquanto me infiltrar nas conversas que me infiltro(am), sem filtros, não será com certeza fácil de confiar.

Dei por mim, enquanto comia uma coisa ou outra a pensar "isto até parece que lhes está no sangue". E provavelmente está.

17
Jun16

Até podem ter um boss melhor que o meu mas com mais sentido de humor não é fácil. #5

Maria

Boss para cliente:

- Esta é a Maria, a mulher de sonho de qualquer homem.

Cliente a olhar para a minha cara de desconfiada a olhar para o boss: Ai é?! Muito bem. Prazer!

Boss - É. Está afónica.  Deviam ser todas assim. Fáceis de aturar. Sem dar quase por elas. A falarem baixinho ou caladas. Isso sim, era de valor.

...

...

Fazer o quê?! :)

15
Abr16

Das amizades...

Maria

Um dia destes por entre a secção dos legumes do Lidl avistei uma cara conhecida. Não, não é daquelas que se foge a sete pés para não gastar tempo em conversas de caca. Era uma amiga que não via há imenso tempo, olhamos uma para a outra e a risota foi mutua, "há tanto tempo que não nos vemos e tinha que ser logo no supermercado entre os verdes, cá bestas"! Dois beijinhos e dois dedos de conversa. Bem, ficamos ali paradas no meio do corredor quase uma hora. Nem demos conta. O tempo voou. E com certeza devem ter reparado naquelas duas inocentes ali na letra todas entusiasmadas. Verdade seja dita, nem reparei quem passou por nós. A conversa foi óptima. Disparamos a dar novidades uma à outra, coisas que não interessam a ninguém e algumas confidências. Rimos muito a combinamos aquele café que está para ser há tanto tempo e nunca o é. Ela é uma amiga do tempo de escola. Daquelas que muito raramente nos temos encontrado. Vidas completamente diferentes. Mas muitas histórias juntas. Muitas lembranças. E sempre muitos sorrisos. A mesma idade, ambas solteiras e ambas a contar peripécias que nos juntaram no passado. "Falamos tanto nos 30 tudo ser tão diferente e afinal parece tudo tão igual". Mesmo. Conseguimos rir do passado e voltar à mesma conversa de sempre "se contas isso mato-te". É bom, saber que no fundo, há pessoas que não se dão por meios trocos, que é como quem diz, estão sempre lá, mesmo que a vida siga caminhos diferentes, vire do avesso e o tempo passe com uma facilidade que nem se dê conta. Tenho mesmo a sorte de, por entre os pingos de algumas desilusões conhecer pessoas que valem a pena.

15
Jan16

A vida é muito mais que andar de braços fechados.

Maria

insta2.jpg

Um dia destes num jantar de uma amiga, haviam pessoas que conhecia bem outras menos. Calhou de ficar sentada à beira de pessoas com quem me dava melhor, mas também entre a minha melhor amiga e outra pessoa que nem por isso temos grande afinidade. Melhor dizendo, convivência, porque era daquelas pessoas que não tenho nada contra apenas não pertencíamos ao mesmo grupo. Mas ficou ali ao meu lado. Mesmo no canto da mesa, ou falava comigo ou com a pessoa da frente. Quando achei que ela não ficaria de todo bem situada, foi precisamente o contrário. Já depois de eu e a minha amiga nos levantarmos da mesa para vir cá fora e como ela estava ali ao lado, não consegui não a convidar. Até porque gostava que me fizessem o mesmo se em "minoria" estivesse eu. Falamos, rimos muito, trocamos contactos, saímos dali juntas. E ainda fomos todas para a night. Às vezes as pessoas não têm noção do quanto podem perder por não serem simpáticas. Por não se darem a conhecer e por criarem muros que às vezes nem existem. Não é fácil quando te juntas a um grupo que já está mais ligado se se esquecerem na maior parte do tempo que tu estás ali. Aquilo vai marcar. E numa próxima vez se calhar nem vais porque não gostaste da ultima experiência. Eu tento sempre que as pessoas se juntem, que se divirtam todas. Às vezes só é preciso um "anda daí junta-te ao pessoal vamos dançar". Pequenas coisas dão grandes noites, esta foi sem dúvida uma delas. Novas pessoas, novos conhecimentos. A vida é muito mais que andar de braços fechados. Num destes jantares, fiquei sentada de frente para uma pessoa que não falava, devido a "atritos" de alguns anos atrás com terceiras pessoas. Ora num jantar que estás ali para te divertir à partida, nem sentes que te seja lá grande coisa logo para começar, no entanto, falamos o que nunca tínhamos falado e a coisa até correu bem. Muitas vezes temos ideia de uma pessoa que muda completamente ao conviver com ela. E cada vez mais tenho a prova disso e nunca gostei de julgar pessoas sem ter um único contacto mais próximo com elas. Não fosse eu e a minha melhor amiga não termos ido com a cara de uma da outra quando nos conhecemos e agora somos unha e carne. A vida ensina-nos. Todos os dias. E estamos aqui é para aprender. Julgar menos, emprenhar menos pelos ouvidos e conhecer mais.

02
Set15

Conversas... Ups! *38*

Maria

Conversa apanhada no facebook de uma conhecida _ "Antonieta":

 

Gaja1_ : Então "Antonieta" é verdade que o teu homem te mandou dar uma volta?

"Antonieta" : Olha lá o que é que tens tu a ver com isso? Parem de se meter na minha vida. Parece tudo canalhada.

Gaja2_ : Não ligues "Antonieta". Isso não são conversas que se façam. Não lhes ligues, não lhes diz respeito. Só a ti diz. Ignora pessoas dessas...

"Antonieta" : Tem que ser! Já não aguento pessoas estúpidas destas.

Gaja2_ : Pois tens tu toda a razão. Fazes muito bem. Mas olha lá, afinal é verdade que ele te deixou?

...

...

06
Set14

Do dar e receber, sangue

Maria

Esta madrugada, cerca das três da manhã, na sala de espera das urgências de um hospital perto de mim:

Senhora: Estou aqui à espera que a minha filha me venha buscar. Estive a levar uma transfusão de sangue, estou com uma anemia. E você?

Eu: Eu estou à espera de familiares, estão lá dentro em observação.

Senhora: E o seu braço?

Eu: Ah hoje fui doar sangue...

...

Há coisas do caraças. A vida é isto. E isto encheu-me o coração ♥.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D