Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

16
Jan19

Se não sabem, fiquem a saber como eu

Maria

Hoje de manhã estive com o meu carro na oficina. E parece que tenho que lá voltar sábado. Nós sabemos que ir com o carro à oficina é como ir ao médico. Saímos de lá sempre com mais alguma coisa. Mas nunca pensei que fosse tão à "letra":

Diz-me o mecânico: tens que voltar cá, fui dar uma volta no carro e ele tem dois rolamentos gripados!

Eu: Tomara, nesta altura não estamos todos gripados?

Pronto fiquem a saber, quem não sabe, que os carros também gripam!

06
Fev18

Peripécias deste lugar à beira Pólo Norte plantado.

Maria

-2ºC 

Quando o teu rádio, como forma de protesto por o teres deixado a dormir ao relento resmunga contigo. E como? Remetendo-se ao silêncio...

20180206_090040.jpg

 

Sim é isto. Até o rádio parou de funcionar. Por isso imagino as temperaturas de madrugada...

As manhãs no inverno estão longe de serem aquilo que tu achas que elas poderão ser.

Se gostas de olhar pela janela para teres uma primeira impressão de como estará o dia cá fora, esquece. Está tudo muito bonito. Céu azul lindo. Poucas nuvens. Sol radiante. Pões um pé fora da porta e os dois graus negativos até te congelam a alma.

Aquele descer as escadas a olhar para o carro é o processo mais doloroso, muito mais que a espera da água na mangueira congelada. E é toda uma ventura para te lançares à estrada.

Coragem Maria, coragem. Tu sabes, a vida não é fácil para quem mora ali um bocadinho abaixo do Pólo Norte.

14
Mar17

Não faço entrevistas no carro, mas falo sozinha.

Maria

Elucidem-me se estiver errada. James Corden no ano passado fez um sucesso ao fazer um programa em que entrevistava famosos e uma parte do programa ele dava boleia de carro e entre outras coisas os convidados chegam até a cantar. O programa foi um êxito e tornou-se viral por todo o mundo.

Portugal, nisto de "copiar" as ideias que vêm de fora está sempre na primeira linha. Mas neste caso, passa um pouco por todo o lado, desde televisão, bloggers, programas de entretenimento, entrevistas...

Fazer uma vez ou outra... tudo bem. Agora será que não há ideias mais próprias do que fazer apenas o que os outros nos mostram que são um sucesso a fazer? É que, o ser um sucesso nos outros, não quer dizer que seja em nós.

E no entretanto a escrever este post tive uma ideia. Eu sou óptima a ter conversas no carro. Sozinha. Vai na volta ainda faço uns vídeos das minhas conversas que poderiam dar um post a conduzir sozinha. E sim, como já o admiti no facebook, eu pareço uma pessoa normal... mas depois falo sozinha no carro!

29
Abr16

Eu até sou boa pessoa...

Maria

Mas quando vou a conduzir e me deparo com canalhada no meio da estrada e eles nem se arrumam cinquenta centímetros que seja e ainda olham com aquela cara de "arruma-te lá oh besta"... eu chego a pensar "e se não me arrumasse/travasse/ou fizesse uma manobra perigosa (quando muitas vezes o fazem à beira de curvas)?". Chego a pensar. Depois passa.

16
Fev16

Peripécias de zero graus nesta terra à beira Pólo Norte plantada!

Maria

WP_002158.jpg

 IMG_20160216_101124_975.jpg

(o vidro do carro não está embaciado, é mesmo gelo)

A vida não é fácil para quem não tem garagem para o carro morando ali um bocadinho abaixo do Pólo Norte.

Hoje acordo com um solzinho a entrar pela janela. Primeiro pensamento “segundo dia sem chuva, oh yeah!”

Ligo-me às redes sociais e aparece a foto de uma vizinha encapotada até às pontas do cabelo, com o nariz vermelho com a legenda “cá gelo”.

Tudo para o dia correr bem a partir do momento que, depois de oitenta e sete voltas tens a coragem de pôr um pé fora da cama e sentes que acordaste em pleno Pólo Norte. E o meu quarto até é quente, tão só por isso, quando me lanço para fora do quarto, acordo para a vida. Isto até abrir a porta de entrada da casa e reparar que está tudo coberto com uma fina camada de gelo. Tudo branquinho e levas com uma aragem capaz de te congelar até os pêlos do dedo mindinho cuja cera não agarrou da última vez que foste à depilação.

