Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

14
Fev20

O Amor é um lugar incrivelmente estranho. Mas bom!

Maria

Amor

 

Fala de Amor.

Desse que sempre nos apanha desprevenidos, com outros planos aos quais vem dar a volta. Desse que se nega no início por não saber bem o que se passa. O que são aquelas borboletas no estômago. O que é rir de cada palavra. O que é olhar para o relógio à espera que alguém chegue. O que é perder-se em mensagens com conversas até de madrugada. O que é querer muito ir e ficar. O que é roubar-nos os pensamentos sem qualquer aviso. Desse que nos faz olhar para uma direcção que nunca esteve no nosso mapa.

Do Amor. Desse que nos encontra ao virar de uma esquina quando estamos completamente distraídos. Quando nem nos perguntamos se é possível. Quando não estamos nem aí. Desse Amor que nos atropela a alma. Que nos faz sentir sentido. Desse Amor que nos faz parar no tempo enquanto ele corre. Desse que nos deixa um sorriso parvo escancarado nos lábios. Que nos faz corar sem motivo ou com todos os motivos possíveis.

Do Amor. Desse que o corpo cede. Que nos acelera a respiração. Que nos faz ser mais, sem deixar de sermos nós. Juntos. Enrolados.

Do Amor. Sim, desse Amor que nos acrescenta. Que nos completa. Que não divide. Que não magoa. Que não gera silêncios desconfortáveis.Desse Amor que nos faz crescer, que nos ensina, que nos faz ponderar e limar arestas. Desse Amor de mãos dadas, com beijos na boca e abraços sentidos, reconfortantes, cheios. De tudo. Sem metades. Por inteiro.

[ ♥ ]

14
Fev17

O amor é um lugar incrivelmente estranho. E bom. E fodido!

Maria

Amo-te

 

Quando se está deve ser porque se quer estar. Mesmo. Sentido. Do querer muito. E não porque faz parte, porque querem, porque não se tem mais que fazer. Não percas tempo com quem não queres, interessa-te só por fazer valer a pena o tempo que gastas com alguém. E quando estás, está a 101%. Faz com que o sintam. Não beijes por beijar, não abraces se não o queres, não fiques se não é para sentir. Não digas amo-te se nem sabes o que isso significa. Não mostres de ti, aquilo que te trará marcas. Não comeces a dar aquilo que sabes que não vais terminar. Não tentes aquilo que não és capaz. Não faças de ninguém um brinquedo se não gostas de ser o brinquedo de ninguém. Não faças nada para os olhos de outros que apenas te magoará o coração. Não gostes mais de ninguém que o que gostas de ti mesmo.

E no dia em que eu disser que quero ficar é porque quero mesmo. No dia em que eu digo que és o que quero é porque és. Acredita. No dia em que concordar em idealizar o amanhã contigo, tens-me. No dia em que conseguir dizer AMO-TE, é porque as minhas certezas chegaram, é porque acabaram-se os medos, é porque o gosto de ti e o adoro-te já não chegam, é porque sinto que independentemente do que quer que aconteça eu não me arrependerei de o ter dito, é porque é amor o que sinto por ti, é porque o meu coração é teu, é porque sempre me sinto apaixonada quando dizes que vens, é porque fico com aquele sorriso parvo, é porque sempre que estamos o desejo é mais forte, é porque o dia de amanhã também conta.

No dia em que conseguir dizer AMO-TE, acredita, eu nunca o faria só porque sim.

06
Jun14

Amo-te muito!

Maria

Talvez um dia consiga deixar de o sentir. Talvez um dia o meu coração deixe de bater e acelerar por ti dia sim dia sim. Talvez um dia eu tenha a consciência que já chega mesmo e que isto não me leva a lado nenhum. Talvez um dia compreenda que afinal leva mas é tao mau que espero que não chegue o dia. Talvez um dia não ame, me apaixone e tudo volte, com outro alguém. Talvez um dia não te queira tanto, não te imagine tanto, não te beije tanto ainda que, nos meus desejos e sonhos mais profundos. Talvez um dia este Amo-te ganhe novo sentido perdendo este sentido. Talvez um dia não te Ame assim como amo, como nos amo, como nos continuo amar. Talvez um dia tudo fique tranquilo, como a água do mar depois de uma maré agitada. Talvez um dia lá dentro não sinta mais (as borboletas ?!). Talvez um dia. Hoje não.

Amo-te muito!

[ ♥ ]

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Posts mais comentados