Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

31
Dez19

Feliz Ano Novo!

Maria

2019 não foi de todo um ano fácil. 

Desejo sorrir cada vez mais. Continuar a tentar ser uma pessoa melhor. Mesmo! Baixar barreiras, destruir muros. Olhar um bocadinho mais para mim. Queria que fosse um bocadinho melhor que este ano, no fundo desejo de 2020 um bocadinho mais. Este ano foi difícil,  está a ser difícil de conseguir ter tudo sobre controle e ser positiva.

Quero muito que eu tropece em pessoas boas e que leve os negativos para o raio que os parta sem passar no meu caminho [não confundas, por favor 2020].

Simples assim. Directo e sem engolir sapos. Que possamos sorrir juntos. Desejar mais. Sonhar, ainda que de olhos abertos e pés assentes no chão. Abrir o coração. Abrir o CORAÇÃO! ♡

Ser simpáticos e guardar o mau humor nos lençóis antes mesmo de sair da cama. O Mundo lá fora não tem que levar por tabela dos nossos problemas. Apreciar o arco íris. Falar, conhecer, ir. Não deixar ficar quem só tirou bilhete de passagem. Já basta a passagem do ano. Ter coragem. Enfrentar. Ser forte. Gostar de nós, mais de nós. Primeiro sempre nós. E deixar que gostem de nós... Ser boa onda.

Acreditar. Ter fé.  Ver o lado mais positivo da vida.

Ser feliz! Minimizar más energias. Procurar sorrisos. Agradecer sempre. Cuidar. Cuidar de nós.  Dos nossos. Apaixonar. Dizer gosto de ti. Fechar feridas. Seguir em frente. Seguir em frente é o caminho.

2020

De coração desejo-nos a todos um Feliz 2020 . Que nos seja simples, leve e bom. Saúde. Saudinha da boa! O resto a gente dá o jeito!

OBRIGADA por mais este ano repleto de carinho e partilhas a quem está desse lado! E cá vos espero em 2020. Sem desculpas. E com sorrisos para partilhar!

Beijos, abraços e sorrisos,

 

MARIA

SorrisoIncógnito

 

Sigam-me em:

Facebook: sorrisoincognitoblog
Instagram: https://www.instagram.com/sorrisoincognito/

30
Dez18

Feliz Ano Novo!

Maria

Desejo sorrir cada vez mais. Ser uma pessoa melhor. Mesmo! Baixar barreiras, destruir muros. Queria que se não fosse melhor que este ano que fosse igual, mas no fundo desejo de 2019 um bocadinho mais. Que eu tropece em pessoas boas e que leve os negativos para o raio que os parta sem passar no meu caminho [não confundas, por favor]. Simples assim. Directo e sem engolir sapos. Que possamos sorrir juntos. Desejar mais. Sonhar, ainda que de olhos abertos e pés assentes no chão. Abrir o coração. Ser simpáticos e guardar o mau humor nos lençóis antes mesmo de sair da cama. Apreciar o arco íris. Falar, conhecer, ir. Não deixar ficar quem só tirou bilhete de passagem. Já basta a passagem do ano. Ter coragem. Enfrentar. Ser forte. Gostar de nós, mais de nós. Primeiro sempre nós. E deixar que gostem de nós...

Ser feliz! Minimizar más energias. Procurar sorrisos. Agradecer sempre. Cuidar. Cuidar de nós. Apaixonar. Dizer gosto de ti. Fechar feridas. Seguir em frente. Seguir em frente é o caminho.

2019.png

 

De coração desejo-nos a todos um Feliz 2019 . Que nos seja simples, leve e bom. Saúde.

Obrigada por mais este ano repleto de carinho e partilhas a quem está desse lado! E cá vos espero em 2019. Sem desculpas.

Beijos, abraços e sorrisos,

 

Maria

SorrisoIncógnito

 

Sigam-me em:

Facebook: sorrisoincognitoblog
Instagram: https://www.instagram.com/sorrisoincognito/

07
Jan18

Pedir desejos a passas

Maria

Este ano até passei a passagem de ano em casa. Por acaso até tinha passas. E até por acaso foi das primeiras vezes que me lembrei da ideia de fazer tudo direitinho. Subir para uma cadeira à meia noite e comer doze passas pedindo desejos. 

Fiz tudo direitinho, pensei. E pedi saúde. Saúde. 

Eis que se a despedida do ano foi dentro de uma constipação/gripe, mesmo sabendo eu que não sou de simples constipações, o início do ano, estando eu a auto medicar-me com o normal entre um ilvico e um bruffen, não melhorou muito...

Voltei ao trabalho mesmo que a vontade fosse de ficar ali só mesmo no quentinho. E aguentei. Aquilo que pensei ser uma gripe e fora de questão estava de ir às urgências por causa de uma simples gripe continuou ali bem presente, ate que no dia a seguir juntou-se aquela tosse seca, irritante. Mesmo assim evitei e aguentei até que na quarta, alem de já não ter dormido nada de noite, a tosse ficou mais funda, com dor no peito e nas costas e a falta de ar a sufocar-me.

Aqui achei que era melhor mesmo ter juízo e ir às urgências. E fui.

Pulseira amarela no pulso e uma reprimenda de todo o tamanho por causa da demora em ir lá.  Mas então não dizem que isto está tudo entupido e não precisamos de vir para aqui com uma simples gripe?

Pois Maria, tu não tens gripe. Tens uma infecção. Na garganta, nas vias respiratórias e vamos la ver se não é tambémmais nada.

E é aí que a falta de ar que já tinhas te consome ainda mais. Nebulizações para as veias, penicilina de 2400 que ainda me dói pra tutu e injecção  de betametasona (uma pequena bomba com cortisona para te dilatar as veias). O caso não foi simpático.  Mas não me deixo ir na cantiga. Estive três dias sem pregar olho durante a noite por causa das crises da tosse e falta de ar e as mudas do pijama de madrugada. O dormir quase sentada e as horas a olhar para o tecto a enlouquecer com os silêncios. É muito mau mesmo tu quereres não ir abaixo, mas há factores que não consegues ultrapassar. Mais duas penicilinas e enviada directamente ao médico na sexta porque a enfermeira acha que a coisa não melhorou assim tanto mesmo depois daquela carga.

Toma lá mais antibiótico, anti-histamínico e a minha já quase esquecida bomba Pulmicorte, com cortisona.

Sim, e eu ainda pensava que era uma simples gripe.

Estou a recuperar, mesmo aqui um bocadinho abaixo do Polo Norte. Por entre chás quentinhos, mantinhas, descanso e muito carinho.

Sou uma mimada porque tenho mesmo gente que estão sempre aqui. Uma família maravilhosa e depois tenho vizinhos que são uns queridos. A minha rua é melhor que a tua, lembram-se? Uma vizinha de setenta e poucos anos um dia destes à noite tocou à campainha e trouxe um bolo rei e um vinho do porto para me ver. Um amigo trouxe Toblerone e conversa e assim se tem passado.

É difícil de explicar esta sensação de coração acelerado e de falta de ar que de repente aparece, quando na realidade tu até tens medo a cada inspira e expira de as coisas complicarem. Há mesmo coisas que não se explicam. E outras tantas que se guardam só para não preocupar quem está do lado.

Passas, vamos com calma sim?

01
Jan18

1/365

Maria

IMG_20180101_213027_541.jpg

 

A minha primeira fotografia do ano gosto que seja o pôr-do-sol. Porque para começar o ano nada melhor que fotografar algo que me transmite boas energias. Hoje não consegui. Esteve nevoeiro. Está frio. E choveu.

Fica o meu sorriso para começar 😊

Bom Ano ❤🎉

31
Dez17

Feliz Ano Novo!

Maria

Desejo sorrir cada vez mais. Mesmo! Baixar barreiras, destruir muros. Queria que se não fosse melhor que este ano que fosse igual, mas no fundo desejo de 2018 um bocadinho mais. Que eu tropece em pessoas boas e que leve os negativos para o raio que os parta [não confundas, por favor]. Simples assim. Directo e sem engolir sapos. Que possamos sorrir juntos. Desejar mais. Sonhar, ainda que de olhos abertos e pés assentes no chão. Abrir o coração. Ser simpáticos e guardar o mau humor nos lençóis antes mesmo de sair da cama. Apreciar o arco íris. Falar, conhecer, ir. Não deixar ficar quem só tirou bilhete de passagem. Já basta a passagem do ano. Ter coragem. Enfrentar. Ser forte. Gostar de nós, mais de nós. Primeiro sempre nós.

Ser feliz! Minimizar más energias. Procurar sorrisos. Agradecer sempre. Cuidar. Cuidar de nós. Apaixonar. Dizer gosto de ti. Fechar feridas. Seguir em frente.

 

2018

  

De coração desejo-nos a todos um Feliz 2018 . Que nos seja simples e bom. Saúde.

Beijos, abraços e sorrisos,

 

Maria

SorrisoIncógnito

 

Sigam-me em:

Facebook: sorrisoincognitoblog
Instagram: https://www.instagram.com/sorrisoincognito/

19
Jan17

É preciso lembrar-nos a coragem que temos.

Maria

Esta passagem de ano foi diferente.

Passei a passagem de ano em casa, com os meus, após muitos anos voltamos a estar todos juntos. Não faria sentido viver aquela noite de outra maneira. Eu queria mesmo era aproveitar estar ali com eles. Fosse o "ali" onde quer que fosse, mas verdade seja dita, nada melhor que na nossa casa.

