Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

28
Jun19

Cafarnaum - "Prepare-se para ficar perplexo"

Maria

 

Há muito que não via um filme tão forte em termos emocionais, psicológicos e com aquele murro no estômago de uma realidade que existe. Que nós sabemos que existe. Mas que no fundo, não sabemos o quão má, podre, desconcertante, desgastante, imoralmente real, triste, dolorosa, atordoante, impensável  e infeliz pode ser essa realidade.

"Em tribunal, decidido a processar os próprios pais, Zain de 12 anos, pergunta por que é que eles o trouxeram ao mundo se não tinham condições, emocionais ou económicas, para cuidar dele. Em retrospectiva, num cenário de devastação e pobreza algures no Líbano, é revelada a sua história e as razões que o trouxeram ali.
Em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes (onde mereceu uma ovação de pé e o Prémio do Júri), um filme dramático com assinatura da realizadora libanesa Nadine Labaki ("Caramel", "E Agora, Onde Vamos?"), nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. No elenco participam Zain Al Rafeea, Yordanos Shiferaw, Boluwatife Treasure Bankole, Kawthar Al Haddad, Fadi Kamel Youssef, Cedra Izam, Alaa Chouchnieh e também a própria Nadine Labaki."

 

 

Pobreza extrema. É a lei do desenrasca a fazer valer-se por si. É o não ter condições nenhumas. É o fazer o possível (e impossível) para tentar sobreviver sem saber o que na realidade deve ser viver. Surge um miúdo que de uma forma arrebatadora luta por alguma dignidade dos direitos humanos numa família que não tem a base para lhe educar sequer isso. Mas que ele não parece fruto da não educação que lhe deram. Que faz acreditar que há pessoas que têm um coração do caraças mesmo quando não têm nada, mas querem fazer ainda a diferença. E isto vindo de um miúdo é de partir o coração.

É assim que se fiquei no fim do filme. Arrebatada com tremendo aperto por uma história tão atordoante.

Este miúdo Zain, merece o melhor prémio pela desgastante personagem que faz. E sempre no melhor. Fantástico trabalho. Com expressões que nos tocam mesmo.

Valeu bem a pena.

25
Jul17

"As cinquenta sombras de Grey"

Maria

 

 

Ora, nada melhor do que, estar em casa doente, de repouso, com uma "proibição" de sair de 48 horas no mínimo e arranjar o que fazer. Pois eu cá gosto de ver filmes.

Nunca consegui perceber muito bem o alarido em volta do filme. Nunca tinha visto sequer o trailer. Aliás, na maior parte das vezes gosto de ir às escuras. Os trailers tiram-nos a surpresa. Agora que vi o primeiro filme "As cinquenta sombras de Grey" também não consigo perceber, no entanto consigo perceber o porquê de quererem tanto ver o segundo. É que por exemplo a mim, seja qual for o género do filme, comédia, drama, suspense, romântico... ficar aquela ponta do véu levantada é cuticar-me e aí sou uma cusca do pior. Assim até eu, quero saber o que o Mrs Grey vai fazer com a pressa toda a sair daquela reunião com a Anastásia na cabeça.

Falta só dizer uma coisa, sim o Mrs. Grey consegue dar a volta a muita gente. E não estou a falar do sexo. Só. Estou mesmo a falar de todo aquele ar misterioso. Seguro. Confiante. Elevadores. De como as pessoas nem sempre se conhecem verdadeiramente até alguém as fazer conhecer a elas próprias. E de como muitas vezes quando entras de cabeça, sais de coração. Sexo incluído.

Por isso retiro esta da rubrica "eu nunca..." mas podem vir de lá, na mesma as chibatadas :p

_____________________________________________________________________________________________

 

 

ADENDA:

Já vi o segundo e a conclusão que tiro é que, acontece muitas vezes, aquela pessoa que controla, reformulo, que acha que controla - o que quer que seja - acaba por ser controlada.

No fundo, um Mrs Grey está realmente nos sonhos de muitas de nós... porque acha que controla a situação, domina vá, mas no fundo, acba por ser dominado... em tudo, no sexo também é claro, mas não só...

09
Fev17

Venham de lá as chibatadas (quase literalmente, dizem)! # 12

Maria

Aqui me confesso, como já aqui disse na estreia do primeiro filme, eu nunca li o livro "As cinquenta sombras de Grey" e nunca vi o primeiro filme "As cinquenta sombras de Grey".

 

Em dia de estreia do segundo filme, continuo a não saber bem do que se trata além de sexo. Continuo a não ter visto trailers (nem do primeiro), não li nada sobre o mesmo. Continuo a não saber se vale a pena inteirar-me agora do assunto ou se agora sim, estou banida, percebendo porque não sou nem nunca serei uma fashion blogger!!

12
Dez16

Cinema do fim-de-semana!

Maria

"Em uma missão para eliminar um embaixador nazista em Casablanca, no Marrocos, os espiões Max Vatan (Brad Pitt) e Marianne Beausejour (Marion Cotillard) se apaixonam perdidamente e decidem se casar. Os problemas começam anos depois, com suspeitas sobre uma conexão entre Marianne e os alemães. Intrigado, Max decide investigar o passado da companheira e os dias de felicidade do casal vão por água abaixo."

 

Se em qualquer momento da vossa vida, fossem confrontados com a hipótese da pessoa que está ao vosso lado e que amam possa ser a inimiga/o numero um, conseguiria a razão falar mais alto que o vosso coração?

09
Nov15

Ronaldo

Maria

Hoje sai o filme do Cristiano Ronaldo. Confesso rio-me sempre quando ouço o filho a dizer que quer ser guarda-redes.

Independentemente de quem gosta dele ou não. De quem o acha o maior, ou de quem nem pode ouvir falar nele. De quem o admira, ou de quem não vê ali nada demais. De quem o acha o melhor do mundo ou de quem acha que ele tem é a mania. De quem aplaude as ajudas pessoais, ou de quem o chicoteia pelo gosto de luxos... independentemente de tudo isso a verdade é uma. Cristiano Ronaldo já marcou a diferença no mundo, marcou a sua passagem e fez história. Foi um puto com juízo e soube à sua maneira crescer. Não se lhe pode julgar pelo facto de querer e se achar ser o melhor do Mundo. Há tanta gente por aí que se acha e nem sequer está dentro das possibilidades. Sonhar não deve fazer de nós mais ou menos que os outros. Mas pode fazer a diferença. E há quem lute pelos seus sonhos.
#CristianoRonaldo #RonaldoOfilme #futebol
28
Set15

Cinema do fim-de-semana!

Maria
Sem saída - No escape!
 
"Quando Jack é convidado para um cargo importante numa empresa no Sudeste da Ásia, encontra aí a oportunidade por que ansiava para iniciar uma nova vida com a sua mulher e filhas. Porém, pouco depois de se instalarem num hotel perto do novo local de trabalho, eles dão-se conta de que algo estranho está para acontecer. Quando, na manhã seguinte, Jack vai à rua, vê-se subitamente envolvido numa violenta insurreição chefiada por rebeldes armados que, de modo a marcarem uma posição política, não se coíbem de executar todos os estrangeiros. Em pânico, Jack tenta encontrar o caminho de regresso ao hotel, pegar na sua família e, no meio do caos, encontrar refúgio na embaixada norte-americana. Numa corrida desesperada, eles apenas poderão contar com a ajuda de um misterioso turista britânico. Mas até onde é capaz de ir um homem quando o que está em causa é a segurança das pessoas que mais ama?
Realizado por John Erick Dowdle, que escreve o argumento em parceria com o seu irmão,  Drew, um "thriller" de acção que conta com a participação de Owen Wilson, Pierce Brosnan e Lake Bell, entre outros."
 

 

Gostei do filme, principalmente do suspense em volta de quase todo o filme. O silêncio (interrompido apenas pela queda de um balde de pipocas) na sala só demonstrou no quanto o filme prende a atenção no todo. Carregado de emoção e da pergunta "será que conseguem escapar?". Um filme forte que faz pensar até onde conseguimos ir para proteger e salvar a vida dos nossos. Assim como a coragem que se ganha quando a nossa vida e a dos que mais amamos estão em risco.
02
Ago15

Cinema do fim-de-semana!

Maria

"Dr. Hank Pym (Michael Douglas), o inventor da fórmula/ traje que permite o encolhimento, anos depois da descoberta, precisa impedir que seu ex-pupilo Darren Cross (Corey Stoll), consiga replicar o feito e vender a tecnologia para uma organização do mal. Depois de sair da cadeia, o trambiqueiro Scott Lang (Paul Rudd) está disposto a reconquistar o respeito da ex-mulher, Maggie (Judy Greer) e, principalmente, da filha. Com dificuldades de arrumar um emprego honesto, ele aceita praticar um último golpe. O que ele não sabia era que tudo não passava de um plano do Dr. Pym que, depois de anos observando o hábil ladrão, o escolhe para vestir o traje do Homem-Formiga."

 

02
Abr15

Morreu Manoel de Oliveira!

Maria

Sempre que o via pensava para mim mesma, mas este homem é imortal? Os 106 anos pesam. Mas a sua lucidez… aquilo que mais impressionava. O sempre desejo de trabalhar. E de falar sobre o seu trabalho orgulhoso. Aos 106 com a carreira dele quem não? Mas isto é para poucos. Aos 106 ainda com filmes na sua cabeça? E queria mais. Parecia insaciável Manoel.

E levou bem longe o nome de Portugal. Mesmo nestes tempos que a maior parte aproveita para descansar da vida que teve, encostando-se à reforma que lhe é dada, este Homem quis marcar a diferença. Mesmo quando as pernas lhe começaram a faltar, as forças já não eram as mesmas e as palavras já arranhavam a sair… ainda há quem seja dado como uma força da natureza. Este Homem, Manoel, era uma delas.

Descanse em paz e Obrigada por tanto e muito mais por nos fazer ver que muitas vezes podemos mandar mais no corpo que deixar que ele mande em nós.

"Prefiro o paraíso pelo clima e o inferno pelas companhias."

Manoel de Oliveira

24
Set13

Diana - o filme!

Maria

Quero ver este filme. Sempre me lembro no 31 de Agosto que partiu a princesa do povo. Uma princesa que claro está tinha as suas histórias como todos nós temos e que abriu ao mundo a ideia de que o amor move-nos e há muitas loucuras que se faz por amor que não fazem de nós melhores ou piores pessoas. Jamais esqueço aquele sorriso que a caracterizava e o vestido azul bebe que lhe assentava como uma luva e realçava aqueles olhos claros perdidos com uma certa tristeza de quem tinha um mundo comprometido e que tinha sonhos altos para além desse mundo que lhe queriam. Ela traiu, é verdade, mas para um Carlos só mesmo uma Camilla, porque Diana era muito areia para aquela camioneta, convenhamos.

Ainda hoje a vida de Diana é falada, conspirações e mitos vão sendo revelados com mais ou menos verdade, com mais ou menos suposições. Ainda hoje após tantos anos da sua morte, a sua vida continua a vender e a dar a ganhar a esses jornalistas que vivem com a sede de se intometerem na vida destas pessoas como sanguessugas.

 

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D