Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

09
Jul19

Não é algo fácil de se dizer. E entender.

Maria

Não apetece

Às vezes não apetece.

Se calhar anteriormente já disse, que o "não apetece" é desculpa mal amanhada. Mas não é.

Às vezes é só mesmo isso. Não há outra explicação. Ou há tantas que se resumem a essa mesma. Às vezes não há vontade. Não há pachorra. Não estás para aí virada. Às vezes não fazes, não queres ninguém, não queres falar, não queres ouvir. Às vezes não apetece mesmo.

Às vezes tudo parece que te aborrece e tão só por isso não apetece.

Não é sempre. Mas tem dias que não é mais nada além disso. E por isso é tudo

22
Mai17

Um batom colorido e um risco preto nos olhos.

Maria

Na verdade, as minhas insónias voltaram. Se é que alguma vez se foram. Mas parece estar de volta uma daquelas fases negras da coisa. Não há pachorra mas elas querem lá bem saber. Acho que desde que estive de férias, fiquei com tudo trocado. Levantei-me sempre cedo e deitei-me sempre tarde. Vim e não consegui aumentar muito mais as minhas horas de sono diárias. No entanto andamos nisto há três semanas, com dias de intenso trabalho e desgaste psicológico que me faz ficar ainda mais cansada mas dormir que é bom nada. E depois isso reflecte-se. Na cara, na pele, no mau humor. Bem tenho que admitir que, no meu caso, acho que quanto mais durmo (e por não ser o normal) mais mal disposta fico.

Este fim de semana foi um caos. De sexta para sábado já cheguei tarde a casa mas depois perdi horas às voltas na cama a levar com aquele silêncio ensurdecedor que me fez acordar com enxaquecas. Voltei a dormir e isso só piorou. Passei um sábado aborrecido. Desmarquei tudo o que tinha em planos e fui deitar-me cedinho. No domingo tinha a corrida da Mulher. Era uma da manhã e eu ainda bem acordada com uma dor de cabeça insistente. Depois começou a má disposição de estar ali deitada à horas e dormir nada. Joguei candy crush até as vidas acabarem. Vi o que havia a dar de jeito na Tv. Fiz zapping quinhentas vezes. Fechei o mais que pude os buracos da persiana. Apreciei o quarto do lado esquerdo, e depois do lado direito, o tecto e andei naquilo horas que me perdi em contar carneirinhos ou o que quer que seja. Eram cinco da manhã e eu sem pregar olho, mandei mensagem às companheiras da corrida a dizer que não ia conseguir ir, estava sem dormir, não ia aguentar. Às sete e meia, hora combinada de saída recebi a mensagem "sempre não vens?". E eu, que ainda estava acordada (!!!) infelizmente tive que falhar. Adormeci por volta das oito da manhã. Às onze e meia estava a tomar o pequeno almoço na cozinha.

Apetecia-me estar rabugenta a bater o pé e a rodar a baiana. Apetecia-me berrar aos céus e perguntar mil porquês, mas andei todo o santo dia numa pasmaceira que ninguém aguenta. Nem eu. Voltei a cair na cama cedo. Vi a gala toda dos globos de ouro. E depois andei a fazer zapping por programas de chacha. Não consigo precisar a que horas adormeci, mas já bem de madrugada. Às oito estava fora da cama.

Comprei um batom novo no fim de semana e dei de caras com ele logo pela manhã. Valeu isso e um risco preto nos olhos.

"Isso é tudo boa disposição a uma segunda-feira?" foi o que ouvi pela manhã.

É isto. Aparências. "Linda e esbelta" por fora, a desfalecer e a sussurrar por uma cama e uma noite bem dormida por dentro.

Mas bem disposta. Sim por incrível que pareça. É segunda-feira e eu estou bem disposta.

14
Mar16

Bom dia!