Coragem Maria, coragem.

Eis que me aproximo do carro e ele completamente congelado. Portas coladas e branquinho. Maravilha pensei, já com o nariz a ficar vermelho ali entre o ataque de querer mandar o trabalho às favas e ir-me enfiar novamente no quentinho e o lá terá que ser. Tenho a sorte de ter uma mangueira ali a postos perto do carro. Tive foi o azar assim que me aproximei dela reparar que tudo estava congelado, incluindo a água que não saía nem à lei da bala (ou de eu rezar a todos os santinhos).

Tenho também a sorte de ter um tanque por perto, que por acaso até tinha alguma água e esperava-me um balde à beira.

Coragem Maria, coragem.

Imaginem as vezes que fiz o exercício de lançar baldes de água ao vidro do carro, até fiquei com calor antes mesmo de conseguir entrar no carro. E ligar as escovas do só para as estragar mais um pouco, mas foi assim que consegui tirar metade do gelo do vidro dianteiro. O da minha parte.

E assim me meti à estrada. O carro marcava zero graus (intermitente - alerta de gelo - sério?!), um sol lindo e o gelo nos vidros a descongelar pelo caminho. No vidro atrás não via nada completamente cheio de gelo assim como de lado. Tive a sorte de conseguir baixar a janela do outro lado uns cinco centímetros e foi o meu campo de visão para me lançar à estrada. Nas serras? Neve. O dia ainda agora começou.

Coragem Maria, coragem. Tu sabes, a vida não é fácil para quem mora ali um bocadinho abaixo do Pólo Norte.

18
Jan16

Filme do fim-de-semana!

Maria

Já há muito que queria ver visto que não o fui ver ao cinema. No entanto como combinamos ver entre amigos foi-se adiando até este fim-de-semana.

Sempre adorei a saga e quis ver todos os filmes, mas este era especial, a vontade de o ver prendia-se muito ao desaparecimento do Paul Walker. Não imagino Fast & Furious sem ele. E sempre que vejo o Vin Diesel é quase impossível não lembrar o Paul. Sempre demonstraram muita química e além de ser um filme virado para carros, velocidades, acção... a frase do Vin Diesel (Toretto) passa a melhor mensagem de todas: "Eu não tenho amigos, tenho família". Sem esquecer a parte cómica quase sempre protagonizada pelo brincalhão Tyrese Gibson (Roman) o filme está na semelhança com o que nos têm habituado, muito bom. Claro que ali a meio do filme começas a pensar que só no início as cenas foram mesmo protagonizadas pelo Paul e isso parece que não mas ainda nos prende mais, pelo menos a mim, para tentar perceber os detalhes. No final as imagens em jeito de memória e homenagem ao Paul Walker conseguem sacar uns ciscos nos olhos. Impossível. A forma do Toretto olhar, de falar, as palavras, a mensagem, a separação dos carros, o final... perfeito.

Apesar de já se confirmar que sim existirá o Fast & Furious 8 (mesmo as cenas finais neste filme levantam essa ponta do véu) para mim a saga acabou ali. Não imagino outra química com Vin Diesel no mesmo esquema. Não imagino continuar o Fast & Furious com uma total mudança de elenco, deixará a identidade do que a saga nos presenteou. Começar um sem o Paul Walker é como começar o filme sem a frase mítica do Dom, "Eu não tenho família, tenho amigos". Fica marcada.

12
Nov15

A inveja prejudica a própria vida. E não a vida dos outros.

Maria

Ainda só agora se soube que o Ronaldo comprou um jato privado e já tanta tinta corre por aí.

Se até eu com a merd@ que ganho comprei o meu carro, porque é que ele com a fortuna que ganha não pode comprar um "jatinho"?

Como se pode ler hoje no @Radar_do_Sapo, Salvador  Martinha diz:

"O sucesso dos outros não impede o vosso. Mentalizem-se disso e deixem de ser mesquinhos."

É mesmo isto. Mai'nada!

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D