Era meia noite, depois da contagem decrescente já com as passas na mão e com o intuito de subir à cadeira, como gosto de fazer, eis que surgiram os foguetes, e entre os abraços e os beijos, a corrida até à porta fez-se. Estava adoentada, não fui para a varanda, fiquei ali mais na zona de dentro da porta, e enquanto se via as cores no céu, eu ali perdida a pedir os meus desejos enquanto comia as passas com os meus mais importantes no filtro dos olhos apenas senti uma coisa, uma força, grande, de querer que este ano me seja mais. Fechei os olhos e senti que era aquele amor que quero manter e trazer o que me acrescenta. Chega de oportunidades falhadas e pensar que sempre pode dar certo. Chega de querer saber se todo o mundo está bem. Desde aí consegui ter a força de me desligar mesmo de quem eu precisava.

Apenas é preciso de quando em vez, lembrar daquele preciso momento em que a força chegou e do filtro dos meus olhos. É passar a informação ao coração. Só para a força se manter. Está a ser diferente. Pela primeira vez, quero muito isto. Por mim. Que não nos falte força e coragem para lutar sempre pelo nosso amor próprio acima de tudo. E volta e meia lembro dessa coragem. Às vezes só porque sim, outras tantas porque preciso.

01
Jan17

1/365

Maria

IMG_20170101_201314_903.jpg

Ora a minha primeira fotografia do ano costuma ser o pôr-do-sol. Porque para começar o ano nada melhor que fotografar algo que me transmite boas energias. Hoje não consegui. Está nevoeiro. Está bastante frio. Está a nevar certezinha, só não se vê a neve. Só gelo.

Fica o sorriso.

Bom Dia! Bom Ano ❤🎉

31
Dez16

Feliz Ano Novo!

Maria

Desejo sorrir cada vez mais. Baixar barreiras, destruir muros. Queria que se não fosse melhor que este ano que fosse igual, mas no fundo desejo de 2017 um bocadinho mais. Que eu tropece em pessoas boas e que leve os negativos para o raio que os parta. Simples assim. Directo e sem engolir sapos. Que possamos sorrir juntos. Desejar mais. Sonhar, ainda que de olhos abertos e pés assentes no chão. Abrir o coração. Ser simpáticos e guardar o mau humor nos lençóis antes mesmo de sair da cama. Apreciar o arco íris. Falar, conhecer, ir. Não deixar ficar quem só tirou bilhete de passagem. Já basta a passagem do ano. Ter coragem. Enfrentar. Ser forte. Gostar de nós, mais de nós. Primeiro sempre nós.

Ser feliz! Minimizar más energias. Procurar sorrisos. Agradecer sempre. Cuidar. Cuidar de nós. Apaixonar. Dizer gosto de ti. Fechar feridas. Seguir em frente.

 

Feliz Ano 2017

 

De coração desejo-nos a todos um Feliz 2017. Que nos seja simples e bom. Saúde.

Beijos, abraços e sorrisos,

 

Maria

SorrisoIncógnito

 

Sigam-me em:

Facebook: sorrisoincognitoblog
Instagram: https://www.instagram.com/sorrisoincognito/

04
Jan16

Back to work!

Maria

Nada fácil. Volto para o trabalho duas semanas após ter estado de férias para começar um ano novo. Devia vir cheia de energia. Nada a ver. Estou em modo zombie desde que me levantei, eu acho. É segunda, é aquela segunda a seguir às férias. Está um tempo choco, chato, frio, chuvinha até dar dó. Nada ajuda. Confesso de que tenho memória foram as férias que mais dormi. Eu que nem sou de dormir consegui a proeza em um dos dias apesar de ter-me deitado tarde mas só acordei às 13.30h. Quase impensável para mim como quem me conhece sabe. A coisa começou a ficar de tal maneira trocada, que houve dias, ou melhor noites, que até me deitei cedo mas eram cerca das seis da manhã e ainda não tinha aterrado. Esta mesma madrugada depois de um domingo que não saí fora de portas que lá na terrinha estava o pandemónio com chuva, nevoeiro e vento, eram quase quatro da manhã quando devo ter adormecido. Eram sete e meia estava acordada. Três horinhas e meia de sono e queriam que estivesse aqui linda e fofa como uma alface fresquinha? Não dá. E a manhã até que se passou mais ou menos agora a tarde está a dar-me nos nervos. E nos lenços de papel. Grande porra, ainda voltei constipada. E cheia de alergias. Nada ajuda. E o vendaval que tem ido lá fora?

Resumindo está um dia bem bom para estar no ronhonhó, mas não me posso queixar. Começo o ano a trabalhar E ainda tinha cá à minha espera umas garrafas de tinto maduro oferecidas por um fornecedor que mesmo estando já de férias não se esqueceu de mim.

Ver o lado positivo, sempre!

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D