Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

25
Jun18

Faceweek*

Maria

IMG_20180625_115630.jpg

 

IMG_20180625_121826.jpg

 

Alguns looks usados na última semana. Começamos por três looks que gostei bastante e todos diferentes. No primeiro estou a usar uns calções da @H&M que são muito confortáveis, largos de cintura subida e um top da @Primark. No segundo conjunto integral by @H&M, que estou de calças foi das ultimas compras que fiz e que adoro também, as calças fresquinhas e confortáveis para estes dias mais quentes já o top é bem antigo também da mesma marca. O vestido que gostei muito é da @C&A.

IMG_20180625_142313.jpg

 

A_DOURO. A semana passada foi o tudo junto. Tivemos temperaturas quentes. Mas também tivemos chuva. Trovoada. Dias seguidos. Muito calor. E terminou numa sexta-feira à tarde com sol.

received_2037741096259433.jpeg

 

O pormenor da ultima manicure usada. Verniz da @Andreia. Híbrido Gel H56. 

 

HOJE HÁ JOGO DO MAIOR PARA APOIAR. ÀS 19HORAS. SOMOS PORTUGAL 

 

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

22
Jun18

Ciscos nos olhos e quilómetros de distância. 4 anos depois.

Maria

Há quatro anos atrás.

17 Setembro de 2014.

Começaste uma nova etapa na tua vida. Lá longe.

Esta cena da distância das pessoas é do caraças. E por muito que nos dias que correm com as novas tecnologias dêem para suportar muita coisa, a verdade é que perdes tanto dos outros que te estão distantes. Nós somos uns seres que nunca nos satisfazemos com nada de jeito e não dá-mos graças áquilo que temos de bom na vida. Mesmo aquelas pequeninas coisas que até já são rotina e que nos fazem um dia acordar e dizer “porra, estou farta desta rotina”. Há mesmo quem não tenha essa rotina. Simples, fácil e feliz para muitos. Impossível para outros.

Hoje o meu pequeno vai para a escola. Está um crescido. Como o tempo passa. Hoje o pequeno vai para a escola e eu gostava de estar lá para ver, nem que fosse ao longe por entre os pingos da chuva e as grades da escola a ver como o mundo dele hoje muda. Hoje gostava de o ter visto a acordar e ouvi-lo dizer que estava com medo, estar lá, segurar-lhe na mão e conter as minhas lágrimas perante as dele. Gostava de ter tomado o pequeno-almoço com ele mesmo que à pressa. Gostava de o ter ajudado a pôr a mochila nova às costas e a apertar as sapatilhas do benfica que detesto. Hoje gostava de lhe dizer que ele vai conhecer novos amigos e que vai ter muitos, assim como no infantário. Que vai aprender muitas coisas boas e todos os dias vai trazer novas aventuras para contar. Gostava de lhe dizer que vai encontrar algumas Eduardas mas que também vai conhecer "Fernandos" a quem lhe vai apetecer apertar o pescoço. Hoje, gostava de o ter ajudado a entrar no carro e fazer com que até à escolinha risse com a palhaça que tantas vezes sou. Gostava de lhe ter dado a mão até ao portão da escola e dizer “isto passa rápido, já já estou aqui para te vir buscar”, ou que “depois logo passamos ali no Lido e brincamos um pouco”. Hoje gostava de ter saído da escola dele de coração nas mãos e derramar rios ao entrar no carro já longe da vista dele. Mas entre o querer e o poder há a merda da distância.

 

Hoje, passados quatro anos, estás um crescido. E acabas essa mesma etapa. Mais uma. És finalista. E logo logo começarás outra.

Continuo a ter a merda da distância a separar-nos. E uma vontade de tanta coisa como escrevi há quatro anos.

Hoje neste final desta etapa na tua vida, continuo aqui, longe. E estes ciscos nos olhos que vão pro rai’que os parta. Que me inervam. Ciscos nos olhos e quilómetros de distância. Grande merda.

22
Jun18

Cagufa, miúfa vá - do latim...

Maria

...

Sabem aquelas pessoas que vêem um rato e saltam para uma cadeira?

Pronto eu sou mais ou menos assim, mas com a trovoada. Não salto para lado nenhum, mas se me poder fechar num cubículo sem visão para o exterior aí vai ela.

Tenho imenso respeito à trovoada. Mas, na verdade há uns tempos para cá, depois de duas situações mais complicadas fiquei bem mais respeitosa. Assim meio medricas. Com cagufa, miúfa vá. É o que é. E depois mexe-me com o sistema que é qualquer coisa.

Quando era mais nova, lembro-me de uma vizinha que sempre que começava a trovoada lá longe, vinha para nossa casa. Não conseguia estar em casa sozinha. E se nós não estivéssemos ia para casa de alguém. Não falava com ninguém. Ficava ali em silêncio. Ela chegava a ficar de cama. Eu achava aquilo esquisito. Não entendia.

Hoje em dia. Estou imensas vezes sozinha quando há trovoada. Não gosto. Mas muitas vezes fico mais preocupada com outros. Quando estou com os meus pais e que a trovoada está forte, apetece-me abraça-los e fazer-lhes uma bolha para que nada aconteça, principalmente depois da minha mãe ter apanhado um valente susto a mexer na água dentro de casa com trovoada. É verdade.

Não gosto de andar cá fora. E o melhor mesmo é quando eu digo que não gosto particularmente dela e me contam histórias que não lembram ao diabo. Não sei se conhecem ou já ouviram falar de cenas do género de terem assistido a descargas eléctricas, mas aquilo é medonho. E não vou contar nenhuma, não se preocupem.

Pronto e é isto. Dias seguidos com trovoada e eu aqui encolhidinha à espera que isto passe.

É sexta-feira. Valha-nos isso (e já só falta uma semana para o dolce far niente)

IMG_20170419_223705_372.jpg

 


(Costuma ser as orvalhadas de S. João e não as trovoadas...)

21
Jun18

11:07H

Maria

Diz que nos começa o verão.

20180621_095926.jpg

 

Este verão, que ainda quase não nos soube a Primavera. Mas diz que agora sim é verão.

Ontem estava a ver que não ia conseguir ver o jogo porque estava trovoada e o sinal de tv de quando em vez puff. Hoje acordei com chuvinha da boa.

E diz que vai estar assim hoje e amanhã aqui a Norte. Na rádio Comercial disseram «ainda bem que não tiraram o guarda-chuva do carro porque vão precisar dele». Eu tinha posto na mala que é quase a mesma coisa de o ter tirado quando tive que sair do carro.

E a trovoada de quando em vez ainda se ouve.

Na semana passada, como referi no último faceweek, comecei a semana de botins com frio e acabei a semana com trinta graus de calções e perna ao léu. Esta semana comecei de perna ao léu e temperaturas bem altas e termina-se com chuvinha, nevoeiro, granizo, trovoada e temperatura boa vá.

Está certo.

Txau Primavera que foi mais envergonhada que eu. Diz que nos começa o verão. Diz que daqui a uma semana tenho as minhas primeiras férias [de verão] e espero sinceramente que nessa altura o tempo não resolva lembrar mais uma vez que este País é um País tropical cada vez mais.

20
Jun18

«É inexplicável»

Maria

 [ Foto daqui]

Poderia ser eu a dizer, mas foi o Fernando Santos perante esta nossa vitória tirada a ferros, ou à pesca, ou com dedinho com estrela da sorte. Sei lá. Mas não foi pelo nosso jogo. Nem de longe nem de perto.

Não foi fácil e foi um "fosga-se carvalho de um raio" o tempo todo. Um corre corre para a casa-de-banho em jeito de incontinência urinária, fruto daquele nervozinho típico destes jogos.

Mas na verdade? A esperança esteve lá, mesmo quando deram cinco minutos de compensação e vi naquilo uma eternidade para o sufoco que estávamos a passar.

Mas o que conta são os três pontos não é verdade?

Isso e o trabalho do mister feito. Perceber o que aconteceu. O que correu muito mal. As substituições. E os titulares. Eu já não vou falar de um Quaresma no banco porque por aquele ciganito "tudo" mas o André Silva (que marcou nove golos em dez jogo de apuramento para o Mundial) no banco vale mais que um Guedes em jogo dois jogos sem fazer uma exibição para tal (só porque fez um jogo espectacular no último particular antes do mundial)? Poderíamos ter feito a primeira substituição logo na primeira parte quando cedo se percebeu que ali havia falhas. O João Mário a titular depois do Bruno Fernandes ter estado bem em campo frente a Espanha e que não fez nada de mais ao substituí-lo. Hoje não mostrou o porquê de ter sido merecedor de ser titular. Bernardo Silva esteve além daquilo que é. Assim meio à nora em campo e o Raphael Guerreiro esteve mal em muitas situações. Nada típico dele também. O Fonte falhou imensas vezes a defesa

Valeu-nos o São Ronaldo, marcou o golo, fez assistência, recuperou a meio campo, e ajudou na defesa. Mas ainda lhe pedem mais?! Está certo.

Valeu-nos também o São Patrício que hoje teve todo um jogo à volta dele e da sua baliza que defendeu com unhas e dentes, e pernas e mãos e garra e atitude de Campeão Europeu.

E eu até mudei o horário de trabalho só para ver descansada a selecção. Que de descansada não teve nada. Também inexplicável para uma mulher, certo?   :)

O que interessa é que está ganho. Agora é pensar no próximo.

 

Mundial 2018 (Rússia) - PORTUGAL 1 x 0 Marrocos (2º jogo fase de grupos)

20
Jun18

Mundial 2018

Maria

 

Em dia de jogo parece que não consigo assimilar mais nada.

Acordei a pensar no jogo. Vim a ouvir a Comercial no carro a ouvir falar do jogo. Chego ao trabalho fala-se do jogo.

Arranjo tudo para começar a trabalhar e só penso no jogo. 

As bandeiras estão prontas. 

Estou ansiosa. Quero ver e vibrar com eles. Que façam um bom jogo. Que sejam onze dentro de campo a dar tudo por todos nós que torcemos cá fora.

Às 13 horas todos a assistir e a mandar boas energias para a nossa selecção. Já falta pouco para, mais uma vez, ouvir o nosso hino emocionada e querer que cada um daqueles [nosso] onze dêem o melhor de si em campo.

"Não te esqueças, se do outro lado tiveres onze canhões apontados a ti, lembra-te que tens muito mais que onze milhões a marchar contigo"

Força PORTUGAL  

Pág. 1/3

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D