Maria

segunda.jpg

Um ano depois! Foi um fim de semana no stop! Na sexta uma aula à noite que me atirou ao chão com dores musculares em tudo quanto era sítio, logo ali para começar bem o fim-de-semana. E logo este que era a festa na minha rua. Sem uma hora de sossego, de manhã obrigada a acordar seja com os foguetes, com os bombos, a música ou a fanfarra. Festa na aldeia é assim. E ter festa na rua todo o cenário é este. Dormir zero. Ou pouco vá. No sábado era o jantar das mulheres entre festa, preparativos, cabeleireira acho que antes do jantar já estava cansada. Mesmo assim na loucura saí de casa com uns saltos de doze centímetros para uma girls night out. Superou expectativas e correu tudo muitíssimo bem, sempre a dançar, não desci do salto só mesmo quando cheguei a casa por volta das cinco da matina. E cansadinha de todo admito. Mas não me deitei sem passar pela casa partida aka cozinha. #MariaTexuga é assim. Às nove acordei com os bombos e às dez ali mesmo na festa da minha rua tinha a primeira aula de apresentação de zumba. Confesso estava KO e levantar-me da cama foi quase só com grua e com a professora a chamar pelo meu nome pelo microfone. Tinha que ser e lá fui eu. Difícil aquela hora abrir os olhos, muito mais acertar passos, orientação, equilíbrio e lembrar das coreografias esquecendo "sei o que fizeste na noite anterior". Depois toda a famelga veio à festa, almoço de família em que em vez de descansares um pouco só ficas mais cansada. Às quinze houve nova aula, já mais acordada mas muito mais cansada. Mas valeu pelos sorrisos, pelas dores de pés, pelas palmas, pelas pessoas que se juntaram que aderiram e pelo grupo. Adorei. O resto do dia foi passado ali mesmo, entre família e festa. Hoje quando o alarme toca para acordar só queria mais uns cinco minutos de umas horas. Pareço uma zombie. Com dores em tudo quanto é lado e um sono do tamanho do mundo. Mas depois de acordar já com este "peso" tudo só pode melhorar. E esta segunda-feira vai passar rapidinho. E logo há mais, zumba! E depois cama que eu preciso de umas boas horas de sono. E descanso.

Boa semana!

18
Dez15

Ainda não tive tempo de vos dizer mas...

Maria

Depois de uma semana bem atarefada e do dia de hoje sempre a correr, agora sim estou com um pouco mais de tempo para este cantinho (assim espero!). 

Este ano não trabalho mais. Parece que estou de férias e nesta altura de festas é assim para cima de espectacular. A sério. Isto aqui no Pólo Norte fica um gelo, logo ficar na cama pela manhã sabe muito bem e por consequência passar as noites até mais tarde na borga também. E com a família e a aproveitar mais um pouco.

Este ano não trabalho mais. Parece que estou de férias. E oh como me sabe bem dizer isto.

Bom fim-de-semana!

27
Ago13

E férias?

Maria

Ainda estou numa de interiorizar que o dolce far niente que é bom acabou. Que as férias finito. Que ontem foi segunda-feira, pior que isso, segunda-feira de volta ao trabalho e que hoje apesar de ser terça mais parece segunda porque a vontade de mexer um braço ou uma perna é nula. Assim como a vontade de falar, a vontade de ouvir alguém, a vontade de fazer o que quer que seja, até comer. Não me apetece fazer nada de nada e só de pensar nisso ainda me dá mais preguiça. Isto há-de melhorar, não sei bem quantos dias preciso mas preciso de uns valentes.

12
Dez11

Life isn't perfect, I know. But I need something good!

Maria

Não me lembro de me sentir tão cansada como me sinto hoje, sinceramente. Ahh e vieste de uma semana de férias! Pois vim... Não me lembro de me sentir tão em baixo, tão sem paciência para tudo e todos. Não me lembro de não acreditar tanto nas pessoas e de sentir que tudo e todos estão longe. Não me lembro de fisicamente me sentir down mas psicologicamente me sentir ainda mais fraca. Se sempre tive problemas para dormir agora então assusto-me com as pouquissimas horas que durmo. Tudo me irrita e nada me completa. Tenho saudades dos que amo e estão longe. Dói-me os meus que estão a sofrer e não posso fazer nada. As horas que passei ontem no S.João mexeram comigo, não tenho estômago para hospitais. Valeu perceber que tenho família que nem a dedo tinha escolhido melhor. Mas no fundo o que me inquieta mais foi a mensagem que recebi ontem "(...)não tens o mesmo sorriso(...)", até agora ainda não consegui digeri-la.

09
Nov11

Do trabalho.

Maria

Hoje não consegui ir trabalhar. Recebi mais chamadas do meu boss do que um outro dia qualquer em que estou a trabalhar e ele não está na empresa. Onde é a parte que não percebeu que eu estou doente e que o que menos quero é falar com alguém? Ninguém é insubstituível. Ninguém. E eu fico um bocadinho farta disto.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D