Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

01
Dez14

Do ano passado caindo de para-quedas!

Maria

[ Hoje fui cortar o cabelo a uma nova cabeleireira, a minha foi para a Suíça, mais uma vítima desta crise, mas ainda quero cortar mais. Pequenino. Falta-me a coragem. Adoro os meu longos cabelos mas queria mudar. Disse aos 30 mas penso que não vai acontecer. Dezembro começou e sinto-me triste. Ando nesta fase triste há algum tempo e não vejo jeitos de sair dela. Há três meses e meio acabou a minha relação amorosa e por consequência começou novamente a minha relação com o tabaco. Nada corre bem portanto. Ainda o amo e sinto saudades todos os dias. Não tenho planos para os próximos dias que me façam pensar que atrás de um montanha está outra, é que agora parece-me que atrás desta montanha só vejo o infinito. A esta altura não tenho planos nem para o Natal nem para a passagem de ano. Que tristeza. Mas sei que infelizmente no Natal não terei comigo o mano e o pikeno e isso ainda me dói mais um pouco. A passagem de ano ou muito me engano vai ser de uma solidão só talvez entre mim e a minha cama. Podia pensar que aí vem o ano novo e vida nova, mas não consigo. 2014 não me diz nada e se for a pensar que o ano passado acabou tão bem e tive tantas perspectivas para 2013 que começou igualmente bem mas depois foi o que foi...mais vale nem pensar nada. Daqui a pouco mais de um mês faço 30 anos, 30 carago! Parece que ainda há pouco sabia o que era entrar nos vinte... O trabalho já teve melhores dias daqui a pouco vou entrar de férias mas ainda não sei se volto ou se serão prolongadas. Todos os dias tenho ido ver a sobrinha emprestada e está a cada dia mais linda. Lá em casa anda tudo na mesma, mas nesta altura que se fez a árvore de Natal ainda mais lembra o mano e o pikeno. Como eu gostava de pelo menos ter a família reunida para fechar as feridas do coração. ]

1 de Dezembro de 2013

[Post escrito e agendado há um ano]

03
Jan14

Do passo entre 2013 e 2014.

Maria

Eu propus-me ainda antes do ano acabar e de deitar as ultimas lágrimas a sair de casa para viver a passagem de ano em bem e em bom. Como sempre foram, repletas de sorrisos, alegria e esperança. Mesmo que, quando saí de casa levava comigo o coração despedaçado, impus-me isso mesmo. Era noite de festa. Era noite para esquecer 2013 e dar a mão a 2014. E lá fui eu a sentir-me maravilhosa, mesmo que fosse só e apenas aos meus olhos. Carreguei no rímel e no lápis preto e disse hoje é proibido chorar! Pus um sorriso no rosto e disse para mim mesma, tu consegues. Brindei à meia noite e comi doze passas onde pedi apenas um desejo. Dei pulos por iniciar ali um novo ano em mim. Queria tanto. Depois de o passar em casa de amigos rumamos à festa. Eu sou pessoa para dançar noite inteira, para não ficar cansada dos pés antes da hora e naquela noite só o coração podia doer, nada mais teria direito, mas mesmo esse, porra tinha que fazer o esforço. E não foi difícil mesmo com os senão. Na segunda dança rodeada por centenas de pessoas, às voltas na pista de sorriso estampado nos lábios e olhos perdidos por tantos rostos encontrei, encontrei os olhos que fizeram naquele mesmo momento parar o meu coração e pensar para mim mesma "foda-se isto não me está a acontecer". Sim era ele que estava ali ao longe e que no meio de tanta gente o raio dos meus olhos apanharam-no (o amor é fodido não é?). Era cedo a noite era ainda uma criança e eu prometi não cair do salto. Foi uma boa passagem de ano, consegui abstrair-me umas vezes outras não. Mas nunca fiquei triste, mesmo quando relembrei que há precisamente um ano atrás não tínhamos toda aquela gente a separar-nos e prometíamos mundos e fundos por entre champanhe, passas, chocolates e amor. Dancei muito, diverti-me ao máximo e não fosse eu receber uma sms a dar conta que os outros olhos também me viram tudo tinha sido quase perfeito. A noite foi realmente longa e o meu coração, um corajoso, aguentou-se à brava. Entrar em 2014 não me desiludiu, mesmo que a minha maior desilusão tenha estado perto. Quero ser forte. Quero fazer deste 2014 um ano bom e não ficar à espera que ele vá, se lembre ou não de o ser comigo.

02
Jan14

Estatísticas de um final de ano!

Maria
30
Dez13

Mês a Mês 2013

Maria

Tal como foi feito aqui (2012), aqui (2010), aqui (2009) vou resumir em palavras mais importantes o que me trouxe cada mês deste ano:

Janeiro - Namorar muito. Amor partida. 29anos. Frio. Infecção garganta e ouvidos. 

Fevereiro - 4 anos de blog. Pintainho no Carnaval. Dia dos namorados com namorado longe. Muita saudade. Muito frio. Papa Bento XVI resigna e deixa a igreja sem Papa. Saudade.

Março - 6 anos de trabalho na empresa. Estagiários na empresa. Temos novo Papa - Papa Francisco. Doei sangue e inscrevi-me como dadora de medula óssea. Muita chuva e frio. Pintei cabelo. Amor chegou. Prendas do namorado. Namorar muito. Páscoa.

Abril - Chuva. Amor partida. Escritório novo. Anos Pai.

Maio - Porto Campeão!

Junho - Nasceu a primeira princesa (L.) do grupo de amigas grávidas! Saudades do meu amor. Calor.

Julho - Chegada Amor. Aniversário MQT. Calor. Aniversário meu pequeno.

Agosto -Fim de relação. Férias. Madeira. Praia. Pikeno do meu coração em meus braços. Família. Triste. Emagrecer. Fumar.

Setembro -Nasceu mais uma princesa/sobrinha (R.) de coração. Mais uma amiga (D.) grávida.

Outubro - Nasceu outra princesa (H.) do grupo de amigas.

Novembro - Anos Mãe.

Dezembro - Triste. Saudades de amor. Faleceu avô do meu pikeno. Saudades do mano e pikeno. Solidão. Férias. Natal agridoce. Ouvi novamente A voz. Nasceu outra princesa (M.) do grupo de amigas. Fim de ano frio e triste.

Este foi um ano 13, please, 2014 dá a volta por cima e sê-me feliz!

29
Dez13

O melhor de 2013!

Maria
  1. A série televisiva - "Criminal Minds" - é que não podia ser outra. Sou assim viciada, na série e no Shemar pois claro.
  2. O filme - "Um refúgio para a Vida" - vi muitos filmes este ano, mas, este é um filme que me vem muitas vezes à memória. Filmes de romance não são os meus preferidos, mas este não é só um mero filme de romance, banal, tem uma boa história, que a mim, na minha vida me diz muito. E marcou-me por o ver de mão dada com a pessoa que pensava ser o meu refúgio para a vida.
  3. O livro - Este ano fui péssima para leituras. Não me lembro se li algum livro até ao fim, apesar de ter começado mais que um. Na mesa de cabeceira continuam aqueles que serão os próximos a ler - "Guia para um Final Feliz" / "À Luz de Paris" / "A Melodia do Adeus".
  4. A viagem - "Madeira" sempre é muito bom voltar à Madeira, mas este ano foi sem dúvida a melhor coisa que fiz. Sem planear, sem pensar muito, de um momento para o outro estar do outro lado. Foi um fugir da dor para junto daqueles braços que sempre, sempre estarão abertos para mim.
  5. O post - Em média fiz um post por dia, logo é muito difícil conseguir dizer qual O post de 2013. Indo por partes, há os que se referem a acontecimentos importantes, tanto pelo lado bom, como outros pelo menos bom. "***LOVE***" marcou-me porque foi escrito de coração aberto utilizando a palavra mais difícil de me ouvirem dizer e que marca uma parte deste ano. "Perdoem-me porque eu não me perdoo!" foi um post escrito com lágrimas no rosto, difícil ao admitir que falhei e que me desiludi comigo mesma. O post de terceiros e o único que este ano veio parar aos meus favoritos foi o "Porque não?" que tocou cá dentro, mesmo.

Inspira-me #23

04
Dez13

13

Maria

Este ano tem uma conotação com o 13 que até à data era meramente indiferente mas que não vou esquecer. 2013 é um ano para esquecer mas penso que vai ser mais fácil de lembrar que todos os outros, em mau. Hoje apetece-me dizer quinhentos e setenta palavrões e mandar alguns para o sítio que eu cá sei. Dêem-me um desconto e um cigarro se faz favor!

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D