Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

23
Out22

A vida é fodida. É um lugar estranho e bom. Mesmo com dias de merda.

Maria

Este ultimo post, publicado anteontem, 21 de Outubro, esteve em rascunhos alguns dias.

Escrevi-o de rompante. Li-o várias vezes.

anteontem publiquei-o.

Gostei logo dele. Bonito, intenso mas triste. 

[coincidência] Passado uns minutos recebi uma chamada que parece que me tirou o chão. Primeiro tremi. Não acreditei. E o dia ficou mais triste que as minhas palavras nem expressam perto.

Perdi um Amigo, alguém com quem cresci, que convivi anos e anos. Vizinhos. Melhores amigos. Histórias em conjunto. Namorados na juventude. Bons amigos. Alguém que me ensinou o que era amar mesmo uma pessoa. Que me ensinou que a vida é para curtir. Que devemos estar disponíveis sempre para os nossos amigos. Com quem aprendi a cair e levantar. Com quem fui feliz. Com quem chorei muito e ri ainda mais. Que era fácil a fazer novas amizades. Com quem falhei e sempre fui a primeira a pedir desculpa e ele a melhor pessoa a perdoar. Com quem pude sempre contar. Com quem passei aqueles maravilhosos anos da parvoíce que todos temos. Com quem joguei ao berlinde, às escondidas, à sueca, que andei de bicicleta, que joguei à bola, com quem bebi as primeiras bejecas, que me deixou conduzir o carro quando tirei a carta. Que me deu amigos. E com quem também aprendi que sorrir é o melhor a vestir todos os dias. Que me deu mil e duas histórias para contar um dia. Os bons amigos são esses. Que mesmo mais ou menos separados cresceram juntos e têm histórias em comum.

Desejei-lhe sempre o melhor. Ele sabe. Ele merecia muito mais da vida. Isto é tão injusto. É um dos bons que parte cedo demais.

É mesmo boa pessoa. Tem um bom coração. É das melhores pessoas que tive a sorte de conhecer na vida.

A minha rua não é melhor que a tua, porque é a mesma e não mais será igual.

Estou só triste. Anteontem ficou um dia triste. Continua só triste. 🤍💫

E eu só quero que estejas em paz ❤️

 

E o texto que escrevi ganhou todo o sentido:

Há na ferida um ardor constante abafado

a superação inegável do querer anestesiar a dor

um corroer de alma, galopante e fugaz.

inebriado pela luz de um sorriso escasso.

uma réstia de esperança à qual se agarra como de um poço se quisesse sair

quantos dos teus sorrisos trazem lágrimas incolores?

invisíveis aos olhos dos que rodeiam

a insana dormência de um corpo talvez são, talvez não.

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub