Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

10
Nov17

Novembro

Maria

Queria vezes sem conta que Novembro fosse mais um mês. Que não precisasse falar dele com todo este sentimento cá dentro. Mas na verdade, não consigo.

Tem-me travado a fala. A inspiração. Quero dizer(-te) tanto que acabo por não dizer nada. Fecho-me cada vez mais e escasseio as palavras.

Até posso chegar a considera-lo mal resolvido. Mas não deveria ser, de todo. No entanto a energia que baixa, sobrepõe-se a tudo e mais alguma coisa e as palavras não saem, por mais que se atrapalhem cá dentro.

Precisar de falar, sentir isso, é dar-lhe toda a importância que não queria. Mas Novembro mão me é mau. Nada disso. Pelo contrário. É o mês da melhor pessoa da minha vida e isso enche-me o coração.

Fazemos memórias na nossa história, criamos capítulos, fechamos. Mas nunca escrevemos fim. Alguém o fará por nós. E sinto, que há capítulos que ficaram as reticências. Não há espera que alguém os feche, mas porque tinham um sem número de coisas a serem escritas mas não o foram.

Pensamos vezes sem conta que, a nossa memória brinca connosco. Pelo menos a minha assim o faz. Tenho como grandes amigos os post-it porque me esqueço e distraio com mil e duas coisas, no entanto há tanta coisa que podia desvanecer com o tempo mas que na verdade nunca precisou de um post-it para ser lembrado.

Eu sou muito datas. Confesso. Tenho a particularidade de, muitas varrem-me da memória, não tanto como as que ficam. E muitas vezes, as que ficam trazem-me uma memória fotográfica descritiva pormenorizada. Assim mesmo. De momentos, que até lhes sinto o cheiro. E por isso me são fácil de lembrar.

A parte bem resolvida de tudo isto é que, lido bastante bem com a minha experiência de vida, com aquilo que vou acumulando e que vou trazendo. Ser aquilo que sou, fazendo parte todo um passado de há minutos atrás e gostar de mim tal e qual como sou. É sentir-me resolvida com o que tenho feito. Com o que trago comigo, com o que me acompanha e até copm tudo aquilo que não. É sentir-me capaz de lidar com todas as opções que fui fazendo, os caminhos que tenho traçado e até os passos atrás que tenho dado. As segundas oportunidades que dei, as que não dei e as que desperdicei.

Novembro continuará a ser aquele mês. O de dizer tudo e não dizer nada. O de lembrar. Ter saudade. O de seguir em frente. O de rir. O de sentir os ciscos no solhos. Novembro será especial enquanto tiver que ser. E enquanto as coisas andam a ser arrumadas. O resto, ser´ao resto. E o que tiver que ser será.

 

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D