Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

09
Jan23

O melhor de 2022

Maria

“Desafiada” pelo Inspira-me que já não existe do blogs do sapo, em anos anteriores escrevi - O melhor de 2012,20132014 , 2015 , 2017 , 2018 , 2019 , 2020 , 2021 e agora 2022. Volto a sentir-me desafiada para tal, mas na verdade, assim como já no ano anterior destaco o que merece de 2022 com pequenos ajustes aos pontos que destaquei em anos anteriores. 2022 não foi mau de todo. Foi um misto. Teve coisas boas, teve coisas muito más. Ri e chorei muito.

 

  1. Um momento:

Ter os meus juntos. Eu posso não ter muito na vida, mas se tiver os meus juntos eu sou mesmo muito feliz. Há uns anos que não passávamos o Natal juntos e isso foi sem dúvida o melhor que podia ter acontecido. Mais ainda, conseguimos juntar, também à mesa de Natal com família à qual não passávamos a ceia de Natal juntos há mais de vinte anos e recordamos o que o Natal é verdadeiramente para mim e lembrei de um dos melhores textos que alguma vez escrevi sobre o sentido do natal. Esse é o meu melhor momento deste ano que passou.

  1. Uma viagem:

MADEIRA

A minha linda Madeira.

Sou tão feliz lá. Sempre. Conheci a Madeira a primeira vez há cerca de 15 anos. Foi amor à primeira vista.

A Madeira tem a minha extensão. Os meus. O meu amor. É o lugar que me curou males. Que restabeleci muitas vezes energias. Que desabafei. Que me ajudou. Que me regenera. Tantas vezes. É um balão de oxigénio quando chego. É um aperto no peito quando saio mas com oxigénio renovado e que pelo meio é muito bom. E o feliz que é voltar.

  1. As férias:

 

Consegui e agradeço por isso, este ano fazer novamente férias em dois lugares que adoro. Na Madeira em Junho, como falei antes e voltei ao Algarve com a minha melhor amiga em Agosto, que a pandemia tinha-me tirado. Tento todos os anos tirar uns dias de férias com ela, fazemo-lo há anos, temos uma amizade com mais de vinte anos e o bom que é ter este privilégio na vida. Ela é a irmã que eu não tenho e é a pessoa que nas férias só acrescenta. É team #MariaTexuga e acompanha-me em todas essas aventuras, se é para comer e beber já devíamos ter ido. E nós vamos.

  1. O post mais lido de 2022:

Expressões à Porto.png

 

Expressões à moda das "tripas" do Porto!

É um post já de 2013, mas que apaguei sem querer e voltei a publicar em 2016, em actualização, que está todos os meses no top dos mais lidos. Por consequência o post mais lido de todos os anos. Este ano não foi excepção assim como constato em todos os relatórios mensais enviados pela equipa do sapo blogs. E também como me mostram as estatísticas.

  1. O post que mais gostei de escrever:

É difícil escolher um entre tantos posts escritos num ano. Mas vou dizer um que veio assim à cabeça. Os posts do coração são sempre os meus preferidos. Porque são muito eu. Continuam a ser sentidos, escritos com emoção, com sentimento. Com valor e gratidão. Este post, partilho agora com vocês que o escrevi, num banco do jardim de um lar enquanto esperava para fazer a visita marcada a um familiar. Foi pegar no telemóvel e escrever assim de repente, porque enquanto esperava surgiu-me essa necessidade.

ela é

Este post - Do sermos Amor - foi escrito com amor no coração, com o sentimento de visitar alguém que está longe dos seus com tudo o que isso implica para alguém que sente e que é pouco de coisas materialistas e que busca constantemente abraços sorrisos e amor para ser mais e melhor no que [realmente] vale a pena. ELA sou Eu!

 

  1. O post que mais custou escrever:

A vida é fodida. É um lugar estranho e bom. Mesmo com dias de merda..

Este post, foi difícil de escrever mas necessário. Há em mim uma necessidade em dias de merda e em estados de alma negativos de passar para palavras o que estou a sentir, talvez porque nunca me seja fácil verbalizar a dor, o desabafo falado e sentido, exposto em palavras ajuda-me. Foi dos piores dias deste ano. Foi o post que não gostaria de escrever. Mas é um post que marca, sem dúvida, 2022. E que me marcou desde esse dia.

    7. O Trabalho :

Ter completado 15 anos de trabalho nesta empresa. Não foi fácil, não é fácil, mas estamos cá para seguir caminho, até onde der. Estes dois últimos anos foram de mesmo muito trabalho. Dos melhores anos da empresa apesar dos pesares. E dos anos em que a equipa teve que ser forte porque trabalhamos todos imenso. O trabalho salva-nos muitas vezes e sinto que nestas alturas mais difíceis e controversas entre o querer deitar a toalha ao chão e o querer dar o meu melhor, conseguimos a força necessária para a balança pender para o lado positivo. Muitas vezes há vontade de não sair de casa para ir trabalhar mas em todas dei o melhor de mim. Até naqueles dias que percorri o caminho casa/trabalho e vice versa em lágrimas, descrente do mundo e com uma dor no peito...

Até onde eu me conseguir sentir bem apesar dos esforços, dos dias não e dos que nos fazem saltar a tampa. Porque há muitos dias sim, há bons colegas de trabalho e há bom ambiente. Há boas equipas de trabalho e nós somos uma delas e este ano foi dos melhores a nível de trabalho, de empenho, de sacrifício mas também de conquista e de vitórias. Estou orgulhosa do que se fez por cá. E as férias de fim de ano eram muito precisas.

     8. Redes Sociais:

Em Dezembro no Instagram chegamos aos 50.000 seguidores. Isto não é apenas um número. E as mensagens que recebo sobre as minhas frases e textos são o que me motiva, motivando outras pessoas.

     9. O BLOG:

Este cantinho fez em Fevereiro 13 anos. 13 anos caramba! E está quase quase nos 14! Continuo a gostar deste cantinho como de início e é muito especial para mim. Apesar de cada ez mais os blogs serem substituídos pelas redes sociais, continua a fazer-me sentido mantê-lo activo.

OBRIGADA ❤

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub