Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

31
Jan11

As pessoas só se sabem queixar!

Maria

Só se houve queixas. Povo tremendamente negativo. Quem mais se queixa mais tem, mas já nem vou por aí que me dá logo urticária. Eu ganho mais que o ordenado de lei, não muito mais. Tenho as minhas despesas, as despesas fixas de todos os meses, tenho o carro para pagar, mais os acréscimos que sempre aparecem. E há os mimos, ora porra de vez em quando também tem que ser. E não tenho pais ricos, não tenho quem me ajude, mas não preciso de quem me sustente, sou maior e vacinada. Não sou de me andar a queixar, então porquê? Alguém vai pagar as minha contas? Não! Então vou gastar o meu latim e passar um atestado de coitadinha? Não, não sou, graças a Deus e amor à Santa. Não estou bem na vida, mas há tanta pessoa pior que eu, que ao lamentar-me deveria levar logo dois murros nas trombas. Tenho mãos e pernas para trabalhar, saúde e boa disposição. O que é preciso é arregaçar as mangas e ir à vida. Mas há coisas que me atravessam a garganta e não passam. Temos que ter noção até onde podemos ir, temos que saber poupar, cinco euros por mês? óptimo. Se todos os meses tivéssemos cinco euros negativos é que era o desastre. Mas há quem assim não pense, e gasta o que tem o que não tem, o que lhe oferecem e querem mais. Eu acho bem quando os pais podem ajudar os filhos que assim seja, mas que não levem ao exagero, porque têm que aprender a controlar o que ganham face às despesas que têm sem contar com terceiros. Há e coisa e tal tenho um carro que os meus pais me deram, quando precisa de manutenção vai o meu pai com ele à oficina. Quanto custa um pneu? Sei lá bem, sei que tem jante 15 que isso aumenta um ponto na minha virilidade. Não tem gasóleo? No problemo paizinho vai atestar. Preciso de um computador, pai ouviste? Ah que não tenho dinheiro em casa e para não ir agora levantar não tens aí uns trocos mãe? Roupa? Qual roupa, eu não compro, os meus pais pagam quando vamos juntos às compras. Depois até ganham mil euritos por mês, mas nunca têm dinheiro e sentem-se tremendamente indignados por o dinheiro não chegar para nada. Há e coisa e tal sou muito independente. Não entendo, juro que não entendo. Há muito filho de papá que não tem noção das coisas. Como por exemplo de querer comprar uns sapatos, mas ter que esperar por um mês que dê mais jeito. Ou mesmo que saiba que o único dinheiro a entrar na conta é fruto do suor de um mês de trabalho. Há coisas que me custam a entender e ouvir pais com pena de filhos destes, faz-me ficar vermelha de raiva, porque não dão valor a pessoas que como eu trabalham porque precisam mesmo e que não se podem dar ao luxo de ficar em casa a coçar a micose, pois não têm quem lhe pague as despesas. 

6 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub