Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

30
Jun21

Dicas de calçado para os homens

Maria

Na verdade para nós mulheres calçado é um item ali no topo de qualquer lista que não nos pode faltar. Mas e para os homens? Apesar de não terem o nosso critério e a nossa "necessidade" de ter vários modelos para fazer pandam com o que quer que seja, têm o critério de serem exigentes com o que compram. A qualidade e o conforto é ponto essencial para qualquer pessoa. 

Trago-vos algumas sugestões de calçado para os homens na @EscapeShoes. Para vocês que me seguem e que acham que não estou de olho no que calçam ou para as mulheres passarem-lhes a dica, que é uma opinião que gostam sempre de contar, certo?

Escapeshoes

 

Nesta época do ano, aposto muito mais em sapatilhas para os homens. E deixem que vos diga, as @Merrell para quem está a pensar em passeios na natureza, trails, caminhadas no campo, umas escapadinhas mais no interior a tentar fugir um pouco às enchentes das praias são uma aposta ganha. Uma marca de confiança. Confortável de boa duração e sempre com um design jovem e aventureiro.

Não descurando as All Star da Converse que dão sempre aquele ar teennager que ninguém quer perder e que para esta altura do ano se tornam leves e mais finas com todo o conforto. O estilo das @Lacoste são aquele estilo que fica óptimo para uma saída à noite.

Qual o vosso estilo?

Aproveitem e espreitem o site, há descontos por lá mas corram porque os tamanhos começam a esgotar.

Não se esqueçam de subscrever a newsletter deles e assim estão sempre a par das novidades (e descontos!).

Aproveitem!

[PUB]

23
Jun21

A vida é um lugar estranho e bom. Mesmo com dias de merda.

Maria

A Douro

 

É impossível não partilhar isto. Não escrever sobre isto. Não dizer duas ou três coisas que preciso.

Ainda que, não saiba o que dizer. Como o dizer. Ou se quero sentir o que vou sentir ao escrever. Mas partilhar em palavras aquilo que sinto sempre foi a minha melhor versão.

Perdi há duas semanas, uma das melhores pessoas da minha vida.

Do meu crescimento. Do meu sangue. Daquelas que partilhavam o mesmo lema de sorrir, todos os dias "no matter what". Daqueles que me ensinou que a criança dentro de nós é preciso mantê-la para bem da nossa [in]sanidade. Daqueles que me faziam sorrir quase todos os dias, ainda que há distância com as parvoíces que me enviava e que era constante no seu estado de boa disposição. Sempre pronto a ajudar. Sentido de família. Cheio de vida e onde estivesse não deixava ninguém indiferente. Com uma facilidade em fazer amigos em qualquer lado. Sempre na tanga a dar-nos aquela dificuldade em perceber se era "agora" que estava a falar a sério. A ver o copo sempre a transbordar.

[ Dá saudade. Dos encontros que já tínhamos meio definidos para juntar os estarolas. Dá saudade a cada fotografia. Dá saudade a cada canto da vossa casa. Dá saudade ao olhar para os miúdos. Para os teus pais. Dá aquele aperto, daquela mistura de saudade e de ainda estarMOS a tentar acreditar que aconteceu.

Há uma semana vi-te a ultima vez na despedida e por entre as lágrimas só me apeteceu dizer-te "vá deixa-te de tangas levanta-te daí". Porque tu eras assim. Os encontros de família não vão ser mais os mesmos. De todo.

Porque há dias de merda. e o dia em que partiste foi definitivamente um dia de merda. Sem tentar perceber o que pode explicar o inexplicável é tentar aceitar. 

Cada um sente a perda de alguém de diferentes formas. Nem todos nos tocam da mesma maneira e isso nunca se impõe. É simplesmente  sentido e verdadeiro o que cada um é na nossa vida.

O fugaz e inesperado, o que surge sem aviso prévio é ainda mais difícil. Os dias passam a dor não tem diminuído e o facto de muitas vezes não se conseguir exteriorizar coisas é ainda mais difícil. Dizemos sempre que o tempo ajuda. Mas o tempo aumenta a dor, as perguntas e o difícil que é não há nada a fazer. 

Entre o luto, os silêncios, as noites, as lágrimas, as recordações faz eco a tua gargalhada, a tua sempre grande e efusiva gargalhada. "Oh prima Oh prima" fica-me para sempre cá dentro. Muito mais nestes dias de merda que as tuas mensagens já não entram para me fazer soltar aquela gargalhada enquanto dizia "só tu!" ]

Há dias em que a Vida nos prova que é uma grande filha da puta. Que é injusta. Que leva os melhores de entre nós demasiado cedo.

 dia 9 foi um desses dias.

E eu só quero que estejas em paz ❤

 

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito 》

04
Jun21

Desafio de escrita dos pássaros 3.0 #3

Tema 3: - Não aguento mais contigo! - afirmou, enquanto o atirava para longe.

Maria

 

Domingo de manhã bem cedo, ainda meia a dormir mas há hora combinada lá estávamos.  Prontinhas para mais um treino eu e a Mariana. Uma corrida de dez quilómetros. Pela fresca, se bem que mesmo cedo a temperatura de verão já se fazia sentir. Ambas de calções e mangas cavas, pala na cabeça, bolsa na cintura, sapatilhas e smart watch em modo on.

Na verdade andamos nisto há cerca de meio ano. Sem falhas nos dias a que nos comprometemos.  Sempre juntas para uma dar apoio à outra. Semana após semana a analisar treinos mas os resultados não têm sido os pretendidos, confesso. Falo por mim uma pessoa parece que quanto mais faz mais a balança nos vira as costas!

Naquele dia, talvez por cansaço e também por termos madrugado a um domingo, fomos o treino a falar disso mesmo. Treinos e resultados. Logo um tanto ao quanto desanimadas.

A Mariana resmungava por perder menos calorias que as que devia. Eu incentivei que mais cedo ou mais tarde os resultados vão aparecer e também podemos aumentar os treinos. O tempo e as metas.

- E comer? - disse-me em tom de desilusão - o mínimo possível Maria, parece que engordo só de respirar! 

Deixa-te de coisas Mariana, é impressão tua, tens menos volume e isso vai acabar por refletir no peso. Pelo menos assim espero.

E assim que fizemos os dez quilómetros demos o treino como terminado. E já estávamos ambas com melhor disposição, prontas para aproveitar bem o resto do domingo depois de um bom banho até  que vejo a Mariana a olhar para o relógio e a resmungar por causa das calorias gastas:

- não aguento mais contigo!  - afirmou,  enquanto o atirava para longe.

Tem lá calma contigo Mariana. É mesmo isso que queres? O smartwatch não tem culpa e vais lembrar-te disso no fim do gelado logo à tarde - disse enquanto soltava uma risada.

- tens razão - disse-me por entre os dentes enquanto ia apanhar o relógio - é só porque quero comer logo um gelado sem peso na consciência!

Uma mulher sofre!!

:)

[desafio da passarada]

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub