Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

27
Set19

Desafio de escrita dos pássaros #3

Maria

» Uma aventura/momento que te tenha marcado «

desafio passaros.JPG

 

Fazia vinte anos. Jantarada com amigos. Encontro num bar para beber um copo com outros. A noite já ia longa. A minha boleia ia embora. Mas eu, ainda na ideia "a noite é uma criança", vontade de ir, zero. Até que, apareceu ele. O meu ex namorado. Por entre conversa, o namorado da minha amiga diz-lhe que íamos embora apesar de eu preferir ficar. 

- Mas se queres ficar eu dou-te boleia. Vou estar ali com uns amigos. Se quiseres é na boa! Depois quando quiseres ir embora só dizer - disse-me o meu ex.

- Boa! Pode ser! - respondi com certo entusiasmo.

As coisas tinham acabado entre nós, mas nem tudo acabou... Andávamos na fase do larga, não larga, deslarga, agarra. Acho que era mais ou menos isso. Muitos anos de amizade e ele era das melhores pessoas que conheci na vida. Foi confuso.

Ali ficamos nós. Perdidos na noite com amigos. Comuns. De tantos anos.

Lembro-me, dancei muito. E no bar onde tinha amigos bebi uns copos. A mais.

Mas sentia-me a pessoa mais segura do mundo. Ele estava ali comigo. E apesar de já não ser meu namorado, continuava a ser dos melhores amigos. Daqueles que confiava até de olhos fechados.

Continuei na pista até sentir que já não dava mais. A festa fora grande. Estava ali a pisar o risco. Já tinha bebido além da conta.  Era hora de pensar em ir embora. De braço dado, saímos dali.

Antes de seguir caminho, paramos ali nas bombas e ele foi buscar-me uma água com gás. Saí cá fora para apanhar ar, beber um pouco de água e fumar um cigarro enquanto conversávamos. Eu continuava a rir muito e ele a segurar na minha mão. Juntava ali o tentar segurar-me para eu não cair ao querer dar-me literalmente a mão.

Por entre conversa da treta e daquele nervoso de não querer tocar no assunto "nós"... lembro-me de lhe ter pedido, à parva, "deixa-me fumar um charro". Ele (que mais que ninguém sabia que eu nunca o tinha feito) prontíssimo respondeu, "tudo bem mas pede-me quando estiveres sóbria!".

Não me lembro bem se naquele momento senti a maior vergonha do mundo, mas sei que, ali a partir daquele momento o amei ainda mais.

Dei-lhe um beijo sentido, abracei-o e sussurrou-me ao ouvido "vamos embora".

Vejam outros textos meus para este desafio aqui.

10 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D